Representantes da AMALPA participam do Congresso de Desenvolvimento Regional

13
Claudionei, Anderson e Celinho/Divulgação

No dia 03/04, o Presidente da AMALPA e Prefeito de Queluzito Célio  Pereira de Souza juntamente com o Secretário Executivo da AMALPA  participaram do 1º Congresso de Desenvolvimento Regional, realizado  pelo Instituto Federal de Minas Gerais – IFMG na cidade de Congonhas.O mesmo dará sequência nos dias 04 e 05 e tem o intuito de integrar os  empreendedores, as empresas e instituições onde promove a troca de  experiências e fomenta a discussão do panorama econômico em torno do  Alto Paraopeba. O evento conta com o apoio e participação da AMALPA,  SEBRAE, FIEMG, UFSJ, PROEX, CODAP, GEOPARK. Além das empresas, Gerdau,  CSN, Ferrous, Sotreq, entre outros.O Presidente Célio, deu sua palavra na abertura: “Gostaria de  cumprimentar à todos da mesa e agradecer principalmente a Priscila,  pelo convite para a AMALPA onde participamos desse Congresso  juntamente com o IFMG, cumprimentar às demais autoridades, convidados  e alunos. Gostaria de falar um pouco sobre a importância desse

Claudionei, Celinho, Celso e Aristides/Divulgação

Congresso, nós estamos passando por uma crise econômica desde 2014 que  desencadeou uma crise política, ética e moral, onde políticos e  responsáveis com ações impensadas com falta de planejamento e  desenvolvimento sustentável que causou essa crise que estamos  passando. Mas devemos analisar que é também um momento positivo, de  oportunidade, que é na crise que surgem as oportunidades de  crescimento, onde as empresas despertam novos interesses e buscam a  instalação para estar gerando e renda. E para os alunos, é um momento  muito importante de suas vidas, que muitas das vezes os alunos deixa  passar essa oportunidade de aprendizado e conhecimento e experiência,  porque é aqui na escola que é o momento de vocês estarem se preparando  para o futuro, diante de tantas incertezas como: o que eu vou fazer?  onde eu vou trabalhar? vou arrumar emprego onde? tem também despertar  pela alternativa, pelo plano B, que é o empreendedorismo, você criar a  oportunidade. Nós fizemos um planejamento estratégico, aproveito a  oportunidade para agradecer ao SEBRAE-MG, onde atenderam nosso  município de Queluzito com treinamento estratégico para o  desenvolvimento econômico da nossa cidade e também com curso de  empreendedorismo na educação que veio muito a calhar. Então meus  amigos, aproveitem que a oportunidade de vocês vão chegar, os  empresários buscam no seu colaborador aquele que vai dar o melhor  resultado na sua empresa, ninguém quer alguém mais ou menos, ele quer  o melhor. Ele vai chegar perto do diretor e do professor, e pegar o  melhor aluno daquela sala. O IFMG veio para nossa região para somar,  não se constrói desenvolvimento sustentável sem uma escola de  qualidade, sem um aprendizado de qualidade, é através das instituições  de ensino que você desenvolvem profissionais de qualidade da nossa  região. Gostaria de colocar a AMALPA à disposição do Instituto, dos  professores e alunos se quiserem conhecer e participar com a gente na  reunião da

Anderson, Claudionei e Celso Roberto/Divulgação

AMALPA no próximo dia 06, na cidade de Moeda.”O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e  Tecnologia, Christian Souza Costa, representando o prefeito de  Congonhas José de Freitas Cordeiro, enfatizou a importância do  Congresso: “Esse evento é interessante por dois motivos, porque além  de valorizar e discutir aspectos fortes da economia local, que são  mineração e siderurgia, ele se propõe a apontar novos caminhos.  Momentos como este são fundamentais para propormos novas estratégias”.Segundo o diretor-geral do IFMG, Joel Martins, o objetivo do Congresso  é articular a região para que se cumpra objetivos de desenvolvimento.  “Entendemos que esse trabalho só pode ser feito se tiver o  envolvimento de todos, com a abertura das entidades privadas e a união  das entidades públicas”, completou.Para o diretor-técnico do SEBRAE, Anderson Cabido, é importante os  municípios debaterem os processos de desenvolvimento regional. “O  desenvolvimento econômico é que ajuda a gerar riqueza, emprego e renda  e faz com que a região se desenvolva em outros aspectos. O SEBRAE está  como parceiro, como uma organização que atua no Estado e no Brasil. Na  nossa região não poderia ser diferente. É a força de todo mundo  tentando gerar uma convergência que acelere esse desenvolvimento tão  esperado e aguardado”, pontuou.O representante da FAPEMIG, Evaldo Vilela, que também ministrou uma  palestra: “Esse congresso, com a juventude presente, realizada dentro  de uma instituição de ensino, pesquisa e extensão, traz um alento.  Precisamos enfatizar essa necessidade de andarmos rápido porque o  mundo hoje não espera. Isso não é simples porque depende das pessoas  abrirem mão do seu protagonismo único. Temos que colaborar para  competir. A tônica é todo mundo contribuir para uma construção  coletiva, rápida, eficiente e que traga desenvolvimento”, explicou.O Presidente da AMALPA e Prefeito de Queluzito Célio Pereira  aproveitou a oportunidade para visitar os stands que estavam em  exposição no Congresso e aprendeu a fazer uma armadilha para o  mosquito da dengue: “É uma armadilha fácil e simples de fazer. Quero  aprender para levar para as escolas. As crianças podem se divertir e  se protegerem das picadas dos mosquitos e consequentemente das doenças  que podem causar.”

Público presente/Divulgação