Acusado de estuprar jovem em BH após show é condenado a 10 anos de prisão

Segundo a decisão, réu confessou que teria abusado sexualmente da vítima duas vezes, antes de abandoná-la em campo

O homem acusado de estuprar uma jovem após ela sair de um show de pagode em Belo Horizonte foi condenado a 10 anos, 8 meses e 10 dias de prisão em regime fechado.

A decisão é do juiz Areclides José do Pinho Rezende, da 10ª Vara Criminal de Belo Horizonte. O despacho foi publicado neste domingo (25). O caso aconteceu no dia 30 de julho de 2023, no bairro Santo André, na região noroeste da capital mineira, quando a vítima tinha 22 anos.

O despacho indica que Wemberson Carvalho da Silva assumiu ter abusado sexualmente da vítima duas vezes, antes de abandoná-la em um campo de futebol na região onde ela morava. Ele havia encontrado a jovem desacordada em frente à casa dela, durante a madrugada. Um circuito de segurança flagrou o homem carregando a vítima até o local ermo.

Os advogados da vítima classificaram a pena como “baixa” e afirmaram que vão recorrer da decisão.

O processo também pedia a condenação do motorista de carro de aplicativo que transportou a jovem e a deixou, desacordada, na calçada da casa dela, onde ela foi encontrada pelo estuprador. O juiz reconheceu o delito de abandono de incapaz e determinou que o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) avalie acordo com o condutor, conforme prevê a lei.

O amigo da vítima, que estava com ela no show e a colocou no carro de aplicativo, foi inocentado. Já o motociclista que ajudou o motorista do carro de aplicativo a retirar a vítima do veículo ainda não foi julgado, já que o processo dele foi desmembrado por ele morar em outro estado.

Procurada, a defesa de Silva informou que não vai se manifestar, já que o caso segue em segredo de Justiça. O R7 tenta contato com os advogados dos demais réus.

FONTE R7

Saiba quem Layze Stephanie, jovem que teve o corpo queimado na Grande BH

Jovem de 21 anos foi encontrada na noite de segunda-feira (19/2) às margens da BR-040, próximo a Pedro Leopoldo, na Grande BH, com 90% do corpo queimado

Layze Stephanie da Silva tinha 21 anos quando foi encontrada com 90% do corpo queimado às margens da BR-040, próximo a Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite dessa segunda-feira (19/2). A jovem era mãe de duas crianças, de 3 e 6 anos. Ela cresceu no Bairro Pindorama, na Região Noroeste da capital. De acordo com a Polícia Militar, Layze foi sequestrada no domingo (11/2) de carnaval e estava sendo mantida em cárcere privado por um namorado.

Ao Estado de Minas, a mãe da jovem contou que desde os 12 anos a filha “começou a dar trabalho” ao se envolver com pessoas “ruins” e a usar drogas. Mais velha, ela chegou a morar com o pai de seus filhos, mas o relacionamento não deu certo.

O último relacionamento de Layze teria sido com o homem preso, suspeito de matá-la. Segundo a mãe dela, a jovem o apresentou à família na sexta-feira (9/2), antes do carnaval. Os dois teriam ficado na casa até o domingo (11/2), quando ela saiu com o homem e não voltou.

“Tem umas duas semanas que ela trouxe esse cara aqui em casa para a gente conhecer ele. Apresentou ele para o pai dela como namorado. Ele disse que iria se casar com ela. Eles ficaram aqui em casa de sexta-feira a domingo”, conta a mãe.

Pelas redes sociais, uma amiga da jovem lamentou o fato. “Me pediu conselhos e conversamos tanto. Que Deus te dê um bom lugar”, escreveu a mulher.

Desaparecimento

Layze foi encontrada na noite dessa segunda-feira (19/2), às margens da BR-040, em Pedro Leopoldo, na Grande BH, por um caminhoneiro que passava pelo local. Ela estava com 90% do corpo queimado, chegou a ser encaminhada para o Hospital João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos. Conforme boletim de ocorrência, a jovem também foi esfaqueada.

A família da vítima estava sendo chantageada e perseguida, para pagar mais de R$ 30 mil para que a jovem fosse libertada. O suspeito, que havia se apresentado como seu namorado, alegava que estava com uma dívida com traficantes da região e só a soltaria quando o valor fosse pago.

O homem, de 36 anos, identificado apenas como Rogério, é natural do Mato Grosso e tem passagens pela polícia por tráfico internacional de drogas. Ele estava com documentos falsos e, ao ser abordado na noite que a jovem foi encontrada, não apresentou resistência. No entanto, o homem nega que tenha participação na morte da namorada, afirmando que a teria deixado no bairro em que morava com a mãe.

