Toyota Corolla por R$ 22.960! Modelo usado deixa rivais atuais ultrapassados em 2024 com consumo de 13,3 km/l e motor 1.8

O Toyota Corolla sempre ganhou destaque no mercado de carros, principalmente de usados, e se estabeleceu como uma das melhores opções para quem busca economia, conforto e segurança. Descubra as principais características e equipamentos do Corolla 2002.

O mercado de veículos usados está ganhando cada vez mais destaque entre os consumidores brasileiros, principalmente devido às dificuldades e custos elevados associados à compra de carros novos. Diante desse cenário, se você está em busca de um carro usado por menos de R$ 25 mil, o Toyota Corolla 2002 é uma das melhores opções disponíveis atualmente. Neste artigo, exploraremos todos os detalhes e pontos fortes deste modelo.

Toyota Corolla 2002 entrega até 136 cavalos de potência

O Toyota Corolla está na lista de 7 carros por até R$ 30 mil do site Garagem 360. A versão do modelo em questão é a XLI 1.8/1.8 Flex 16V Mec do ano de 2002. Trata-se de um modelo bastante estreito e compacto, contando com uma altura de 1,405 m, comprimento de 4,395 m, largura de 1,690 m e entre-eixos de 2,465 m.

O Toyota Corolla entrega um design bem sóbrio, com a dianteira contando com faróis estreitos na horizontal, seguindo a grade central, com retrovisores e maçanetas de plástico.

Na traseira, as lanternas invadem a tampa do porta-malas. Suas chaves não possuem comandos integrados, com comandos do alarme à parte. Seu porta-malas de 406 litros surpreende levando em conta o tamanho e a versão do Toyota Corolla.

O veículo consegue entregar até 136 cavalos e cerca de 16 kgfm de torque que, associados a um câmbio automático rústico, até que empurram bem o conjunto, não deixando nada a desejar. Além disso, a suspensão do Corolla reflete o conceito de durabilidade que a Toyota viria a adotar por décadas seguintes: Braços independentes na frente e eixo de torção na traseira.

Onde encontrar o Toyota Corolla com os melhores preços?

Com preços que atingem uma média de R$ 22.960, o Toyota Corolla pode ser encontrado em sites de carros usados como Webmotorsou gigantes do comércio eletrônico como OLX. É possível encontrar a versão até mesmo por menos de R$ 20 mil.

Os modelos da Toyota são sempre um destaque no mercado automotivo, seja pela boa performance ou pela qualidade de sua mecânica. A propósito, segundo a própria OLX, o Toyota Corolla é um dos carros usados mais desejados pelos consumidores. Confira a Ficha Técnica do modelo:

MOTOR

  • Potência máxima: 136 cv a 6000 rpm;
  • Código do motor: 1ZZ-FE;
  • Torque máximo: 17,5 kgfm a 4200 rpm;
  • Peso/torque: 65,1 kg/kgfm.

TRANSMISSÃO

  • Tração: Dianteira;
  • Câmbio: Manual de 5 marchas;
  • Acoplamento: Embreagem monodisco a seco.

DIMENSÕES

  • Comprimento: 4530 mm;
  • Largura: 1705 mm;
  • Distância entre-eixos: 2600 mm;
  • Altura: 1480 mm;
  • Bitola dianteira: 1480 mm;
  • Bitola traseira: 1460 mm;
  • Porta-malas: 437 litros;
  • Tanque de combustível: 55 litros;
  • Peso kg Carga útil: 460 kg;
  • Altura mínima do solo: 160 mm.

DESEMPENHO

  • Velocidade máxima: 187 km/h;
  • Aceleração 0-100 km/h: 10,8 s.

CONSUMO

  • Urbano: 8,9 km/l;
  • Rodoviário: 13,3 km/l.

Opinião do dono de um Toyota Corolla 2002

Segundo Gabriel Monico, antigo dono de um Toyota Corolla 2002, o modelo é um carro que sempre teve a habilidade de servir a qualquer tipo de uso. A plataforma AE110 é robusta e consistente, com espaço suficiente para alguns adultos e com um bom porta-malas.

Para uso diário em cidades atoladas de trânsito, é mais recomendado comprar um automático nas versões XEi ou SE-G (que adiciona algumas tecnologias).

Contudo, se você busca melhor desempenho e consumo, opte pelo câmbio manual. De qualquer forma, o Toyota Corolla é um carro funcional que não dará grandes transtornos, desde que respeite sua mecânica, usando revisões periódicas e peças de boa qualidade.

 

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Em promoção, Mobi e Kwid disputam posto de carro mais barato do Brasil

Posicionados em seus respectivos portfólios como carros mais baratos do Brasil atualmente, Fiat Mobi e Renault Kwid travam ferrenha disputa também quando o assunto é promoção. Ambos estão sendo colocados em oferta nas últimas semanas com importantes descontos e, na prática, repetem o acirramento que já acontece nas tabelas oficiais.

O Mobi Like 1.0 MT 2024/2024, por exemplo, custa R$ 72.990 na tabela e está sendo oferecido R$ 65.890 até o final do mês. Na prática, são R$ 7.100 de desconto. Financiado, o modelo sai no planos com R$ R$ 37.968 (57,67%) de entrada e saldo em 60 prestações de R$ 899, com taxas e juros de 1,39% a.m. e 18,02% a.a. O valor total do financiamento fica em R$ 81.119,99.

De série, o Mobi oferece equipamentos com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, freios ABS, airbag duplo, computador de bordo, limpador e desembaçador traseiro e monitor da pressão dos pneus. Além disso, a linha 2024 ganhou luzes diurnas de condução, alerta de uso do cinto de segurança, alerta de frenagem de emergência, repetidores de seta nos retrovisores e controle eletrônico de estabilidade (ESP).

O conjunto mecânico é protagonizado pelo motor 1.0 Fire Evo que rende 71 cv de potência e 9,3 kgfm com gasolina, e 74 cv e 9,7 kgfm quando alimentado por etanol. Com gasolina, segundo dados de fábrica, o consumo urbano é de 13,5 km/litro e rodoviário de 15 km/litro. Com etanol, as médias são de 9,6 e 10,4 km/litro, respectivamente. Segundo a Fiat, é possível rodar até 700 km com um único tanque.

Fiat Argo vira “pedra no sapato” e preocupa os rivais HB20 e Onix

Levantamento dos modelos mais emplacados no primeiro semestre mostra que o Argo entrou mesmo na disputa com os concorrentes.

 

FONTE NEW MOTOR

Preço de ocasião: Chevrolet Onix LT por R$ 39.454! Modelo deixa rivais para trás em 2024 com consumo de 12,5 km/l e até 675 km de autonomia

Conheça o Chevrolet Onix LT 2015, vendido no mercado de usados por menos de R$ 40 mil. O modelo entrega ótimo design, baixo custo de manutenção e muito mais!

Devido aos altos preços dos carros novos, muitos consumidores brasileiros têm optado por veículos usados ou seminovos como alternativa ao transporte público, que muitas vezes deixa a desejar em qualidade. Para quem procura um carro usado que seja moderno e acessível, o Chevrolet Onix LT 2015 surge como uma excelente opção. Atualmente, este modelo está disponível no mercado a partir de R$ 36.385.

Chevrolet Onix LT 2015 entrega até 80 cv de potência

De acordo com o site Olho no Carroo Chevrolet Onix está entre os sete carros usados mais procurados no mercado e esteve no pódio dos mais vendidos há alguns anos. Isso só mudou com a paralisação na fabricação de carros, devido à pandemia e depois pela falta de semicondutores, que atrapalhou muito as vendas do modelo.

O Chevrolet Onix LT 2015 é um hatch compacto, que possui motor 1.0 Flex de 4 cilindros em linha, capaz de gerar até 80 cavalos de potência e 9,8 kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas e direção hidráulica.

