Vereador volta a cobrar plano de saúde aos servidores públicos de Lafaiete

10
Vereador Darcy da Barreira /CORREIO DE MINAS

Em maio, o vereador Darcy da Barreira (SD) sugeriu ao prefeito Mário Marcus (DEM) abertura de um instrumento legal, denominado chamamento público, para credenciamento de uma empresa para prestação de um plano de assistência a saúde coletivo dos mais de 3 mil funcionários sejam efetivos, contratados ou inativos.O plano seria de adesão livre dos funcionários e dependente, mediante consignação em folha salarial ou em boleto bancário, sem gerar custos para a prefeitura.  Pelo volume de servidores o preço cairia sensivelmente se comparado ao mercado, facilitando a adesão ao benefício com custos mais acessíveis compatíveis a renda dos servidores. Os mais de 3 mil funcionários públicos, sejam efetivos, contratados ou inativos, podem ganhar um plano de saúde.Na quina feira, dia 3, a Câmara aprovou um requerimento de Darcy da Barreira em que ele voltou a cobrar da prefeitura uma posição sobre o assunto. “Desde quando apresentamos o requerimento não sabemos o que foi feito para a possibilidade do nosso servidores ter um plano de cobertura na saúde. Queremos informações neste sentido”, frisou Darcy.Já Sandro José (PSDB) sugeriu que o Sindicato dos Servidores Públicos encampasse esta causa em favor dos funcionários públicos. “Quem sabe o sindicato pode criar condições para a conquista deste benefício ao servidor dividindo a responsabilidade com a prefeitura”, questionou.