Em conversa com os policiais, o suspeito confessou que teve relações sexuais com a jovem horas antes do crime e que deixou o celular dela como garantia de pagamento por usar o quarto de um motel. Além dele, uma mulher de 34 anos também foi presa. Ela disse que os dois tinham uma dívida com o tráfico e que precisavam do dinheiro para quitar os valores.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que na noite de ontem, assim que acionada, deslocou uma equipe da perícia oficial ao local do crime, onde foram realizados os primeiros levantamentos e a coleta de vestígios. “Outras informações poderão ser repassadas após a finalização dos procedimentos de polícia judiciária”, disse a PC.

FONTE ESTADO DE MINAS

PCMG prende jovem que espalhava terror

Na manhã desta sexta-feira (16/2), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Tiradentes, no Campo das Vertentes, desencadeou uma operação e apreendeu um adolescente, de 17 anos, investigado em diversos procedimentos policiais.

Segundo as investigações, o jovem é suspeito de envolvimento em atos infracionais análogos aos crimes de tráfico de drogas, extorsão e homicídio. O delegado responsável pelas apurações, Deyvis Andrade, esclareceu que a Justiça expediu a internação provisória do adolescente, conforme determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e ele deverá ser encaminhado a estabelecimento apropriado para o cumprimento da medida socioeducativa.

Equipe apreendeu o adolescente e arrecadou no imóvel materiais de interesse às investigações.

“Existem várias informações de que o adolescente vinha espalhando o medo onde morava, intimidando vizinhos e ameaçando os próprios usuários de drogas com quem ele se relacionava”, acrescentou Andrade.

O adolescente foi apreendido em casa e, durante as buscas, foram arrecadados materiais de interesse às investigações.

Equipe:

Chefe do 13º Departamento em Barbacena, Alexsander Soares Diniz.
Delegado regional Luiz Carlos Ferreira Pires.
Delegado Deyvis Andrade.
Escrivão Márcio Juliano.
Inspetor Fernando Arlindo Nunes.
Subinspetor William Pires Melo.
Investigadores Leandro César, Marina Maciel, Reggiane Leite, Marilene do Nascimento, Éder Bonicini, Thiago Barbosa, Rômulo Nunes, Rubens Filho, Arthur Matta e Felipe Cardoso.

Veja 8 carros populares dos anos 80 e 90 que todo jovem queria ter

O desejo dos jovens dos anos 80 e 90 era ter um carro. Alguns queriam o Chevrolet Corsa GSI, outros o Dodge Dakota e o muitos o XR3

Os jovens dos anos 80 e 90 também tinham sonhos e desejos. Eram alegres e felizes, estavam sempre reunidos com a turma. E na roda de conversa sempre aparecia um assunto comum a todos – o desejo de ter um carro. Alguns queriam o Chevrolet Corsa GSI, outros o Dodge Dakota. No entanto, o mais desejado era o Honda Civic.

Preparamos uma lista dos carros mais amados pelos brasileiros nos anos 80 e 90. Será que um deles iria agradar a turminha de hoje em dia?

1. Chevrolet Corsa GSI 

Chevrolet Corsa GSI / Foto: Julio Cesar Guimarães / O Globo

O Chevrolet Corsa GSi é uma versão desportiva do popular modelo Corsa. Foi lançado em 1994 como substituto do Chevette. Era movido pelo motor Ecotec X16XE 1.6, com quatro válvulas por cilindro, injeção eletrônica multiponto sequencial e taxa de compressão de 10,5.

Tinha uma velocidade máxima de 195,2 km/h em quinta marcha. Apesar do seu desempenho, o Corsa GSi era um carro econômico, com um consumo médio de combustível de 14,1 km. Seu design exterior era sóbrio e discreto, com frisos na cor da carroceria nos para-lamas, para-choques, saias laterais, retrovisores, grade dianteira e spoiler traseiro.

2. Chevrolet Omega CD 

Chevrolet Omega CD / Imagem Chevrolet / Divulgação

O Omega foi lançado em 1986 pela Opel, uma subsidiária da General Motors na Alemanha, tendo sido produzido na fábrica de Rüsselsheim até o ano de 2003 e exportado para vários países, inclusive sob as marcas Vauxhall Carlton e Cadillac Catera.

Uma versão esportiva do modelo também foi produzida em série limitada sob a marca Lotus, que na época também pertencia ao grupo GM, durante o segundo semestre de 1990, para o mercado europeu.

