Vereador Alan Teixeira faz alerta sobre a chegada das chuvas em Lafaiete

16
Vereador Alan Teixeira faz alerta sobre a chegada das chuvas em Lafaiete/CORREIO DE MINAS

Preocupado com período chuvoso que se aproxima e suas consequências, o vereador Alan Teixeira (PHS) apresentou esta semana um requerimento em que cobrou informações sobre o planejamento e prevenção em áreas de risco e mapeamento dos possíveis locais de alagamento e inundações em Lafaiete através do estudo do Plano de Contingenciamento.

Ainda no requerimento, ele solicitou o estudo para a limpeza e desassoreamento dos rios Bananeiras e Ventura Luiz. “Nosso objetivo é saber e conhecer o planejamento do Município para as chuvas. Todos os anos, a situação é a mesma. Alagamentos, queda de árvores, desabrigados. Estamos alertando sobre a realidade por que passa a nossa cidade. A conscientização deve vir não do poder público, mas do cidadão”, observou Alan.

 “Somos nós que contaminamos os rios. Eles nascem puros nas nascentes. Falta educação. Quando há alagamentos o que mais vemos são sacolas de lixo espalhadas pelas ruas”, comentou Sandro José, afirmando que na gestão anterior a prefeitura perdeu uma verba de R4770 mil para elaborar um projeto de captação de águas pluviais. O vereador fez um alerta de que dois gabiões (no Areal e outro entre Dr. Campolina e Monsenhor Moreira) correm risco de desabar por falta de manutenção.

A cidade já foi retrato de inundações e alagamentos em diversos pontos/Arquivo

A vereadora Carla Sassi (PSB) pontuou que existe o Plano de Contingência porém, necessita de atualização. Ele cobrou maior valorização do setor de defesa civil do Município, pedindo mais estrutura a equipe e fiscais.

O vereador Fernando Bandeira (PTB) lembrou que a última limpeza do Rio Bananeira aconteceu há mais de 5 anos.

Farpas

O requerimento gerou uma longa discussão, críticas e até bate boca entre os vereadores. “Já estamos aqui há mais de meia hora discutindo um requerimento. Ele não é para ser discutido e sim aprovado. Ficamos nesse chove não molha”, criticou o petista Chico. “Sou pago com dinheiro do povo. Podemos ficar até 10:00 horas discutindo os requerimentos. Temos que discutir a fundo os requerimentos e propor sugestões. Temos que valorizar o que nós ganhamos”, contra atacou Bandeira.

O vereador Pedro Américo (PT) cutucou seus pares lembrando que no ano passado propôs diversas emendas ao orçamento inclusive recursos para a limpeza dos rios, porém foram rejeitadas na Casa. “Na época eu propus as emendas, mas foram rejeitas pela maioria dos vereadores. Hoje o prefeito precisa limpar os rios mas não há recursos no orçamentos. Todos vocês são culpados”, disparou.