A outra opção era um motor 1.4 flex aspirado de 98/106 cv de potência e 127/136 Nm de torque (g/e), e tem as opções de câmbio manual de 5 marchas e automático de 6 marchas. Para os dados de consumo do Chevrolet Onix LT 2015, usamos como referência os dados divulgados pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), do Inmetro. Desta forma, o modelo consegue entregar, na cidade, 9,2 km/l na gasolina e 7,8 km/l com etanol. Já na estrada, o gigante da Chevrolet entrega 13,5 km/l na gasolina e 11,5 km/l no etanol.

Design do Chevrolet Onix LT 2015 ainda impressiona o mercado

O modelo conta com ótimos equipamentos como airbag para motorista e passageiros, alarme, freios ABS, distribuição eletrônica de frenagem, travas elétricas, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros e desembaçador traseiro.

Na época, para criar um modelo competitivo, a Chevrolet apostou em um design com linhas conhecidas e até mesmo semelhantes com as de alguns rivais, como o VW Gol, mas sem a ousadia encontrada em modelos como o HB20. E essa estratégia deu bastante certo.

Na dianteira, temos faróis horizontais de parábola única e há uma grade dividida por uma barra na cor da carroceria e a gravata dourada. De lado, a linha de cintura ascendente casa com os vincos dos para-lamas e confere o dinamismo ao desenho.

Por fim, na traseira, as lanternas se dividem entre elementos vermelhos e cristal e a vigia traseira arredondada embaixo chama atenção, decorada por um discreto aerofólio na parte superior.

Saiba quais as principais vantagens do Chevrolet Onix LT 2015 e onde encontrar

Entre as principais vantagens do Chevrolet Onix LT 2015 está sua alta liquidez no mercado de revenda, consolidada pelo fato de ter sido o carro mais vendido do país por vários anos consecutivos.

Essa popularidade torna o modelo particularmente fácil de negociar. Além disso, o custo de manutenção é considerado baixo, beneficiado pela ampla disponibilidade de peças devido ao grande volume de vendas dessa geração.

No entanto, o modelo também apresenta desvantagens. Uma das principais críticas ao Onix é a limitação em termos de itens de segurança, associada a uma estrutura de qualidade inferior ao esperado, o que resultou em avaliações negativas nos testes de colisão.

Outras limitações incluem a tecnologia e o desempenho; o carro é menos potente que muitos de seus concorrentes, diferença que se torna mais evidente nos modelos equipados com câmbio automático.

 

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Chevrolet Onix Plus está entre 5 sedãs compactos usados com preço de Kwid 0 km

Com R$ 72.640 do hatch da Renault é possível fazer bom negócio com sedãs seminovos bem equipados

Atualmente, o Renault Kwid é o carro 0 km mais barato do Brasil. A versão inicial Zen parte de R$ 72.640. Com este valor em mãos, há uma infinidade de opções de usados e seminovos com melhores custos-benefícios. Os sedãs compactos, por exemplo, podem ser uma alternativa interessante.

Além de espaço interno e porta-malas superiores, eles contam com lista de itens de série e opcionais mais completa. Alguns deles podem ser comprados até com o câmbio automático e motores mais potentes e econômicos.

O Kwid 1.0 12V de três cilindros, por exemplo, rende 71/68 cv e consome 10,8 km/l na cidade e 11 km/l na estrada com etanol e 15,3 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada com gasolina, segundo o Inmetro.

Então vamos aos sedãs usados compactos usados? Confira a seguir os 10 mais.

1- HONDA CITY SEDAN 1.5 16V EX AUT. 2017 – R$ 71.584

Presente entre nós desde 2009, o sedã compacto ganhou a sua mais recente geração em 2021 e, com isso, a motorização 1.5 de maior desempenho (126 cv e 15,8/15,5 kgfm) e menor consumo. Podendo ser abastecida tanto com etanol ou gasolina ou a mistura dos dois juntos no mesmo tanque, com o primeiro combustível, segundo o Inmetro, são 9,2 km/l (cidade) e 10,5 km/l (estrada) e com o segundo, 13,1 km/l (cidade) e 15,2 km/l (estrada).

A transmissão é sempre automática do tipo CVT que simula sete velocidades, segundo a Honda. Além de espaçoso, traz inúmeros itens de série tais como faróis com luzes de LED, 6 airbags, assistente de estabilidade e assistente de saída em rampa entre outras comodidades.

2- VW VIRTUS 1.6 MSI MEC. 2021 – R$ 71.479

Lançado em 2018 para ocupar o lugar do Polo Sedan, o Virtus tem suas virtudes e não são poucas. Além de bem equipado, em 2018, o sedã da Volkswagen – feito sobre a plataforma modular MQB – conquistou a pontuação máxima (com cinco estrelas) em testes de impacto do Latin NCAP.

Na versão 1.6 aspirada e câmbio mecânico de cinco marchas, ele rende 117/110 cv e torque de 16,5/15,8 kgfm. O consumo é de 8,2 km/l (cidade) e 9,5 km/l (estrada) com etanol e 11,9 km/l (cidade) e 13,8 km/l (estrada) com gasolina. O ponto chave está na segurança, boa estabilidade, espaço interno e de porta malas (521 litros) e, claro, mecânica confiável.

3- TOYOTA YARIS SEDAN 1.5 16V XL MEC. 2019 – R$ 71.214

A confiabilidade da marca japonesa, a robustez mecânica e o espaço interno bem aproveitado (graças ao assoalho traseiro plano), só fazem do sedã da Toyota ser cada vez mais desejado. O consumo é outra vantagem. Assim como seu concorrente direto Honda City, o Yaris também está disponível com motor 1.5 16V flex, porém com 110/105 cv e 14,9/14,3 kgfm ligado à transmissão manual de seis marchas.

Segundo o Inmetro, o consumo é de 8,3 km/l (cidade) e 10,1 km/l (estrada) se abastecido com etanol, mas com gasolina sobe para 12 km/l (cidade) e 14,6 km/l (estrada).O espaço interno é bem aproveitado e o porta-malas também não faz feio com seus 473 litros de capacidade.

4- FIAT CRONOS 1.0 6V DRIVE MT 2023 – R$ 70.891

O sedã chegou em 2018 importado da Argentina, com motores 1.3 e 1.8, mas em 2023, passou a vir com propulsor mais econômico 1.0 com seis válvulas aspirado (75/71 cv de potência e torque de 10,7/10 kgfm), sempre associado à transmissão manual de cinco velocidades.

Com um dos menores consumo de combustíveis da categoria, nesta versão são 9,9 km/l (cidade) e 11,3 km/l (estrada) com etanol e 13,8 km/l (cidade) e 16 km/l (estrada) com gasolina. Seu porta-malas de 525 litros é um dos melhores do segmento, deixando muito SUV grande de queixo caído. Outra vantagem está no design agradável, conforto a bordo, além da boa reputação no mercado de usados com mecânica confiável e acessível, manutenção barata etc.

5- CHEVROLET ONIX PLUS 1.0 12V LT MT 2021 – R$ 66.258

Em 2019 ele veio para substituir o Prisma, mantido por algum tempo na linha com o nome Joy Plus.

No caso da configuração sedã do Onix, batizada de “Plus”, na versão de entrada traz motor aspirado 1.0 de três cilindros que junto ao câmbio manual de seis marchas rende 82/78 cv de potência e 10,6/9,6 kgfm de torque.

Seu consumo com etanol é de 10,1 km/l (cidade) e 12,5 km/l (estrada) e na gasolina 14,3 km/l (cidade) e 17,7 km/l (estrada). Fora isso, o sedã é reconhecido pelo bom espaço interno, alta confiabilidade na marca, bom nível de equipamentos, estilo moderno e ótima avaliação no teste de impacto do Latin NCAP.

 

FONTE AUTOO

Jeep Compass vai sair de linha no Brasil: Adeus Compass, o SUV mais popular e vendido do país enfrenta mudanças e polêmicas

O Jeep Compass, um dos SUVs mais importantes e populares do país, está prestes a passar por uma grande mudança. Com mais de 40% de participação de mercado, o Compass é o SUV médio mais vendido no Brasil. Nos próximos meses, o modelo enfrentará uma polêmica que pode impactar seu futuro.