Em 1992 foi apresentado ao mercado brasileiro pela Chevrolet, produzido pela montadora na cidade de São Caetano do Sul, no estado de São Paulo.

Seu lançamento introduziu tecnologias inexistentes nos demais carros nacionais daquela época. Dentre suas qualidades, destacava-se o bom desenho aerodinâmico, a performance, a segurança, o conforto e a qualidade empregada no acabamento.

3. Dodge Dakota 

Dodge Dakota / Imagem de SóCarrão

O Dodge Dakota foi produzido no Brasil entre junho de 1998 até abril do ano 2001 pela Dodge em Campo Largo – PR, região metropolitana de Curitiba. A versão produzida no Brasil corresponde à segunda geração das Dakotas americanas, que foi a geração de mais sucesso naquele país, quebrando vários recordes de vendas.

4. Fiat Tempra Turbo

Fiat Tempra Turbo / Foto: Auto Esporte

O Fiat Tempra Turbo é um carro de médio porte produzido pela Fiat em 1990. Era movido por motor 2.0 8v com turboalimentador Garrett T3, que produz 165 cavalos de potência e 26,5 mkgf de torque. O que permitia que o carro acelerasse de 0 a 100 km/h em 8,2 segundos, com velocidade máxima de 220 km/h.

Suas características eram a de um sedã com linhas quase retilíneas, com traseira curta e elevada, típica dos italianos da época.

O veículo deixou sua marca na indústria automotiva por seu desempenho e design. Você pode encontrar carros Fiat Tempra Turbo usados ​​à venda em diversas plataformas online.

5. Ford Escort XR3 

Ford Escort XR3 / Foto: Renato Bellote

O Escort foi um carro produzido pela Ford do Brasil a partir de 1983, inicialmente com um formato mais retilíneo. Baseado na III geração do Escort Europeu (Mk3), foi lançado para substituir o Ford Corcel II, a 2ª geração do carro, representando o segmento de carros médios da Ford no Brasil. O XR3 era o sonho de consumo dos jovens dos anos 80.

Em abril de 1985 surgia a versão XR3 conversível (cabriolet), primeiro conversível nacional fabricado com o aval de uma grande fábrica (antes deste modelo apenas o Volkswagen Karmann Ghia havia sido fabricado nesta configuração no Brasil).

No final de 1989, o acionamento da capota conversível passou a ser por comando eletro hidráulico, o que fez o XR3 ser mais desejado ainda pela turminha jovem daquele ano.

6. Ford Fiesta CLX 

Ford Fiesta CLX / Imagem de Divulgação

O Fiesta é um hatchback produzido pela Ford de 1976 a 2023. Atualmente, se encontra em sua sétima geração (oitava geração no Reino Unido). O Fiesta é um projeto global, tendo sido fabricado e comercializado em vários lugares do mundo. Foi comercializado na Europa, América, Ásia, Oceania e África.

O Fiesta foi descontinuado em junho de 2023, após 20 milhões de unidades terem sido produzidas.

Entre 1976 a 1986, o Fiesta seguia a tradição Ford de transmissão manual de quatro velocidades. O motor era o OHV Ford Kent, apelidado de “Valência” e desenvolvido especialmente para o novo carro. Para cortar custos e acelerar o processo de desenvolvimento, a cadeia cinemática do Fiesta foi testada em modelos Fiat 127.

O hatch chegou ao Brasil em 1995 já na terceira geração por importação da Espanha. Na época, o Fiesta já era vendido com duas ou quatro portas.

A quarta geração do carro com farol “redondinho” começou a ser fabricado no Brasil, com  a abertura da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP).

7. Honda Civic 

Honda Civic / Imagem de Divulgação

A primeira geração do Civic foi fabricada entre 1972 e 1979 com carroceria de duas portas (cupê), três e cinco portas (hatchback) e quatro portas (sedã). Já no final dos anos 1960, a marca começou a apostar na criação de modelos de maior porte, para brigar em segmentos superiores do mercado.

Era equipado com um motor 1.2 refrigerado a água, tinha freios a disco na dianteira, bancos de vinil reclináveis, painel que simulava madeira e rádio AM/FM e ar condicionado opcional.

Em 1975, passou a contar com motor CVCC que tinha design de cabeçote que permitia a realização de uma combustão mais eficiente em relação a maioria dos motores da época. 

Em 1976, foi lançado um modelo que usava como base a carroçaria “Hatchback” duas portas do Civic chamado Accord.

8. Volkswagen Logus Wolfsburg 

Volkswagen Logus Wolfsburg / Imagem de Divulgação

O Volkswagen Logus Wolfsburg Edition é um dos carros mais populares do mundo. Foi lançado em março e foi uma das últimas atualizações significativas da linha Logus antes da dissolução da parceria entre VW e Ford.

O Wolfsburg Edition 2.0 foi um modelo de destaque na linha Logus, apresentando design semelhante ao Pointer, com faróis mais largos. A produção do Logus foi encerrada em dezembro de 1996.

O Volkswagen Logus, de 1993, tinha como missão superar o fracasso comercial do VW Apollo, modelo pouco aceito pelo mercado devido ao fato de ser um simples clone do Ford Verona. 

O carro contava apenas com versões duas portas, o que lhe dava uma certa esportividade, assim como evitava uma briga interna, pois a Ford já tinha um sedan quatro portas pronto para ser lançado, no caso, o Verona. 

Para os padrões da época, era um carro moderno, com uma aerodinâmica notável até então: coeficiente aerodinâmico (Cx) de 0,32, um dos mais baixos índices daquele ano.

O lançamento do Volkswagen Logus aconteceu em março de 1993 e inicialmente era oferecido nas versões CL, GL e GLS. A primeira (básica) trazia poucos equipamentos de série com motores carburados de 1,6 litros (de origem Ford, o AE-1600) e de 1,8 (esse sim Volkswagen, o AP-1800). A intermediária GL tinha alguns acessórios a mais, como vidros verdes, rádio e espelho no para-sol. 

FONTE MEU VALOR DIGITAL

Violência: homem morre baleado e jovem fica ferido em plena sexta-feira de Carnaval em Lafaiete

Polícia Militar foi acionada na tarde do dia 9 de fevereiro, no bairro São Benedito onde haveria uma vítima, alvejada por um disparo de arma de fogo, no local foi constatada a veracidade dos fatos, em prosseguimento foi comprovado que um indivíduo de 41 anos veio a óbito no local e que haveria mais uma vítima, de 23 anos, que teria deixado o local, sendo esta localizada já em procedimentos cirúrgicos no hospital Bom Jesus na cidade de Congonhas.

Cabe ressaltar que o fato não teve qualquer relação com as festividades de carnaval.

A polícia segue em rastreamento e levantamento de informações.

Bombeiros localizam jovem desaparecido

Ele sumiu durante a tarde deste domingo

Na tarde do dia 04 de fevereiro de 2024, uma guarnição de bombeiros junto a uma equipe da Guarda Civil Municipal de Barbacena realizou buscas de um adolescente de 15 anos. Ele havia se perdido na zona rural de Antônio Carlos (Campolide).

Sua família, ao perceber que ele não retornava, iniciou as buscas por conta própria e, após algumas horas sem sucesso, entrou em contato com o Corpo de Bombeiros e solicitou apoio.

No início da noite, cerca de 1 hora e meia após a chegada da guarnição de bombeiros e da equipe de apoio da Guarda Municipal, a vítima foi encontrada em uma estrada próxima ao local em que tinha sido visto pela última vez. Populares o identificaram e entraram em contato com as equipes presentes.

O reencontro com a família
foi uma cena emocionante e a melhor recompensa para todos os envolvidos na busca.

Equipe de Salvamento que atendeu a ocorrência: Sargento Edson Silva, Cabo Damião e Soldado Santos.

Bombeiro, o amigo certo nas horas incertas

193: Esse número salva vidas

Terminam hoje (20) as inscrições para o Programa Jovem Aprendiz da Vale em Minas Gerais; veja como se candidatar

Estão abertas até 20 de janeiro, as inscrições para o Programa Jovem Aprendiz da Vale. São 351 vagas para Minas Gerais, distribuídas entre Belo Horizonte, Brumadinho, Barão de Cocais, Governador Valadares, Nova Lima, Itabira, João Monlevade, Mariana, Ouro Branco e São Gonçalo do Rio Abaixo, e regiões listadas no link das inscrições. Uma das portas de entrada para a Vale, o programa oferece aprendizagem prática e teórica em diversas áreas em parceria com instituições de ensino e tem o objetivo de contribuir com o crescimento profissional de jovens. As pessoas interessadas podem ver a distribuição das vagas por município e fazer a inscrição pelo site www.vale.com/jovemaprendiz .

Para se candidatar é preciso ter de 18 a 21 anos e ensino médio completo. No caso de pessoas com deficiência não há limite de idade para se inscrever. O programa terá a duração de até dois anos, de acordo com a formação, e os candidatos devem residir na localidade onde a vaga escolhida está sendo oferecida. A Vale busca pessoas que tenham vontade de aprender e disponibilidade para atuar em jornada de quatro, seis ou oito horas diárias, de acordo com a proposta do negócio. Os candidatos também precisam ter o esquema completo de vacinação contra Covid-19 (adequado para a idade) e estar com a vacina da febre amarela em dia.

