Veja as profissões que pagam mais de R$15 mil por mês

Muitos estudantes buscam profissões que oferecem salários mais altos, como forma de garantir estabilidade financeira e qualidade de vida

 

FONTE DOL

5 profissões bombando em 2024 que pagam mais de R$ 20 mil

As profissões que estão bombando em 2024 e que pagam altos salários devem estar no radar de quem ainda não se decidiu sobre a escolha da carreira.

No cenário econômico que está em constante evolução, algumas profissões se destacam como verdadeiras tendências no mercado de trabalho, oferecendo não apenas excelentes oportunidades, mas também remunerações significativas.

Por isso, selecionamos cinco carreiras que estão bombando em 2024 e pagam salários acima de R$ 20 mil mensais.

Se você acabou de se formar no Ensino Médio e está indeciso sobre a escolha da sua futura carreira ou simplesmente procura uma recolocação profissional, acompanhe-nos até o fim da leitura para conhecer os cargos que prometem um futuro promissor.

Profissões bombando em 2024

1. Cientista de Dados

Um Cientista de Dados é o profissional responsável por coletar, analisar, interpretar e gerir um imenso volume de informações extraídas da internet com o objetivo de obter insights que podem ser úteis na tomada de decisões das empresas.

Ele precisa combinar as suas habilidades nas áreas de Programação, Estatística, Matemática e Inteligência Artificial para resolver problemas complexos.

Empresas do ramo de Tecnologia, Telecomunicações, Finanças, bem como startups e bancos digitais, são as principais contratantes do mercado.

O salário mensal, segundo o site Glassdoor, pode chegar a R$ 23,3 mil, dependendo das competências técnicas, bagagem curricular e porte da organização.

2. Engenheiro de Dados

O  Engenheiro de Dados desempenha um papel fundamental na gestão e otimização do ciclo de vida dos dados em uma organização.

Ele é o responsável por projetar, construir e manter sistemas de processamento de dados e infraestruturas de armazenamento que viabilizem o fluxo eficiente das informações.

Se você tem afinidade com essa promissora área, gosta de Ciências Exatas e de lógica de programação, pode se dar bem financeiramente. Empresas do ramo de Tecnologia sempre têm vagas em aberto para esse cargo.

Segundo o site Catho, a remuneração mensal de um Engenheiro de Dados pode chegar a R$ 25,2 mil, dependendo das suas habilidades na função, tempo de experiência e porte da organização contratante.

3. Cirurgião Plástico

Essa é uma das profissões mais prestigiadas do mercado. O Cirurgião Plástico realiza cirurgias estéticas e reconstrutivas para melhorar a aparência física ou corrigir deformidades, e avalia pacientes para determinar a viabilidade e os objetivos da cirurgia.

Ademais, esse profissional desenvolve planos de tratamento personalizados com base nas necessidades e desejos do paciente, além de realizar procedimentos cirúrgicos com precisão e segurança, seguindo os protocolos médicos adequados.

Quem tem familiaridade com a área de Medicina e está disposto a estudar bastante, essa carreira é bastante promissora e possui uma alta demanda.

De acordo com o site salario.com.br, os ganhos mensais de um Cirurgião Plástico podem ultrapassar os R$ 30 mil, dependendo do seu nível de experiência, das competências na função, do número de cirurgias realizadas no mês e da cidade.

4. Gerente de Planejamento e Análise Financeira

O Gerente de Planejamento e Análise Financeira exerce um papel fundamental na orientação das atividades financeiras de uma organização, atuando como peça-chave para o desenvolvimento e implementação de estratégias robustas em relação às finanças empresariais.

Na verdade, essa função é vital para o sucesso de uma empresa em seu mercado de atuação. Se você gosta da área de Finanças e está pensando em se graduar no curso Economia, pode investir nesse objetivo.

A remuneração mensal de um Gerente de Planejamento e Análise Financeira com mais de dez anos de experiência e que trabalha em uma multinacional, por exemplo, pode chegar a R$ 27,4 mil, segundo o site Glassdoor.

5. Diretor de Serviços

Esse profissional é o responsável por liderar uma equipe dedicada à prestação de serviços de alta qualidade aos clientes de uma organização, garantindo que as expectativas sejam atendidas ou até mesmo superadas.

O objetivo, claro, é promover a satisfação do cliente e a inovação na oferta de serviços. Em algumas empresas, o Diretor de Serviços também pode ser responsável pela gestão de relacionamentos com clientes importantes e identificação de oportunidades de expansão dos negócios.

Quem acha que tem as competências comportamentais para atuar nessa função com maestria, poderá ter um salário de até R$ 24,6 mil por mês, de acordo com o site Indeed.

 

FONTE CONCURSOS NO BRASIL

15 países do mundo que te pagam para morar lá

Se você está pensando em mudar sua vida, porque não aproveitar as oportunidades oferecidas por outros países

Você já pensou em se mudar para outro país? Independente da sua resposta, não dá para negar que mudar de país te trará novas experiências únicas e transformadoras. Contudo, a boa notícia é que nem tudo precisa ser um processo caro, burocrático e assustador.

Isso porque, existem alguns países que lhe pagam muito bem para se mudar para lá, não somente te pagam como oferecem diversos incentivos diferentes. O objetivo? Simples, atrair novos residentes em locais que os governos buscam expandir, o que inclui compensação financeira, incentivos fiscais e até mesmo pedaços de terra de graça.

Talvez você esteja pensando que quando a “esmola é demais” é preciso redobrar a atenção, contudo, muitos países oferecem incentivos pelos mais diferentes motivos, seja para aumentar a população de determinadas áreas, atrair trabalhadores qualificados, ou até mesmo para revitalizar suas zonas rurais.

Dessa forma, seja qual for o motivo de cada nação, o fato é que esses incentivos podem se tornar em uma excelente oportunidade para quem busca iniciar um novo capítulo em suas vidas e de suas famílias. A seguir, vamos conhecer 15 países que te pagam para morar lá.

Países que te pagam para morar lá

Explorar a possibilidade de viver em outro país pode ser uma aventura e tanto, especialmente quando certos destino estão dispostos a oferecer incentivos para atrair novos moradores. Essas iniciativas são oferecidas pelos governos para lidar com a escassez de habilidades específicas, a baixa natalidade e consequentemente declínio populacional, o fortalecimento de ecossistemas de startups e o enriquecimento do setor educacional.

Tais incentivos vão desde subvenções financeiras até benefícios fiscais, com o objetivo de motivar pessoas de todo o mundo a considerarem uma nova vida nesses lugares. Confira os países que oferecem essas possibilidade:

1. Anticítera, Grécia

Esta ilha grega oferece uma oportunidade única para pessoas interessadas em viver na rica história e cultura do Mediterrâneo, com a vantagem de estar entre os poucos habitantes da região.

Incentivo: Para revitalizar sua população em declínio, a Igreja Ortodoxa Grega propõe uma oferta tentadora: uma casa e um auxílio mensal de 500 euros por três anos para quem decidir se mudar para lá e contribuir para o crescimento da comunidade local.

2. Irlanda

A Irlanda proporciona a chance de viver uma vida única em uma de suas belas ilhas costeiras, combinando beleza natural com uma comunidade acolhedora.

Incentivo: Oferece até 84.000 euros para indivíduos e famílias que escolham estabelecer sua vida em uma das ilhas, incentivando a manutenção das tradições e a sustentabilidade das comunidades insulares.

3. Itália

O país é conhecido por sua rica cultura, culinária excepcional e paisagens deslumbrantes, de norte a sul.

Incentivo em Candela: Para combater o esvaziamento de suas charmosas cidades, a Itália, e em particular a cidade de Candela, está oferecendo até 2.000 euros para famílias que se mudarem para lá. Contudo, há um requisito de encontrar emprego localmente com um salário anual mínimo.

4. Suíça (Albinen)

Esta aldeia curiosa da Suíça procura por novos moradores para suas tranquilas e belas paisagens montanhosas.

Incentivo: Famílias dispostas a fazer de Albinen sua casa podem receber até 25.000 francos suíços por adulto e 10.000 por criança, com a condição de comprar uma propriedade e viver na vila por pelo menos uma década.