Apesar do triste fim, o Compass continuará sendo um dos SUVs mais importantes e desejados do país. Com suas novas versões e preços competitivos, o Compass está preparado para enfrentar os desafios do mercado e manter sua posição de destaque no segmento de SUVs médios no Brasil. Neste artigo, vamos explorar as alterações que estão por vir e o que isso significa para o SUV e para a linha Jeep.

Bomba: Jeep Compass vai sair de linha no Brasil! Entenda o porque

O fim das versões a diesel

Uma das principais mudanças no Jeep Compass é o fim das versões a diesel. Atualmente, o Compass oferece um conjunto 2.0 Turbo Diesel de quatro cilindros que gera 170 cavalos de potência e 35,7 kg de torque. Esse motor tornou o Compass uma opção acessível e popular entre os modelos movidos a diesel no Brasil.

No entanto, devido às novas medidas de emissões do Proconve L8, que entrarão em vigor no próximo ano, a Jeep decidiu antecipar a mudança. O Compass deixará de oferecer o motor a diesel em todas as versões. Essa decisão é resultado não apenas das novas regulamentações, mas também da queda na demanda por modelos a diesel e do aumento no preço do combustível.

Compass passará a ser equipado com um motor 2.0 Turbo de quatro cilindros a gasolina, o mesmo conjunto mecânico da Rampage e Jeep Wrangler

Apesar do fim das versões a diesel, a Jeep está trabalhando em uma nova estratégia para o Compass. A partir da linha 2025, o SUV passará a ser equipado com o conjunto mecânico Hurricane 4, que atualmente é utilizado nos modelos Rampage e Jeep Wrangler. Esse conjunto é composto por um motor 2.0 Turbo de quatro cilindros a gasolina, com injeção direta de combustível, que gera 270 cavalos de potência e 40,8 kg de torque.

Despenca vendas de carros a diesel no Brasil devido a disparada de preço desse combustível e consumidores preferem motores a gasolina

A decisão de substituir o motor a diesel pelo motor Hurricane 4 se deve principalmente à questão de custo. Os motores a diesel são mais caros de serem fabricados, o que impacta o preço final do veículo. Por outro lado, o motor Hurricane, embora também seja sofisticado e moderno, é mais acessível em comparação ao diesel.

Além disso, nos últimos meses, as vendas de modelos a diesel no Brasil sofreram uma queda significativa devido ao aumento do preço do combustível. O diesel, que anteriormente era vantajoso em termos de consumo, deixou de ser uma opção econômica devido ao alto custo do combustível. Com isso, os brasileiros estão optando por modelos movidos a gasolina.

Jeep planeja adicionar a tecnologia flex ao motor no futuro

O motor Hurricane 4 tem tudo para proporcionar um excelente desempenho ao Compass. O SUV terá uma aceleração impressionante, com médias de consumo praticamente idênticas às versões com motor 1.3 turboflex. Inicialmente, o Compass com motor Hurricane será oferecido apenas na versão a gasolina, mas a Jeep planeja adicionar a tecnologia flex ao motor no futuro, estendendo-a para toda a linha que utiliza esse conjunto mecânico.

Compass terá três versões iniciais no Brasil

Com a chegada do conjunto Hurricane, o Compass terá três versões iniciais no Brasil: Longitude, Overland e Black Hawk. Esta última será a versão mais esportiva, com um modo de condução mais agressivo, suspensão preparada, escape esportivo e todos os elementos que se espera de um carro esportivo.

Além disso, há a possibilidade de que o Compass também receba uma versão Trailhawk no futuro, embora ainda não haja confirmação.

Preço no novo Compass 2025 no Brasil

Recentemente, as versões turbodiesel do Compass sofreram um aumento de preço. Isso foi uma forma de preparar o público para os valores que serão praticamente mantidos quando o motor a diesel for substituído pelo motor a gasolina. A versão Black Hawk, que será a topo de linha, ficará próxima dos R$ 300.000, mas não ultrapassará esse valor. A versão Forbidden será a mais cara da linha.

As demais configurações do Compass, que trazem o motor 1.3 turboflex, deverão manter seus preços. Essas versões são mais acessíveis em comparação ao diesel, e os valores atualmente praticados são os seguintes: Sport T270 (R$ 184.900), Longitude T270 (R$ 199.900), Limited T270 (R$ 223.990) e Série ST T270 (R$ 229.990).

Apesar do fim das versões a diesel, o Compass continuará sendo um dos SUVs mais importantes e desejados do país

A decisão da Jeep de substituir as versões a diesel do Compass pelo motor Hurricane 4 pode ser polêmica, mas é uma resposta às mudanças no mercado e nas regulamentações. Os motores a diesel estão perdendo espaço devido ao aumento do preço do combustível, tornando-os menos vantajosos em termos de consumo.

O motor Hurricane 4 tem potencial para oferecer um excelente desempenho ao Compass, mantendo médias de consumo semelhantes às versões com motor 1.3 turboflex. Com a adição da tecnologia flex ao motor no futuro, o Compass se tornará ainda mais versátil e adequado às necessidades dos consumidores brasileiros.

 

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Carro completo que roda mais de 17 km/l: conheça o Hyundai HB20 Limited Plus

Versão que estreou como complementar à Limited tem gama maior de equipamentos e acabamento superior aos rivais.

FONTE NEW MOTOR

Honda confirma o lançamento do aguardado WR-V no Brasil, prometendo abalar o mercado de SUVs compactos; Creta pode perder espaço?

Honda pretente lançar novo WR-V no Brasil, visando liderar o segmento de SUVs compactos com design renovado, motorização eficiente e preço competitivo, ameaçando rivais como Creta e Renegade.

Em uma jogada audaciosa, a Honda oficializou o lançamento do novo WR-V no mercado brasileiro, prometendo não apenas competir, mas liderar o segmento de SUVs compactos. Registrado no Brasil desde 2022, o WR-V, que cresceu em tamanho e recursos, é a nova aposta da montadora japonesa para dominar um setor atualmente liderado por nomes como Creta e Renegade. O novo SUV da Honda terá produção nacional, será na fábrica da Honda em Itirapina, interior de São Paulo.

O WR-V, agora em sua nova geração, surpreende pelo porte e especificações. Com dimensões próximas ao seu irmão maior, o HR-V, o WR-V ostenta 4,32 m de comprimento, 2,65 m de entre-eixos, 1,79 m de largura, 1,65 m de altura e um peso de apenas 1213 kg. A capacidade do porta-malas também não deixa a desejar, com 311 litros disponíveis.

Motor do Honda WR-V no Brasil

O novo WR-V da Honda é impulsionado por um motor 1.5 de quatro cilindros, aspirado, que se destaca tanto pela eficiência energética quanto pelo desempenho. Este propulsor, já conhecido pelos usuários dos modelos Honda City e HR-V em suas configurações mais acessíveis, oferece uma potência de 126 cavalos e um torque de 15,8 kgfm, proporcionando uma experiência de condução ágil e responsiva.

O motor 1.5 do WR-V é projetado para operar com flexibilidade, aceitando tanto etanol quanto gasolina, o que lhe confere uma vantagem adaptativa no mercado brasileiro, conhecido pela prevalência de combustíveis flex. A transmissão automática CVT, que acompanha este motor, simula até sete marchas, garantindo trocas suaves e um aproveitamento eficiente da potência do motor, contribuindo para uma condução mais prazerosa e econômica.

Design e interior

Esteticamente, o WR-V impressiona com sua grade frontal cromada, molduras das luzes de neblina em Black Piano, faróis full LED e possibilidade de pintura bitom. As semelhanças com o BR-V indiano são evidentes, especialmente na traseira, que inclui um spoiler integrado e lanternas com luzes de posição em LED.

