Via 040 prepara operação especial para as festividades de final de ano

16
Quadro com dicas para os motoristas / DIVULGAÇÃO

Operação irá reforçar o quadro de funcionários; Concessionária apresenta dicas para condução segura em dias de chuva;

19 de dezembro de 2019 – As rodovias do grupo Invepar iniciam suas operações especiais para os dias de festividade de final de ano. A partir de amanhã, sexta-feira (20/12), até a volta do Réveillon (1/1) são esperados na BR 040 mais de 1 milhão de veículos. Para garantir a fluidez do trânsito e a segurança de motoristas que vão utilizar a BR-040 rumo aos principais destinos turísticos de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Goiás, a concessionária irá reforçar o quadro de equipes e de viaturas, e não fará interdições para realização de obras nos dias de tráfego mais intenso.

O fluxo de veículos nos dias de operação representará, em média, um aumento de cerca de 54% em relação ao tráfego em dias normais. Por isso, as equipes serão reforçadas com colaboradores extras nas praças de pedágio e no atendimento de pista. Essas equipes se revezarão, em escalas, 24 horas por dia, buscando minimizar os impactos do grande aumento do fluxo de veículos no período.

Característica do tráfego no final de ano

Movimentação Natal

• Sexta-feira (20/12) – Tráfego intenso a partir das 15h
• Sábado (21/12) – Tráfego intenso das 7h às 14h
• Domingo (22/12) – Tráfego normal
• Segunda-feira (23/12) – Tráfego normal
• Terça-feira (24/12) – Tráfego intenso das 7h às 14h
• Quarta-feira (25/12) – Tráfego normal

Movimentação Réveillon

• Sexta-feira (27/17) – Tráfego intenso a partir das 16h
• Sábado (28/12) – Tráfego intenso das 7h às 14h
• Domingo (29/12) – Tráfego normal
• Segunda-feira (30/12) – Tráfego normal
• Terça-feira (31/12) – Tráfego intenso das 7h às 14h
• Quarta-feira (1/1) – Tráfego intenso das 7h às 20h

Época de chuvas exigem cuidados extras na condução

Nesta época do ano, aumentam as possibilidades de incidência de chuvas em todo o Sudeste e Centro-Oeste, e o motorista que trafega pelas rodovias deve redobrar a atenção na condução. A chuva é um dos principais fatores de risco para a segurança viária, pois ela tende a reduzir inesperadamente a visibilidade, elevando ainda mais os riscos na direção. Ao se deparar com situações de chuvas e pista molhada, os condutores devem reduzir a velocidade e manter distância dos demais veículos.

Além disso, a prevenção é o melhor caminho quando o motorista vai enfrentar condições atípicas. A Via 040 recomenda checar previamente as condições dos pneus, das lanternas, palhetas do limpador, limpeza e condições do para-brisa e conduzir respeitando os limites de velocidade. Outra recomendação importante durante o período de chuvas é ligar o ar-condicionado do veículo antes que o vidro do para-brisa comece a embaçar e a prejudicar a visibilidade.

Prestadores de serviço de pagamento automático

Para agilizar a passagem nas praças de pedágio, o motorista pode optar pelo pagamento automático, serviço oferecido por empresas credenciadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres. O uso de tags de pagamento automático permite ao usuário passar pela praça sem necessidade de parar em uma das cabines. A lista de empresas credenciadas pode ser consultada no site da concessionária.

Condições de tráfego 24h

Os motoristas também podem acompanhar as condições de tráfego pelo Twitter (@via040) e pelo site da Via 040. Há também informações pelo Whatsapp, mediante solicitação de cadastro. As orientações para se cadastrar podem ser acessadas no site, menu contato.

Estrutura à disposição de motoristas e passageiros

– 18 painéis eletrônicos de mensagens informarão, em tempo real, as condições da pista e do tráfego e o tempo estimado de viagem entre as cidades dos trechos de maior movimento.
– 21 postos de atendimento entre Brasília (DF) e Juiz de Fora (MG), com estacionamento, banheiros, fraldários, água e área de descanso.
– 23 veículos de inspeção circularão pelo trecho sob concessão 24 horas por dia, com profissionais preparados para auxiliar os usuários em diversas situações.
– 31 ambulâncias para resgate e socorro médico.
– 35 guinchos para remoção de veículos leves e pesados.
– Viaturas de resgate de animais e combate a incêndios.