5. Portugal

Portugal, com suas cidades costeiras e com um idioma fácil para nós brasileiros acaba sendo um ótimo destino para empreendedores e estudantes.

Incentivo: O programa Startup Visa visa atrair fundadores de startups oferecendo vistos de longo prazo, acesso a incubadoras e apoio governamental.

6. Croácia (Legrad)

Esta tranquila cidade croata oferece um refúgio tranquilo e a oportunidade de integrar-se a uma comunidade acolhedora.

Incentivo: Legrad uma cidade da Croácia, tenta reverter sua severa queda populacional oferecendo casas quase que de graça e um incentivo adicional para renovação, focando em atrair jovens famílias para revitalizar a área.

7. Espanha (Ponga)

Em Ponga, uma cidade localizada nas Astúrias, o governo local adotou uma estratégia diferente para reverter a queda populacional, transformando-a literalmente no lugar perfeito para se começar uma nova vida, especialmente para jovens casais em busca de mudanças. Com menos de 800 habitantes, e uma porcentagem menor ainda de jovens, Ponga representa um retrato da zona rural espanhola em risco.

Incentivo: O município oferece 3.000 euros para jovens casais que decidam se estabelecer na vila, adicionando outros 3.000 euros por cada filho que nasça ou se mude para lá. Essa iniciativa tem como objetivo aumentar a população e consequentemente rejuvenescer a comunidade local.

Adicionalmente, o governo espanhol tem um programa Visto de Empreendedor, incentivando a inovação com até US$ 50.000 em financiamento, embora a estadia em Ponga exija um compromisso de pelo menos cinco anos.

8. Áustria

Conhecida por suas paisagens alpinas e rica cultura histórica, a Áustria está buscando atrair talentos globais, especialmente profissionais altamente qualificados que possam contribuir para sua economia dinâmica.

Incentivo: Através do programa Cartão Vermelho-Branco-Vermelho, a Áustria oferece apoio e financiamento, junto com bônus de relocação de alguns empregadores, para facilitar a mudança para o país. Esse cartão é uma porta de entrada para aqueles que buscam oportunidades de trabalho e uma vida de alta qualidade na Áustria.

9. Dinamarca

A Dinamarca é frequentemente citada como um dos melhores lugares para se viver, com um alto nível de felicidade entre os habitantes, sistemas de saúde e educação de excelência e um forte apoio ao empreendedorismo.

Incentivo: O programa Start-Up Denmark é um convite para empreendedores que desejam investir em startups no país. Embora não ofereça financiamento direto, facilita o acesso a subvenções e financiamento público, além de integrar os empresários aos generosos sistemas de segurança social e saúde do país.

10. Estônia

A Estônia tem se destacado como um dos países mais inovadores da Europa, com uma forte presença no setor de tecnologia e um ambiente acolhedor para startups.

Incentivo: O programa e-Residency oferece até US$ 50.000 em financiamento e um visto de um ano para empreendedores interessados em iniciar seus negócios no país, aproveitando a excelente qualidade de vida, educação gratuita e cuidados de saúde acessíveis que a Estônia oferece.

11. Chile

O Chile tem ganhado muito destaque América do Sul nos últimos anos como um hub de inovação e empreendedorismo. Com uma economia estável, baixa taxa de impostos, o país se tornou uma ótima opção para startups e negócios internacionais.

Incentivo: O programa Startup Chile é uma iniciativa pioneira que oferece até US$ 80.000 em financiamento, sem exigir participação acionária, além de um visto de um ano para empreendedores globais dispostos a lançar seus projetos no Chile.

12. Japão

O Japão está buscando estratégias para lidar com a queda populacional e envelhecimento demográfico com novas políticas de imigração e incentivos para trabalhadores estrangeiros qualificados.

Incentivo: O Programa de Revitalização Regional procura atrair pessoas para áreas rurais, oferecendo até US$ 10.000 em financiamento, juntamente com uma nova classe de visto de trabalho qualificado que permite renovações indefinidas, incentivando a longa estadia no país.

13. Canadá

O Canadá é um dos países mais conhecidos do mundo por sua abertura à imigração, diversidade cultural e elevada qualidade de vida. O país busca atrair talentos globais e empreendedores para impulsionar sua economia e inovação.

Incentivo: O programa Start-Up Visa Program do Canadá oferece um caminho para empreendedores que desejam estabelecer startups inovadoras no país, com financiamento de até US$ 50.000 e um visto de um ano.

14. Estados Unidos (New Haven, Connecticut)

New Haven oferece uma combinação única de herança histórica e inovação acadêmica, além de ser a cidade da renomada Universidade de Yale.

Incentivo: A cidade incentiva a mudança de famílias e profissionais através de um empréstimo sem juros de US$ 10.000 para a compra de casas, com bônus adicionais para funcionários públicos e investimentos em eficiência energética. Além disso, oferece mensalidades gratuitas para graduados de escolas públicas locais que escolham cursar o ensino superior.

15. Alasca

O estado do Alasca nos Estados Unidos oferece um estilo de vida único, cercado por natureza selvagem e comunidades acolhedoras.

Incentivo: Todos os residentes do Alasca que vivam no estado por pelo menos um ano e cumpram os requisitos de residência recebem um dividendo anual do Alaska Permanent Fund, cujo valor varia a cada ano.

 

FONTE MEU VALOR DIGITAL

Paixão vira profissão, sim: 7 carreiras para apaixonados por carros – e que pagam muito bem!

Conheça as sete profissões em ascensão para os amantes automotivos.

 

FONTE NEW MOTOR

8 profissões que ganham bem e não exigem experiência

Existem algumas profissões que não exigem nem mesmo experiência prévia e ainda sim, podem garantir excelentes salários

Para pessoas que estão entrando agora no mercado de trabalho, ou ainda que tenha passado por poucos empregos, poucos períodos de carteira assinada, conseguir um emprego pode ser uma tarefa desafiadora, principalmente porque a maioria das vagas coloca como exigência um tempo mínimo de experiência.

Contudo, como dito anteriormente, a maioria das vagas exige experiências, mas não todas. Dessa maneira, quem está buscando uma oportunidade de trabalho, mas tem pouca ou nenhuma experiência profissional, pode ser super interessante se voltar para as profissões que não exigem experiência.

É possível encontrar essas oportunidades que não exigem experiência em diversas áreas diferentes, e o melhor de tudo, existem ainda, boas oportunidades que garantem inclusive salários mais atraentes, para pessoas que mesmo que não tenham experiência prévia, tenham ao menos determinados conhecimentos.

Profissões que ganham bem e não exigem experiência

Certas profissões podem oferecer bons salários mesmo para quem está começando, geralmente devido à alta demanda, à especialização necessária ou à capacidade de aprender no trabalho. Aqui estão oito profissões que se encaixam nesse critério, embora algumas possam exigir treinamento específico ou educação antes de iniciar, mas não necessariamente experiência prévia:

1. Desenvolvedor de software

Essa carreira é ideal para quem tem paixão pela tecnologia e solução de problemas através da programação. Não é estritamente necessário ter um diploma em Ciência da Computação; muitos desenvolvedores bem-sucedidos são autodidatas ou têm formações alternativas, como cursos técnicos ou bootcamps de codificação.

O campo para esse profissional é gigantesco, com oportunidades que vão desde desenvolvimento web e mobile até sistemas embarcados e inteligência artificial. Iniciantes podem construir um portfólio com projetos pessoais ou contribuições para o código aberto para demonstrar suas habilidades. Lembrando que este profissional está em alta no Brasil, logo, é uma profissão extremamente valorizada.

2. Especialista em marketing digital

Com o avanço do comércio eletrônico e publicidade online, essa profissão oferece oportunidades para aqueles com habilidades em SEO, gestão de mídias sociais, marketing de conteúdo e análise de dados. Muitos caminhos de formação estão disponíveis, incluindo cursos técnicos, certificações online e graduações em marketing. A capacidade de acompanhar as tendências digitais e adaptar estratégias de marketing em conformidade é mais valorizada do que a experiência prévia, abrindo portas para iniciantes que são ágeis e proativos no aprendizado.

3. Desenvolvedor web front-end

Entrar no desenvolvimento de front-end pode ser alcançado através de tutoriais online, bootcamps de codificação, e prática autodidata. A criação de websites e aplicações web visuais exige conhecimento de HTML, CSS, e JavaScript, habilidades que podem ser demonstradas por meio de um portfólio robusto de projetos pessoais, em vez de uma formação formal.

4. Corretor de imóveis

Para se tornar um corretor imobiliário, é necessário passar por um curso preparatório e obter uma licença, processo que varia conforme a região mas que não exige formação superior. A renda vem principalmente de comissões sobre as vendas, significando que boas habilidades de vendas e networking podem levar a ganhos significativos mesmo para iniciantes.

5. Assistente virtual

Oferecendo serviços administrativos, de atendimento ao cliente ou suporte a negócios e profissionais de forma remota, assistentes virtuais precisam de habilidades organizacionais e de comunicação, que podem ser desenvolvidas em qualquer campo de trabalho anterior, com treinamento específico muitas vezes fornecido pelo empregador ou cliente.

6. Técnico em reparação de computadores e celulares

Com conhecimentos básicos de eletrônica e informática, é possível entrar neste campo através de cursos de certificação ou vídeos tutoriais online, aprendendo a diagnosticar e consertar uma variedade de dispositivos. A demanda por reparos rápidos e confiáveis pode levar a uma carreira lucrativa com treinamento mínimo.

7. Desenvolvedor de conteúdo digital

Pessoas com habilidade para escrever ou criar conteúdo visual podem se aventurar como freelancers ou criar seu próprio negócio de marketing de conteúdo. Tutoriais online, cursos de curta duração e muita prática podem fornecer as habilidades necessárias, com o portfólio de trabalhos anteriores servindo como chave para novas oportunidades.

8. Representante de vendas

Possui talento para comunicação e persuasão, além de facilidade no trato com diferentes personalidades? Esta carreira pode ser ideal para você. A falta de experiência prévia não é um obstáculo se você tem essas competências naturais. Elas podem facilitar significativamente o processo de vendas, desde que você identifique a oportunidade certa.

FONTE MEU VALOR DIGITAL

7 profissões que são fáceis de arrumar emprego e que pagam muito bem

Dentre as profissões, uma delas possui salário de R$ 27 mil por mês

 

FONTE PENSAR CURSOS

6 profissões com ensino superior que pagam os salários mais baixos do Brasil

De acordo com pesquisa divulgada, carreiras com ensino superior estão frequentemente associadas às piores remunerações do país

Existem algumas profissões que mesmo a pessoa com ensino superior ainda assim pagam os salários mais baixos do Brasil.

Estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ibre), identificou quais são as profissões que possuem uma remuneração considerada abaixo do nível satisfatório de trabalho no território nacional.

Assim, a análise fez um compilado de ganhos mensais durante o segundo trimestre de 2023 e as carreiras que mais receberam valores considerados ruins de remunerações.

6 profissões com ensino superior que pagam os salários mais baixos do Brasil

1 – Professores do Ensino Pré-Escolar – R$ 2.285

São conhecidos como educadores infantis e desempenham um papel crucial no desenvolvimento inicial das crianças. Assim, ficaram em 1° lugar na pesquisa. O salário da categoria é de R$ 2.285.

2. Professores de Artes e Físicos – R$ 2.629 e R$ 3.000

O segundo lugar do estudo vai para os profissionais da história das artes. Contudo, eles promovem a apreciação e a expressão artística. O salário analisado foi de R$ 2.629.

Assim, a outra categoria é dos físicos e astrônomos. Lidam com ensino, pesquisa e atenção à sociedade para pautas do mundo da Física. Rendimento mensal de R$ 3.000

3. Assistentes Sociais – R$ 3.078

Carreira essencial para a sociedade, desempenham um papel importante no suporte e assistência a indivíduos e comunidades em situações de vulnerabilidade social. O salário captado é o mais baixo de R$ 3.078 e injusto para o tanto que a profissão faz.

4. Bibliotecários, documentaristas e afins – R$ 3.135

Responsáveis pela organização, preservação, catalogação, atendimento ao público e disseminação da informação em bibliotecas e outros ambientes de informação e comunicação. O salário catalogado na análise foi de R$ 3.135.

5. Profissionais de Relações Públicas – R$ 3.426

Especialistas em gerenciar a comunicação e as relações entre uma organização e seu público-alvo. Lidam com gestão de crise, comunicação estratégica, eventos, entre outros. Remuneração de R$ 3.426.

6. Fonoaudiólogos e Logopedistas – R$ 3.485

Por fim, o especialista da área da saúde que lida com a prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento de distúrbios relacionados à comunicação humana. De acordo com a pesquisa, o salário percebido é de R$ 3.485.

FONTE PORTAL 6

6 profissões “fora de moda” que pagam salário de até R$ 6 mil por mês

Elas podem não estar no auge da preferência dos trabalhadores, mas saiba que na remuneração estão muito bem

Existem algumas profissões tidas como “fora de moda” que pagam salários de até R$ 6 mil por mês e muita gente nem imagina quais são.

Assim, como tudo na vida, as profissões também passam por fases de altos e baixos na preferência de empresas e trabalhadores.

É por isso que algumas carreiras se tornam obsoletas por conta do passar do tempo e se tornam “fora de moda” para o mercado de trabalho.

Pensando nisso, separamos para você uma listinha com algumas delas que estão meio inadequadas para os tempos atuais, mas que remuneram de forma interessante ainda.

6 profissões “fora de moda” que pagam salário de até R$ 6 mil por mês

1. Datilógrafo – R$ 1630 a R$ 5800

Com o avanço da tecnologia, a demanda por datilógrafos diminuiu consideravelmente. O datilógrafo é alguém que utiliza máquinas de escrever para digitar documentos.

Com a digitalização de processos e ações, o cargo tornou-se completamente obsoleto. Atualmente, as funções de digitação são geralmente realizadas por profissionais de escritório, secretárias ou digitadores, utilizando computadores.

2. Operador de Telefonia Fixa – R$ 2.196 a R$ 4.738

Com a popularização dos smartphones, a necessidade de operadores de telefonia fixa reduziu.

O cargo é responsável por atender e direcionar chamadas, oferecer suporte técnico, realizar registros de ocorrências e fornecer informações sobre serviços de telefonia fixa aos clientes.

3. Fotocopiador de Documentos – R$ 1.987 a R$ 3.658

Com o advento da digitalização, a procura por serviços de fotocópia tradicionais caiu bastante. Um fotocopiador de documentos opera máquinas de cópia para reproduzir documentos, garantindo a qualidade e a quantidade adequadas. Eles também podem lidar com a manutenção básica das máquinas e organizar documentos copiados.

4. Revelador de Filmes Fotográficos – R$ 1.430 a R$ 4220

A era digital transformou a fotografia, diminuindo a demanda por revelação de filmes, responsável por processar filmes fotográficos em soluções químicas, transformando as imagens latentes registradas na película em imagens visíveis.

Esse processo envolve etapas como revelação, fixação e lavagem, resultando em fotografias prontas para serem impressas ou digitalizadas.

5. Digitador de Textos – R$ 2629 a R$ 4918

Com a automação e softwares avançados, a necessidade de digitadores exclusivos diminuiu. Um digitador de textos é responsável por inserir informações em computadores ou sistemas digitais, digitando textos, dados ou informações conforme as instruções fornecidas.

Assim, essa função geralmente envolve habilidades de digitação rápida e precisa.

6. Operador de Caixa em Pedágios – R$ 2436 a R$ 5130

Por fim, o avanço dos sistemas eletrônicos de pedágio reduziram a demanda por operadores de caixa. Ele é responsável por receber o pagamento das tarifas de pedágio, fornecer troco, emitir recibos e garantir uma transação eficiente e amigável com os usuários da rodovia.

Além disso, eles podem lidar com questões relacionadas a passes ou cartões de pedágio eletrônicos.

FONTE PORTAL 6

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.