O interior, embora mais simples comparado ao HR-V e City, não compromete em qualidade, com acabamentos em plástico duro bem encaixados. Em termos de equipamentos, o WR-V traz o essencial para o segmento, incluindo climatização digital, retrovisores rebatíveis eletricamente, volante multifuncional, chave presencial, carregamento por indução e um sistema de multimídia com tela de 8 polegadas.

Quanto à segurança, o novo SUV da Honda está mais equipado, apresentando controles de tração e estabilidade, freios a disco com ABS na frente e tambor atrás, além de seis airbags de série. As versões mais completas, RS e Turin, adicionam alerta de colisão, frenagem autônoma de emergência e o sistema Lane Watch.

Honda WR-V terá produção nacional

Fabricado no interior de São Paulo, o WR-V chegará ao mercado no segundo semestre de 2024, com preços variando entre R$ 110.000 e R$ 150.000, se posicionando abaixo do HR-V, oferecendo uma opção mais acessível para os consumidores que desejam a qualidade e confiabilidade da marca Honda. Com uma proposta de valor competitivo e recursos robustos, o WR-V está pronto para se tornar um dos lançamentos mais impactantes do ano no Brasil.

Segundo informações do portal Autos Segredos, que antecipou o retorno do WR-V ao mercado brasileiro, espera-se que o lançamento deste SUV ocorra até 2026. Por outro lado, a revista Autoesporte indica que a chegada do carro às concessionárias é mais provável em 2025. Apesar dessas previsões divergentes, ambas as fontes concordam que o anúncio oficial do retorno do WR-V e sua apresentação ocorrerão durante o próximo Salão do Automóvel, agendado para novembro.

 

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Hyundai anuncia SUV acessível de R$ 36 mil e deixa Fiat ‘comendo poeira’ na indústria automotiva

SUV da Hyundai chega à indústria automotiva custando menos de R$ 40 mil. Lançamento do Hyundai Exter deixa Fiat em estado de alerta.

Indiscutivelmente, a Hyundai, uma gigante sul-coreana, se destaca como uma das maiores montadoras de veículos, conquistando sucesso com seus modelos tanto no Brasil quanto no mundo. Em 2023, a marca anunciou o lançamento de um SUV que é menor que o HB20 no mercado automotivo, oferecido a um preço extremamente competitivo. De acordo com informações veiculadas pela mídia indiana, o SUV da Hyundai está disponível por aproximadamente R$ 36 mil, mas por enquanto apenas na índia.

Conheça o Hyundai Exter que vem ganhando a indústria automotiva

O modelo em questão é o Hyundai Exter, que se tornou um dos carros mais desejados na indústria automotiva indiana e que pode ameaçar a posição de vários fabricantes. Contudo, vale mencionar que, para aqueles que moram no Brasil, será necessário esperar um pouco mais.

Isso porque o novo SUV da Hyundai foi lançado na Índia e ainda não tem expectativa de chegar por aqui. O modelo, que atende aos requisitos de carro de passeio e conta com um estilo aventureiro, esbanja um visual robusto apesar do tamanho.

São 3,81 m de comprimento, 1,63 m de altura, 1,71 m de largura, 2,45 m de entre-eixos e altura livre do solo de 18,5 cm. Ainda segundo informações, sua motorização conta com três opções, sendo elas 1.2 E20 Fuel Ready, 1.2 com transmissão Smart Auto AMT, além da variante com motor Kappa a gasolina e GNV, todas com câmbio manual.

A versão de entrada do Hyundai Exter entrega 128 cavalos de potência. Já entre os itens de série, o destaque vai para os seis airbags e os 40 recursos de segurança com o qual o modelo foi desenvolvido, com controle de estabilidade, assistente de subidas, freios ABS e EBD, entre outros.

Novo SUV Hyundai Exter foi lançado em cinco versões de acabamento

O Hyundai Exter, embora seja um carro de entrada, ainda conta com faróis de LEDs e neblina de série, e pode ter rodas de 14 ou 15 polegadas, assim como proteções plásticas nas caixas de rodas. Além disso, todas as versões do Exter possuem tração e suspensão dianteira McPherson e traseira por eixo de torção.

