Susto e desespero: bombeiros salvam criança de 3 anos afogada em piscina

12

 

apesar de estar grávida, a mãe seguiu todas as orientações repassadas pelo militar juntamente com seus familiares que estavam em casa/REPRODUÇÃO

Na tarde desta terça-feira, (7), o Corpo de Bombeiros de Barbacena foi acionado por volta de 13:30 horas, através do telefone 193, onde uma mãe desesperada informou ao cabo Rogério Reis que sua filha de 3 anos estava em seu colo após ter sido retirada da piscina da casa onde a criança havia se afogado. A mãe relatou ainda que a menina estava inconsciente e com os lábios roxos.

Imediatamente o cabo repassou a mãe, orientações de como proceder, dizendo para ouvir as instruções e repassá-las a um familiar no local. Foi orientado colocar a criança ao solo e efetuar pequenas massagens compressivas no peito e observar se menina voltasse a respirar normalmente e expelir água de seu peito.
Embora apavorada e apesar de estar grávida, a mãe seguiu todas as orientações repassadas pelo militar juntamente com seus familiares que estavam em casa, procedendo rigidamente aquilo que instruído. Nesse intervalo, o militar conseguiu também obter o endereço e a localização exata  da residência, sendo acionada a equipe da ambulância comandada pelo sargento Celso tendo ainda os cabos Alex e Neves como componentes da guarnição que em menos de 3 minutos chegaram ao bairro Novo Horizonte.
Piscina onde criança de 3 anos se afogou/REPRODUÇÃO

Na casa eles avistaram a criança na garagem sendo amparada no colo de seus familiares. Embora apresentava os lábios ainda arroxeados, devido ao tempo em que se afogou na piscina de fibra de sua casa que possui cerca de 1,40 metros de profundidade, a criança voltou a respirar e precisou urgentemente de socorro médico.

A guarnição resgatou a criança na ambulância, ministrando suporte básico de vida com oxigeno terapia e manobras para que a menina expelisse a água, vindo também a ter vômitos. Do bairro Novo Horizonte até a Santa Casa de Misericórdia foram cerca de 2 minutos de transporte na ambulância dos bombeiros onde a criança deu entrada no setor pediátrico sendo recebida pela equipe médica de plantão. A mãe, de 26 anos se encontra com a menina no Hospital.