13 de julho de 2024 16:08

Incremento ao turismo: piscinas do Parque da Cachoeira vão ganhar aquecimento por energia solar

Inaugurado em 1984, o projeto do Parque da Cachoeira, procurou conservar as condições naturais do lugar e o resultado não poderia ser melhor em termos de beleza e preservação ecológica.  A Cachoeira de Santo Antônio, a 5km do centro da cidade, sempre foi uma atração para os moradores de Congonhas e recebe visitantes da região e diversas parte de Minas e do Brasil. Neste local, onde a própria natureza já tinha boa parte da infra-estrutura hoje utilizada o Parque da Cachoeira, uma das mais completas estruturas de lazer no Estado.

Águas aquecidas

A atual administração prepara um projeto para dar um salto de qualidade na utilização do espaço de lazer, incremento ao turismo e ao lazer. Acontece no dia 27 março a abertura das propostas para a contratação de uma empresa de engenharia para instalação de sistema de aquecimento das piscinas do Parque das Cachoeiras, através de geração de energia fotovoltaica nas piscinas com instalações elétrica e hidrossanitárias. O projeto, orçado em R$3,3 milhões, prevê sistema de proteção contra descargas atmosféricas. A intenção é otimizar o uso do espaço de lazer principalmente no inverno quando os banhistas e visitantes deixam de frequentar o local devido ao frio. O prazo de execução das obras é de 6 meses após a assinatura do contrato.

Natureza e lazer

Com uma área construída de 57 mil metros quadrados, o Parque da Cachoeira tem a completa estrutura de imenso clube, com 10 piscinas de água corrente, para adultos e crianças, sendo a maior delas uma grande piscina natural formada pelas águas da própria Cachoeira de Santo Antônio; seis quadras poliesportivas, áreas de camping, campos de futebol, uma quadra de tênis, construída nos moldes internacionais, um teatro ao ar livre, lanchonetes, restaurantes, uma grande área para estacionamento, playgrounds, churrasqueiras e quiosques.

 A área de preservação ecológica abrange 70,4 mil metros quadrados e em suas matas são encontradas centenas de espécies de árvores, algumas em extinção, como o jacarandá, o cedro, a amescla, a quaresmeira, além de animais de rara beleza, como a maritaca, inúmeras espécies de bem-te-vis, pintassilgos, a lontra (que habita os córregos e rios da região), a paca e tatu-bandeira. Nascentes de água potável também são encontradas no Parque.

Como um maravilhoso palco para lazer, tendo ao fundo uma bela cachoeira formada por límpidas águas que brotam no topo da montanha, o Parque da Cachoeira é hoje um belo cartão-postal da Cidade dos Profetas.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade