domingo, setembro 26, 2021

“Valeu a pena ter me dedicado a Congonhas esses 8 anos”, afirma Zelinho sinalizando candidatura em 2022

Uma semana após a derrota de seu candidato, o jovem Christian Sousa (Podemos), o Prefeito de Congonhas, o tucano José de Freitas Cordeiro, o Zelinho, parabenizou o futuro gestor, o vencedor das eleições, o médico Cláudio Dinho (MDB). “Desejamos sucesso a ele e que Deus possa abençoá-lo e a sua equipe para fazerem um bom governo. Parabenizo também o Christian pela votação expressiva e também ao Anderson, como também aos demais concorrentes”, assinalou, afirmando que a disputa eleitoral foi uma das mais acirradas e competitivas dos últimos anos em Congonhas.

“As pesquisas que estávamos acompanhando apontavam o acirramento da disputa entre os três. Quase todas colocavam o Christian na frente com 2%. O Dinho se valeu da baixa rejeição, em torno de 4%, e muitos indecisos, de 12%. Isso foi determinante na vantagem final do eleito. A gente deseja sucesso a ele e que faça um ótimo governo, pois, a partir de janeiro, será prefeito de todos, e não só de quem não o apoiou.”, apontou.

Zelinho adiantou que tem recebido convites como do Deputado Federal, Doutor Frederico, de São João del Rei, para fazer a dobradinha, como também do deputado estadual, João Vitor Xavier.  “O João Vitor Xavier também já entrou em contato comigo para participar do partido dele e disputar as eleições a deputado. Tenho também recebido do amigo Pestana incentivo para concorrer em 2022. Eu não conversei com o Glaycon ainda, mas ele deve sair pra deputado federal com seu perfil regional.”, sinalizou Zelinho que é Presidente do SAMU Regional, composto por 51 cidades, do Codap, que possui atualmente 13 municípios consorciados e outros em fase de adesão, é diretor da AMM e ex-presidente da AMIG. “Eu vou percorrer estas cidades nos dois anos pra ver o que a gente pode representar da nossa região como deputado”, apontou.

“Valeu a pena ter me dedicado a Congonhas esses 8 anos”, afirma Zelinho sinalizando candidatura em 2022/Reprodução

Zelinho destacou sua luta pelo aumento dos royalties da mineração que saltou de R$ 4 milhões para R$ 14 milhões ao mês “Então deixo a cidade com uma espetacular receita, com muitas obras realizadas, principalmente do PAC Cidade Históricas, por meio do qual pudemos restaurar e requalificar nosso patrimônio histórico, que são bens tombados e outros espaços públicos, graças ao trabalho de nossa equipe de governo. Congonhas foi a única cidade do Brasil que conseguiu realizar este feito e estamos entregando a Romaria agora toda restaurada. Estamos construindo um teatro municipal que deve ser entregue em seis meses, tem o parque ecológico que liga a romaria ao teatro municipal, ao museu, que nós vamos deixar licitado em dezembro. Temos também a garantia do BNDES de R$ 15 milhões para construir dentro do Museu de Congonhas a galeria com a réplica dos 12 Profetas  de Aleijadinho em pedra sabão. Essa foi uma grande conquista nossa agora no final do mandato. Então deixo a cidade com suas obras todas revitalizadas. Na parte esportiva também estamos deixando toda estruturada. Saúde nem se fala, concluímos uma UPA, entregamos um Hospital Bom Jesus novo para Congonhas, que agora conta com um novo anexo onde foram instalados 10 leitos de UTI, que já está atendendo paciente contaminados pela Covid-19, e este novo hospital passou de 70 pra 120 leitos. Congonhas tem um atendimento a nossa população de 100% da atenção básica. Estamos construindo também o Centro Materno Infantil, que abrigará em um mesmo espaço as clínicas da Mulher e da Criança, que será inaugurada em fevereiro e estamos construindo a escola infantil no bairro do Pires.  Na educação, horário integral em quase todas as escolas. Construímos a Avenida Contorno Norte, que retirou cerca de 200 ônibus das ruas da área central. Também na Contorno Norte, estamos finalizando a construção da Praça de Eventos, para shows de até 40 mil expectadores. Construímos duas creches, uma no bairro do Profeta e outra no Alvorada. Asfaltamos muitos acessos como Esmeril, calçamos a estrada do Alto Maranhão. Asfaltamos Pires até o Barnabé, que se tornou um novo acesso da sede do município para o Pires. Estamos deixando a cidade bem estruturada, para que o próximo governo possa avançar ainda mais em todas as áreas. Construímos no Pires também a passarela, juntamente com as mineradoras, enfim, foi um recorde de licitações e duas equipes de licitações. Pagamento em dia, fizemos um plano de cargos e vencimentos, a fim de garantir melhor aposentadoria para os servidores. O cartão alimentação dos servidores no valor de R$640,00 foi outra grande conquista. Foi um recorde de obras na história de Congonhas, nós estamos deixando esse legado, principalmente investindo muito na saúde, educação. O passe livre estudantil que conseguimos para os estudantes tanto de rede pública, quanto da rede privada desde que esteja dentro dos critérios da Secretaria da Educação. Deixo meus agradecimentos a você Guilherme e toda imprensa, fomos parceiros.

“Valeu a pena ter me dedicado a Congonhas nestes 8 anos”, finalizou, citando o legado de inúmeras obras e outras ações que deixa para o município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *