Operação Rodovida reforça prevenção e fiscalização nas estradas

Lançada em Salvador, operação será realizada por dois meses

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou na segunda-feira (18), em todo o país, a Operação Rodovida 2023/2024. O principal objetivo é garantir a segurança das rodovias, com redução no número de acidentes, feridos e mortos no trânsito. A operação de fiscalização de veículos e passageiros, nas rodovias federais, será realizada por dois meses (de 18 de dezembro a 18 de fevereiro de 2024), com término previsto após o Carnaval.

A nova edição da Operação Rodovida ampliará os trabalhos de prevenção de acidentes e de fiscalização em locais e horários com maior concentração de registros de acidentes, neste período de festas de fim de ano e aumento do fluxo de veículos nas estradas e rodovias federais.

Durante a cerimônia de lançamento nacional da operação, em Salvador, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Fernando Oliveira, disse que decidiu abrir a operação fora de Brasília para regionalizar as ações da PRF. “A gente precisa trazer a polícia para perto do povo, trazer a PRF para perto de quem é o receptor das nossas ações. A gente trabalha para servir a comunidade. Para servir a sociedade, então, a gente queria trazer isso para mais perto.”

O diretor-geral ainda chamou a atenção dos condutores para boas práticas no trânsito, somadas ao trabalho dos agentes da instituição.

“Precisamos que os nossos condutores entendam que a segurança deles e de quem usa junto com eles, ao mesmo momento, as rodovias depende muito da condução que eles fazem. Todos precisam entender que, em casa, tem a sua família esperando que eles [motoristas, passageiros e pedestres] saiam em segurança e cheguem com segurança.”

Integração

A Operação Rodovida 2023/2024 amplifica as ações integradas de instituições federais, estaduais e municipais – participantes do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) para promoção da segurança viária.

A diretora do Departamento de Segurança no Trânsito Ministério dos Transportes, Maria Alice Nascimento Souza, destacou a integração das instituições durante a operação. “Vamos resgatar essas ações integradas, coordenadas e organizadas em todo país. Iniciando, desde os governos federal, estadual e chegando lá nos municípios. É muito importante que todos estejamos engajados.”

“Essas ações têm como princípio que norteia todos nós que nenhuma morte no trânsito é aceitável. Ou seja, todos nós, com essa responsabilidade compartilhada, devemos deixar de colocar essa responsabilidade só no motorista. Porque, na verdade, a responsabilidade é muito mais ampla. Então, são a infraestrutura, a educação de trânsito, a fiscalização, as normatizações, agregando todas essas ações focadas, realmente, naquilo que tem como objetivo e meta de todos nós: a redução dessas mortes e sinistros.”

Nas ações de fiscalização da Operação Rodovida 2023/2024, as principais irregularidades que serão combatidas são a ultrapassagem indevida, embriaguez ao volante, falta de uso do cinto de segurança, transporte inadequado de crianças, falta de uso do capacete, excesso de velocidade e uso de celular durante a condução de veículos.

Trânsito compartilhado

Além das ações de fiscalização rotineiras neste período do ano, os agentes da Polícia Rodoviária Federal destacaram que as atividades educativas são importantes para reduzir a violência no trânsito e devem ser realizadas durante todo o ano, além do período de férias escolares, feriados de Natal, Ano Novo e carnaval.

O coordenador-geral de Segurança Viária da PRF, Jeferson Almeida Moraes, convidou os gestores municipais a participarem do Projeto Trânsito Compartilhado da instituição. Ele citou a edição realizada no município baiano de Belo Campo. O projeto Trânsito Compartilhado conta com equipes formadas por policiais aposentados da PRF, que compartilham vivências e experiências de quando atuavam nas rodovias, ministrando palestras sobre segurança viária.

“A PRF, por meio do Trânsito Compartilhado, demonstra seu compromisso contínuo com a educação para o trânsito, visando sensibilizar os agentes transformadores da sociedade para conscientização, vivência e comportamento seguro no trânsito. Os resultados operacionais não refletem apenas números, mas o impacto positivo da construção de um trânsito mais seguro e na diminuição de mortes decorrentes da violência nas estradas.”

Operação Rodovida

Existente desde 2021, o Programa Rodovida é um das ações brasileiras adotadas para alcançar a meta definida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito – 2021-2030. A meta é de redução de, pelo menos, 50% de lesões e mortes no trânsito no mundo inteiro.

O Programa Rodovida se fundamenta nos princípios de que nenhuma morte no trânsito é aceitável, reconhecendo a responsabilidade compartilhada por todos os envolvidos.

FONTE AGÊNCIA BRASIL

Força Tarefa desencadeia operação conjunta na rodoviária

Na manhã desta segunda-feira, 10/07, uma ação coordenada envolvendo a Secretaria de Defesa Social, a Guarda Municipal, a Polícia Militar e a Polícia Civil foi desencadeada no Terminal Rodoviário de Conselheiro Lafaiete (MG) com o propósito principal de restabelecer a ordem e a segurança no local, garantindo a sua função primordial como ponto de embarque e desembarque de passageiros. O aumento significativo do número de pessoas em situação de rua na região vinha causando transtornos, tanto para os usuários do terminal, quanto para comerciantes locais.
A ação transcorreu de forma pacífica, visando minimizar riscos e garantir a integridade de todos os envolvidos. Durante a intervenção, foram adotadas medidas cautelosas para garantir o bem-estar das pessoas, com encaminhamento para a Assistência Social através do Centro Pop.
Os agentes de segurança realizaram varreduras minuciosas nas dependências do Terminal Rodoviário, identificando os locais em que haviam sido improvisados abrigos precários.
A operação conjunta demonstrou a importância da união entre diferentes esferas do poder público para lidar com desafios sociais complexos e garantir o bem-estar da comunidade.
As autoridades responsáveis pela operação reforçam o compromisso contínuo em encontrar soluções efetivas para o problema das pessoas em situação de rua, visando uma abordagem humanitária e integrada que possibilite a reintegração desses indivíduos à sociedade.

Briga generalizada entre moradores em situação de rua apavora moradores perto da rodoviária. Veja Vídeo

Uma briga generalizada foi registrada na manhã deste domingo (18) próximo à rodoviária de Conselheiro Lafaiete (MG). Nossa reportagem teve acesso às imagens constrangedoras que apavoram os moradores pela situação de risco e insegurança. Eles pedem providências urgentes e mais policiamento ao redor da Rodoviária São frequentes as brigas e ameaças no local.

Vereador João Paulo: “o prefeito me garantiu que em seu mandato a rodoviária não deixa o centro de Lafaiete”, confirmou

A Câmara aprovou esta semana um requerimento do Vereador Pedro Américo (PT) em que criou uma Comissão Especial para analisar o projeto de concessão pública, através de concorrência, proposto pelo governo municipal de construção de uma nova rodoviária às margens da BR 040 para embarque e desembarque de linhas interestaduais e requalificação do atual terminal para receber os ônibus regionais.
Pelos estudos de empresas com expertisse no setor, a concessão renderia ao Município o valor milionário de R$ 28,5 milhões e ganhos em um período de 30 anos de mais de R$ 180 milhões aos investidores. Mas o projeto ambicioso encontrou resistências nos meios políticos e empresariais de que ele seria prejudicial à economia local cuja matriz é o comércio. “Se já está tudo definido precisamos investigar esta situação se alguém seria beneficiado”, discorreu Américo. “Se o comércio é o que mais emprega qual a finalidade e interesse em retirar a rodoviária do centro de Lafaiete?”, questionou Sandro José (PROS).
O Vereador João Paulo (União Brasil) usou a Tribuna onde trouxe um recado do Prefeito Mário Marcus (União Brasil). Na tarde de ontem (21), as duas lideranças estiveram reunidas quando o parlamentar discutiu sobre a projeto de concessão. “Garanto a você que enquanto eu estiver prefeito a rodoviária não deixa o centro de Lafaiete”, garantiu o gestor ao parlamentar.
João Paulo voltou a atacar a construção da nova rodoviária e cobrou investimentos na reforma do terminal. “Aquilo é uma imundície e uma vergonha para Lafaiete”, disparou. “Na próxima semana vamos discutir abertamente esta concessão e a proposta pelo governo e vamos saber do verdadeiro projeto, mas deixei o gabinete do prefeito mais aliviado”, finalizou.
A audiência pública sobre a concessão e construção da nova rodoviária acontece na quarta-feira 29), a partir das 18:30 horas, no plenário da Câmara.

Pesquisa do Sindcomercio revela que mais de 87% dos entrevistados são contra a construção de novo rodoviária

A iniciativa da Prefeitura Municipal de Lafaiete propondo a construção de uma nova Rodoviária à cerca de 7km do centro, na direção do Rio de Janeiro e a transformação da atual em Terminal Urbano, está mobilizando a cidade e deixando claro que a proposta é inadequada. Pesquisa feita pelo SINDCOMERICO entre os empresários do comércio reforçam esse posicionamento.

Entre as ações definidas pela entidade afim de contribuir com o poder público mostrando a inadequação da proposta apresentada e amplamente rejeitada na Audiência Pública no último dia 01 de março, está uma pesquisa realizada entre seus representados.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27/02 e 01/03, por meio da internet, com link para o site Survio, especializado em pesquisas, divulgado por e-mail e redes sociais aos empresários do comércio da cidade. Sendo validada por número de CNPJ e de celular, teve mais de 420 acessos e 98 formulários respondidos.

