13 de abril de 2024 19:03

Jovem de 19 anos morre depois de ser baleado dentro de cemitério na região

Um jovem de 19 anos morreu nesta quarta-feira (25/1) após ser baleado dentro do Cemitério Municipal Nossa Senhora Aparecida, em Santos Dumont, na Zona da Mata, em Minas Gerais. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou os primeiros atendimentos ainda no local no início da tarde. 

As autoridades e o resgaste foram acionados pela companheira da vítima, que ouviu o barulho dos disparos minutos após o rapaz sair de casa. Ela o encontrou caído entre os túmulos ainda com vida. 

Atingida com dois tiros na região do pescoço, a vítima foi levada para o Hospital Misericórdia, mas não resistiu aos ferimentos. Em nota, a assessoria da instituição hospitalar disse que o rapaz deu entrada na unidade às 13h16, e o óbito foi constatado 28 minutos depois, apesar dos “esforços e desempenho das equipes”. 

Conforme o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, o jovem teria se encontrado no cemitério com um rapaz de 24 anos e outro, de 16. A namorada da vítima relatou à PM que o companheiro foi ao local para “fazer negócios”. Ela alegou ter visto a dupla deixando o local em uma moto logo após sair na rua ao ouvir o barulho dos tiros. Ainda de acordo com a versão da mulher, o adolescente segurava um revólver no momento em que sentava na garupa do veículo.

Durante as diligências, os policiais recolheram uma sacola contendo maconha ao lado do corpo e iniciaram as buscas nos arredores, quando viram o suspeito de 16 anos pulando o muro de uma residência e, em seguida, correndo em direção a uma travessa. Naquele momento, os militares não conseguiram capturá-lo.  

Porém, enquanto as buscas ainda aconteciam, o adolescente se apresentou na delegacia, onde confessou ser o autor do homicídio e foi colocado sob custódia da Polícia Civil. O outro rapaz, de 24, foi encontrado caminhando pela BR-040, quando os militares o prenderam. Segundo ele, o pai do menor de idade, de 46 anos, é quem teria encomendado o crime. 

Por fim, a Polícia Militar encontrou a moto usada na fuga na casa de outro rapaz, de 21 anos, situada na Travessa Jose Hilário da Silva. Às autoridades, ele declarou que o veículo estava guardado em sua residência a pedido do pai do adolescente. Conforme o depoimento, foi o garoto de 16 anos que chegou conduzindo a motocicleta no local onde ela ficaria escondida temporariamente, o que contraria a versão da namorada da vítima de que o adolescente estaria na garupa. Todos foram conduzidos à delegacia da Polícia Civil.  (EM)

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade