Vítimas de grave acidente na MG 129 serão enterradas hoje e audiência discute trânsito de carretas na Estrada Real

19

Serão enterrados hoje os corpos de EdeCarlos da Cruz , de 45 anos, e Lucimar Marcelo Bandeira, de 39 anos. Ontem, por volta das 5:00 horas, a moto em que estavam colidiu de frente com um carro na Estrada Real, MG 129, na reta sentido Ouro Branco, no trevo Rancho Novo. O impacto foi tão violento que os dois cunhados morreram no local.

EdeCarlos será enterrado em Buarque de Macedo, e Lucimar em Rio Espera.

Mais mortes

Este é mais acidente que aumenta a estatística de mortos na rodovia.  Em menos 25 dias o rodovia registrou mais dois outros acidentes vitimando 4 pessoas.  O último dia 13, uma carreta de escória perdeu o controle, na descida entre Serra do Ouro Branco e a entrada do Distrito de Santa Ria de Ouro Preto e atingiu um Pálio e matou um lafaietense, conhecido como Ìtalo, de 30 anos. O impacto foi tão grande que ele faleceu no local do acidente.

No dia 29 de junho, um morador do Rancho Novo, em Lafaiete, de apelido de Tico, faleceu também na MG129 o trevo de entrada para o bairro ao atingir um carro.

Audiência

No próximo dia 3 acontece na Câmara de Ouro Branco audiência pública da Assembleia de Minas Gerais para discutir e debater medidas para amenizar os transtornos e impactos causados pelo tráfego irregular de veículos de carga pesada no trecho da Estrada Real (MG129) entre Ouro Preto e Ouro Branco.

A audiência acontece às 9:00 horas. O requerimento que gerou a discussão e debate foi proposto pelo deputado estadual, Tiago Cota. Por outro lado há uma petição pública que pede o fim do trânsito de carreta a rodovia.