Seguem os gráficos com o resultado das opiniões dos empresários, 52% deles do centro e os demais de vários bairros da cidade. Em síntese 87,2% são contrários à mudança de local, 98,8% disseram que tem clientes de outros municípios e 81,2% opinam que a tentativa de mudança seria motivada por outros interesses.

Esse resultado reforça a posição do SINDCOMERCIO, que segundo o Presidente Bento José Oliveira, continuará atuando, junto aos órgãos públicos, a população e a outras entidades para evitar a mudança e suas consequências prejudiciais.

Nesta pergunta era possível escolher mais de uma opção

Mega projeto propõe parceria pública privada para construção do Centro Administrativo e nova Rodoviária de Lafaiete

Privilegiar o uso do transporte coletivo, embelezar a Região Central com conforto, mobilidade, sustentabilidade e construir com Parceria Pública e Privada – PPP este é o projeto de Edson Luiz Lopes Correa, Lafaietense, conhecido como Didi, empresário do ramo imobiliário e construtor. Há cerca de 3 anos postamos este texto abaixo como uma contribuição de fomento em torno da requalificação do centro urbano. Neste momento de amplo debate em torno da construção da novo rodoviária, Didi chega para acrescentar nas discussões e propor um novo eixo nas discussões, O tema é mais que oportundo.

Depois dessa pesquisa e de conversa com pessoas que participam de entidades importantes de nossa cidade, tive a oportunidade de entrar em contato com profissionais liberais, parceiros como Yuri Philippe Pinto da Costa, engenheiro civil, graduado na Universidade Federal de São João del-Rei, Bruno Dias Lana, natural de Conselheiro Lafaiete, arquiteto e urbanista, graduado na Universidade Federal de Viçosa, especialista em gestão urbana pela Universidade Técnica de Berlim, tendo trabalhado 04 anos na prefeitura de contagem, Roxane Aparecida do Nascimento, natural de Conselheiro Lafaiete, engenheira civil, pela Escola de Engenharia Kenedy em Belo Horizonte e Cléber Múcio Morais, advogado, especialista em gestão de estratégias, acelerador de resultados e terapeuta financeiro que nos ajudaram na elaboração desse meu projeto e que hoje ele é um projeto voltado para toda sociedade Lafaietense.

A proposta de um terminal urbano central em Conselheiro Lafaiete visa melhoria das condições de mobilidade e de fluidez do trânsito, principalmente na área central da cidade, promovendo sistemas de integração do transporte público. O terminal foi dimensionado para suportar confortavelmente as cerca de 920 partidas diárias detectadas nos pontos de parada próximo ao terreno.

Centro Administrativo e nova Rodoviária de Lafaiete

A volumetria do edifício definida no projeto arquitetônico foi inspirada na marcante forma triangular do terreno, refletindo em plantas com predominância de 03 arestas simétricas e cobertura de forma triangular constituída de 12 segmentos também triangulares, variando a altura do pé-direito.

Estruturalmente, o projeto define um edifício de estrutura mista. Possuindo 04 níveis a princípio sendo o térreo coberto por uma laje nervurada sustentada por pilares de concreto e os pavimentos superiores de estrutura metálica, recebendo a cobertura de forma triangular de telhas metálicas, sustentadas por treliças e pilares também metálicos.

Edifício contará também com uma área comercial, restaurante popular e um shopping popula/DIVULGAÇÃO

O edifício conta também com uma área comercial de necessidade e interesse da comunidade: um restaurante popular e um shopping popular, e nos 03 pavimentos superiores serão destinados para alocar o centro administrativo da Prefeitura Municipal de Conselheiro Lafaiete, com área aproximada de 2.420,00 metros cada pavimento, onde serão oferecidos diversos atendimentos de serviços públicos aos cidadãos.

A proposta inclui o uso exclusivo das Ruas Dr. Melo Viana e Homero Seabra para circulação de pedestres, reforçando essas ruas como polo comercial da cidade e viabilizando a passarela que conecta a Rua Homero Seabra ao edifício, passando sobre a Avenida Prefeito Telesforo Cândido de Rezende.

Ainda para ser analisado, o Engenheiro Yuri Philippe Pinto da Costa entende conveniente estudo para construção de um reservatório sob a área de estacionamento para recolher água de chuva evitando assim problemas constantes de enchentes na Avenida Prefeito Telesforo Cândido de Rezende.

Os empreendedores aguardam detalhar o projeto.

Conclusão das obras de iluminação entre a Rodoviária e Santa Mônica

A Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria de Obras e Infraestrutura, concluiu na semana passada as obras de iluminação da Avenida Contorno Norte, acesso entre a Rodoviária e o bairro Santa Mônica. As intervenções incluíram a instalação de luminárias de LED.

Este serviço favorece a melhoria da segurança no local e, consequentemente, da qualidade de vida dos moradores da região e dos usuários da via.

Por Reinaldo Silva – Comunicação – Prefeitura de Congonhas
Arte: Isadora Rufo

Funcionário é agredido depois de chamar atenção de pedinte na rodoviária

Quando o funcionário se virou para sair do local, o pedinte pulou com os dois pés nas suas costas e fugiu pro Centro

Um funcionário do terminal rodoviário de São João del-Rei foi agredido por um homem que pedia esmola dentro da rodoviária. Segundo o funcionário, no início da manhã desta quarta-feira (19), ele chamou a atenção do homem que, depois, chutou suas costas e fugiu.

O agressor estava pedindo no interior da rodoviária, o que é proibido. Quando o funcionário se virou para sair do local, o pedinte pulou com os dois pés nas suas costas, fazendo com que o funcionário caísse. O agressor fugiu do local em direção ao centro da cidade. 

A Polícia Militar foi acionada e foi feito um rastreamento e o indivíduo foi localizado próximo à estação ferroviária. Perguntado sobre o episódio da agressão, ele afirmou ter derrubado o funcionário da rodoviária por não ter gostado de ser chamado a atenção.

Pelo crime ser considerado de menor potencial ofensivo o cidadão foi liberado, e se comprometeu a comparecer em juízo em data agendada e informada pela equipe policial durante a confecção do registro.

FONTE MAIS VERTENTES

Ministério Público manda prefeitura de Lafaiete regularizar situação de quiosques na Praça do Cristo e de lojas na rodoviária

Uma denúncia oferecida ao Ministério Público (MP) de uma mulher de uso irregular de quiosques localizados na Praça do Cristo, em Conselheiro Lafaiete, na qual ela afirma que já foi locatária de um dos espaços, mas atualmente o local está sendo explorado por seu ex-marido, e que ele não vem pagando aluguel pela utilização do local e que a dívida já passa de R$50 mil. Ela também afirmou que as contas de água e luz estão em seu nome e que não consegue transferi-las devido ao débito existente. A mulher assinalou que tem também tem interesse em explorar tal quiosque.
Diante desta situação, o MP recomentou que a Prefeitura tome as providências necessárias para a cessação do uso irregular do espaço público, no prazo de 90 dias, e para que seja mantida a sua desocupação enquanto a Câmara Municipal não promover eventuais alterações necessárias, a fim de permitir a Concessão ou Permissão de Uso de Bem Público, nas praças públicas do Município.

O MP fixou o prazo de 15 para que a “autoridade destinatária se manifeste acerca do acatamento ou não da presente Recomendação, bem como envie a esta Promotoria de Justiça informações sobre as providências tomadas ou explicações dos motivos da não adoção da medida recomendada. O não cumprimento desta Recomendação no prazo estipulado, ensejará o ajuizamento das medidas judiciais cabíveis, bem como a possibilidade de ajuizamento de ação civil pública”, ordenou o PM.


Projeto
No ano passado, a prefeitura enviou um projeto pedindo autorização legislativa para a prefeitura licitasse os espaços públicos da rodoviária e da Praça do Cristo, porém o Parecer da Procuradoria foi contrário justificando que é de irrestrita responsabilidade do Município a autorização para o uso dos locais, arquivando o projeto.
A Câmara já recebeu nesta semana um projeto de mudanças na Lei Orgânica do Município transformando a Praça do Cristo em Calçadão regularizando a situação. O projeto ainda serão discutido e votado.

Rodoviária de Lafaiete pode passar a iniciativa privada; cidade pode ganhar novo terminal às margens de rodovia

No dia 17/05, estiveram em Conselheiro Lafaiete (MG) no no Solar do Barão de Suaçuí os representantes das Empresas Pioli Cancherini Sociedade De Advogados, Albino Sociedade De Advogados, Vanessa Verdolim Consultoria E Advocacia E Lunak Engenharia Consultoria Empresarial Ltda, que mediante edital publicado em dezembro de 2021, obtiveram autorização para realização dos estudos onde apresentaram ao Prefeito Municipal Mário Marcus, ao Secretário de Administração, Felipe Batista, bem como aos membros da Comissão Especial para análise de requerimentos de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) e Manifestação de Interesse de Iniciativa Privada (MIP) os estudos realizados até então na Manifestação de Interesse da Iniciativa Privada para serviços de reforma, reestruturação, administração, operação, manutenção, conservação, exploração econômica e comercial do Terminal Rodoviário João Camargos.
Na ocasião os representantes das empresas expuseram as diversas opções para a realização de concessão ou PPP, cada uma com seus estudos de viabilidade, projeções de prazos de execução e possíveis concessões, inclusive com a possibilidades de construção de outro terminal rodoviário, margeando uma das rodovias que cortam a cidade.

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.