30 de maio de 2024 18:38

Violência: tiros, assaltos e prisões em Ouro Branco

Em Ouro Branco, Policiais Militares compareceram a Avenida Marisa de Souza Mendes em atendimento a um casal que relatou ter sido vítima de um roubo. O autor após roubar 2  aparelhos celulares, evadiu pela avenida em direção ao um posto de combustível local. Diante das características e de posse das informações referentes a um registro de furto que havia ocorrido, os militares iniciaram intenso rastreamento pelas imediações e durante as buscas pelo autor, depararam com um cidadão (26 anos) que apresentava as mesmas características informadas na denúncia.

Com apoio de outra guarnição, as vítimas foram levadas ao local para reconhecimento, sendo o abordado imediatamente reconhecido como o autor do roubo. Diante disso, os policiais em contato com as vítimas de outra ocorrência, tratando-se de furto, as quais também reconheceram prontamente o autor pelas vestimentas e pela voz. Face ao exposto, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao autor que foi conduzido até a Delegacia de Conselheiro Lafaiete.

Os objetos roubados não foram encontrados com o autor, visto que, este já havia repassado para os seus comparsas que não foram localizados de imediato. Contudo, em continuidade ao rastreamento, os Policiais Militares conseguiram localizar na Rua Peroba, Bairro Belvedere, ambos os autores foram liberados por falta de provas, uma vez que as vítimas não viram nenhum veículo dando cobertura ao autor.

Em posse deles também não foram localizados os objetos subtraídos. No momento em que os Policiais Militares já estavam na sede da Companhia PM fazendo o registro da ocorrência, houve várias ligações via 190, dando conta de que estava sendo efetuado vários disparos com arma de fogo pela Rua Paineiras e pela Rua Braúna, ambas no Bairro Belvedere. De imediato, os Policiais Militares deslocaram ao local e iniciaram rastreamento pelo bairro, e em dado momento, avistaram os autores (anteriormente liberados) na esquina das Ruas Jequitibá com Eucalipto, os quais assustaram e correram cada um para uma das ruas citadas. Perseguidos, um deles foi contido na Rua Eucalipto, logo após descer a passarela que liga à Rua Jequitibá com a Rua Gameleira, onde caiu ao solo e juntamente com ele um objeto que estava em seu poder, tratando-se de um revólver de calibre 22, semelhante a arma citada pelas vítimas do roubo, com três munições de mesmo calibre, estando 2 intactas e uma deflagrada. Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante delito ao autor (21 anos) por posse ilegal de arma de fogo e por disparo em via pública e este foi conduzido à Delegacia de Conselheiro Lafaiete.

Arma apreendida pela PM/Divulgação

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade