Projeto de proteção as nascentes é desenvolvido em Lafaiete

16
Projeto cercou e protegeu 18 km de cerca nascente de proprietários rurais na bacia dos Almeidas/Reprodução

Quando muito se fala em estiagem e racionamento de água, Lafaiete dá ume exemplo de proteção aos seus mananciais. Após pressão junto a Copasa, que teria retirado Lafaiete dos municípios contemplados, o projeto foi retomado há 20 dias e já beneficia os produtores rurais da sub bacia do Ribeirão Almeidas, afluente do Ventura Luiz.

Cerca de 26 propriedades tiveram suas nascentes cercadas, finalizando a 1ª etapa do projeto. Nesta semana mais 20 produtores serão beneficiados.  Em breve as nascentes ganharam o plantio de árvores nativas. Quando concluídas as duas etapas serão 18 km de cerca. A Copasa já adiantou mais 9 km de cercamento beneficiando ainda mais produtores no projeto cuja intenção é aumentar a captação de águas preservando as nascentes.

Dentro do projeto foram construídas 200 barraginhas para a contenção de águas pluviais contribuindo diretamente aumenta a oferta do produto na Lagoa da Água Preta, reservatório responsável pelo abastecimento de 80% da população de Lafaiete.

Financiado pelo banco Alemão KFK e implementado pela Copasa, em parceria com a prefeitura de Lafaiete, o projeto atende em seu raio de ação os produtores ao longo dos 99 km de extensão da micro bacia do Ribeirão Almeidas.