De acordo com Joana Mello, gerente de Aquisição de Talentos na Vale, a juventude é parte essencial da transformação cultural da empresa, pois ajuda a ampliar a diversidade e traz novas visões e soluções. “Queremos estar ao lado dessas pessoas durante todo o aprendizado do primeiro emprego, ajudando a promover seu crescimento profissional e aprimorando suas habilidades. Acreditamos que, desta forma, podemos contribuir com o desenvolvimento das comunidades onde a Vale atua e incrementar a diversidade dentro da empresa”, complementa.

O programa Jovem Aprendiz é uma das iniciativas que solidifica a intencionalidade da empresa de apoiar e participar de ações de ampliação de oportunidades de formação, trabalho e renda para a juventude brasileira | Crédito: Gustavo Baxter

Processo seletivo

Todas as etapas são eliminatórias e online, incluindo prova, dinâmica de grupo e avaliação psicológica. Os participantes que avançarem na seleção ainda participarão de painel virtual com gestores e, depois, exames médicos admissionais e entrega de documentos, incluindo cartão de vacinação com comprovação de imunização contra Covid-19 e febre amarela.
A Vale acredita que os jovens têm um importante papel de influência na sua jornada de transformação cultural e o programa Jovem Aprendiz é uma das iniciativas que solidifica a intencionalidade da empresa de apoiar e participar de ações de ampliação de oportunidades de formação, trabalho e renda para a juventude brasileira.

Benefícios

Os selecionados terão direito a bolsa-auxílio com valor partir de R$900,18, assistência médico-hospitalar, seguro de vida, transporte ou vale transporte, programa de assistência ao empregado e incentivo à atividade física. Além disso, aos contratos que ofertarão fase prática na empresa durante esta etapa, o programa oferece vale-alimentação e vale-refeição ou alimentação na empresa (quando aplicável).

Serviço

Programa Jovem Aprendiz
Inscrições: 8 a 20 de janeiro de 2024
Vagas nos estados do Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará e Rio de Janeiro.
Inscrições em www.vale.com/jovemaprendiz

Jovem morta em acidente trágico na BR 040 é sepultada em meio a dor e comoção

Foi sepultado na manhã de hoje, 05/01, com grande comoção, na Capela Santo Antônio no Joaquim Murtinho, em Congonhas (MG), o corpo de Daiana Fábia Medeiros, vítima do gravíssimo acidente ocorrido na tarde de quarta-feira, 03/01. O carro que Daiana estava bateu fortemente na traseira de uma carreta no Km 589 da BR 040, próximo ao Belvedere Lanches. Chovia muito no momento do acidente. Daiana morava no Bairro Paulo Sexto em Conselheiro Lafaiete. (Fato Regional)

Jovem morta em tragédia na BR 040 será sepultada nesta manhã (19)

Será sepultada hoje (19) às 9:00 no Cemitério Novo de Queluzito (MG) o corpo de Sarah Pereira Dias Augusto.

Ontem (18) ela e seu esposo deslocavam-se em uma moto pela BR 040 no trevo do Paulo VI em Conselheiro Lafaiete quando se envolveram em um acidente com um carro.

Ela faleceu no local. Sarah trabalhava em uma loja no centro de Lafaiete. A vítima completou 34 anos do dia 2 de dezembro.

A morte prematura comoveu amigos e familiares já que ela era uma pessoa estimada pelos seus valores, alegria e companheirismo.

O céu está em festa.

Jovem oferece celulares suspeitos a turistas pelas ruas e acaba preso

Aparelhos e mais de R$ 1 mil (de origem duvidosa) foram encontrados na casa dele.

Na tarde do dia 13/12, segundo a Polícia Militar (PM), um jovem de 24 anos, morador do bairro São Cristóvão, em Ouro Preto (Região Central de Minas), estava abordando transeuntes e turistas na cidade histórica, oferecendo pelas ruas aparelhos celulares. Ele acabou sendo preso.

Localizado em casa pela PM, foram encontrados no local três celulares e R$ 1.073 em moeda corrente.

O jovem não conseguiu comprovar a origem do dinheiro e foi constatado, após consulta realizada pelos militares, que um dos telefones se encontrava com impedimento por furto/roubo.

O autor – que tem 24 anos – foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram entregues o dinheiro e celulares apreendidos pela Polícia Militar.

FONTE RADAR GERAL

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.