fbpx
30 C
Conselheiro Lafaiete
domingo, 27 setembro 2020
Início Economia Prorrogação do auxílio deve ser decidido amanhã (21)

Prorrogação do auxílio deve ser decidido amanhã (21)

De acordo com o governo, na próxima sexta-feira (21/08), deve ser anunciada a extensão do auxílio emergencial, valores e períodos. Saiba mais!

O presidente Jair Bolsonaro (atualmente sem partido) deve “bater o martelo” sobre a prorrogação ao auxílio emergencial até amanhã (21/08).

Também, o governo deverá se posicionar sobre alterações nos valores e período desta extensão. Vale ressaltar que, hoje, cada parcela do auxílio paga R$ 600. Ou, então, R$ 1.200 para mulheres chefes de família.

Prorrogação do auxílio emergencial

A equipe econômica governo vem defendendo que a extensão do auxílio seja feita com valores menores que R$ 600. Enquanto isso, parlamentares de partidos diversos querem a prorrogação do benefício com os valores mantidos.

De acordo com declarações de Bolsonaro, o valor de R$ 600 é alto. No entanto, ele alega que R$ 200 é pouco. Então, o presidente acredita que é possível chegar a um “meio termo”.

Assim, conforme fontes, o valor seria de R$ 300. Porém, não há confirmação oficial dos valores.

“Hoje tomei café da manhã com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Tratamos deste assunto. Os R$ 600 pesa muito para a União, porque é endividamento. E se o país endivida, você perde credibilidade.”, disse o presidente, sobre prorrogação do auxílio. 

Diversos especialistas já se manifestaram sobre a prorrogação do auxílio. Por exemplo, o economista Ricardo Balistiero fala que a continuação do programa é fundamental para o país.

O especialista ainda acredita que há muita politicagem em torno desta questão. “Sem dúvida, é importante manter o auxílio. Porém, o governo, percebeu que não é possível continuar com o atual valor. Portanto, para manter a popularidade, agora, pretende estender o auxílio.”, opinou o economista, para o jornal Folha de Vitória.

Calendários do auxílio

Enquanto isso, os calendários do benefício seguem. Por exemplo, receberão a partir desta quinta-feira (20/08) os inscritos no Bolsa Família e no Cadastro Único.

Os cidadãos beneficiários do Bolsa Família tem um cronograma próprio, de acordo com o número do NIS (Número de Identificação Social). Assim, aqueles cujo número do NIS tem final 3 e 4 receberão a 5 ª parcela do auxílio nos dias 20 e 21/08, respectivamente.

Já, os nascidos em novembro e inscritos no Cadastro Único (que não recebem o Bolsa Família), por exemplo, receberão a 4 ª parcela. O recebimento será por meio de depósito na poupança digital no dia 21/08. (Brasil 123)

Mais lidas

Helicóptero chega para socorrer vitimas dentro de carro em chamas na BR040

Um acidente de grandes proporções, envolvendo um caminhão e um carro, deixa a BR 040 totalmente travada nós dois sentindo.

Governo autoriza reabertura de escolas de Lafaiete e região. Veja as cidades

Governo do Estado permitiu que todos os municípios contidos na "onda verde" do programa Minas Consciente retomem as atividades presenciais