O novo SUV da Hyundai foi lançado em cinco versões de acabamento, sendo elas a EX, S, SX, SX(O) Connect. Além disso, contará com seis opções de cores. Mesmo com esse lançamento na indústria automotiva, se engana aqueles que pensam que a Hyundai é a única que pretende atender o desejo dos clientes.

O fato é que a grande concorrente Fiat anunciou que, finalmente, produzirá um carro compacto que promete suprir as demandas dos clientes. O principal objetivo da Fiat é lançar um modelo com um preço menor que o mais barato do Brasil.

Apesar da promessa, não se pode dizer com precisão, até o momento, qual será o valor do veículo. Mas é válido destacar que a produção deve acontecer na fábrica de Betim, Minas Gerais.

Fabricantes podem liberar uma versão híbrida do HB20 da Hyundai?

Mesmo com os olhos da sul-coreana voltados ao mercado de SUVs, com o novo Hyundai Exter, a estratégia da marca engloba o novo Hyundai HB20 também, e a montadora já atua com peças da nova geração do modelo para o mercado nacional de veículos.

Segundo informações de pessoas próximas à marca, o novo Hyundai HB20 pode chegar à indústria automotiva nos próximos três anos, um tempo médio para uma empresa desenvolver um produto do tipo. Claro que as novidades sobre a nova versão do modelo são poucas, principalmente em relação ao seu design.

 

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Onix Plus fora do ‘top 10’: ainda é uma boa compra?

Onix Plus destaca-se por custo-benefício e economia.

O Chevrolet Onix Plus é um carro já consolidado no mercado brasileiro nos últimos anos. No entanto, não figura mais entre os dez mais vendidos, até porque não possui mais um visual tão moderno e uma tecnologia tão avançada, perdendo espaço para outros concorrentes.

Mas isso não significa que o Chevrolet Onix Plus não seja uma boa opção para os consumidores. Muito pelo contrário, continua sendo um carro com muitas qualidades e recursos, garantindo uma boa experiência para os motoristas e ocupantes.

E, em um mercado tão concorrido e com modelos tão caros e inacessíveis, o modelo da Chevrolet é uma opção menos cara. Portanto, muitas pessoas ainda optam por esse modelo que continua fazendo sucesso.

Chevrolet Onix Plus aposta na economia

Um dos principais motivos pela procura ao Chevrolet Onix Plus é o custo-benefício, algo tão valioso sempre. Neste caso, trata-se de um carro com manutenção relativamente barata e baixo consumo de combustível.

Até porque conta com motor 1.0, sem muitas complicações, e garante ainda assim uma boa performance. Isso porque é turbo e chega a 116 cavalos de potência, dando muita agilidade e sem perder a economia.

Isso sem contar que o carro conta com câmbio automático de 6 marchas e ainda tem uma direção elétrica progressiva. Desta maneira, garante-se maior conforto e melhor experiência na hora de dirigir.

Outro ponto que chama a atenção no Onix Plus é a segurança, a começar pelos seis airbags, que garantem maior credibilidade neste aspecto. Além disso, conta com o freio ABS, sempre mais eficiente que os convencionais.

Além dessas questões, o carro também tem um assistente de partida em aclive, que ajuda principalmente os motoristas mais novos. Assim, não correm o risco de, por exemplo, voltarem em uma descida.

Tecnologia chama a atenção

Entre outras coisas, o Chevrolet Onix Plus também tem uma opção de ligar e desligar o carro, além de abrir as portas, de forma remota. Isso é um diferencial que poucos carros atualmente ainda têm.

E também conta com um chamado Wi-Fi nativo, onde é possível conectar até 15 dispositivos de celular em até 15 metros. Portanto, torna-se mais um benefício para quem possui o veículo.

Quanto ao preço, o valor dele em abril de 2024 está a partir de R$ 117.580, caro para a ampla maioria das pessoas. No entanto, está até barato se comparado com outros veículos do mesmo porte, em um mercado tão concorrido.

FONTE NEW MOTOR
about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.