fbpx
4.2 C
Conselheiro Lafaiete
sábado, 31 julho 2021
InícioEconomiaVeja qual deve ser o grupo prioritário para entrar no novo Bolsa...

Veja qual deve ser o grupo prioritário para entrar no novo Bolsa Família

Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre esse assunto, mas há informações de bastidores sobre o novo Bolsa Família

O primeiro semestre está quase chegando ao fim, e o Governo Federal ainda está discutindo o que fazer com o novo Bolsa Família. De acordo com as informações de bastidores, a ideia é aumentar o tamanho do programa. E isso aconteceria tanto no campo dos valores, como no quantidade de beneficiários.

De acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, o programa atual está pagando o benefício para cerca de quatro milhões de pessoas. O número está reduzido porque boa parte desses usuários está recebendo o dinheiro do Auxílio Emergencial neste momento.

No entanto, em condições normais, o Bolsa Família tem 14 milhões de usuários. Na nova versão do projeto, esse número deve subir para casa dos 20 milhões. A dúvida da população agora é saber quem vai poder entrar. Afinal, quem o Governo vai inserir nessa nova leva?

De acordo com informações de bastidores, a expectativa do Palácio do Planalto agora é inserir primeiro as pessoas que estão na fila de espera do Bolsa Família. Hoje, ainda de acordo com o Ministério da Cidadania, essa fila tem cerca de 1,2 milhão de brasileiros.

São cidadãos que passaram pela análise de dados do Ministério e que estão aprovados para entrar no programa. No entanto, por causa de algum problema, eles ainda não entraram. Em um novo Bolsa Família, eles seriam os primeiros a entrarem na conta.

Outros grupos

No entanto, eles não seriam os únicos. O Governo Federal também quer colocar no novo Bolsa Família boa parte das pessoas que irão sair do Auxílio Emergencial. Eles sabem que não vai dar para colocar todo mundo, mas querem inserir pelo menos uma parte desse público.

Hoje, o Auxílio Emergencial está fazendo pagamentos para cerca de 39 milhões de pessoas. Como a ideia é inserir mais seis milhões no Bolsa Família, imagina-se que 1 milhão vai vir da fila de espera do programa. Aí sobrariam cinco milhões que poderiam ir para os brasileiros que hoje estão recebendo o benefício emergencial.

Dentro do Auxílio, 10 milhões são usuários do Bolsa Família. Então 29 milhões não são. Isso quer dizer que desse grupo de informais, apenas uma pequena parcela vai mesmo receber as parcelas do novo Bolsa Família. O Governo deve bater o martelo sobre esse assunto nos próximos dias.

Data do novo Bolsa Família

Na última semana, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Palácio do Planalto deverá prorrogar o Auxílio por mais dois ou três meses. Isso é portanto uma boa notícia para quem está recebendo o benefício. No entanto, para quem não é beneficiário isso significa ter que esperar um pouco mais.

É que com a prorrogação do benefício, o novo Bolsa Família vai passar por um adiamento. Isso vai acontecer porque esse programa só vai entrar em cena depois que o Auxílio chegar ao fim. Então as pessoas provavelmente irão esperar um pouco mais.

Não dá para saber oficialmente quantas brasileiros estão precisando de dinheiro e não estão recebendo nem o Auxílio nem o Bolsa Família neste momento. No entanto, nas redes sociais é possível ver muita gente reclamando dessa possível falta de ajuda do Governo agora.

FONTE NOTICIAS CONCURSOS

Mais lidas