24 de abril de 2024 19:39

Olhe para o céu: cometa poderá ser visto em Minas pela primeira vez em 50 mil anos 

Para conseguir ver o cometa é necessário estar em local escuro e usar um binóculo   

Um cometa que está a 42 milhões de quilômetros da Terra poderá ser visto nesta quarta-feira (1°) quando vai atingir brilho máximo. A última vez em passou pela Terra aconteceu há 50 mil anos. Em Minas Gerais, quem mora na região do Sul de Minas terá mais chances de ver o cometa, no próximo domingo (5). No Brasil e em todo Hemisfério Sul, com um pouco de sorte, as pessoas vão poder localizá-lo.

Na região do Sul de Minas Gerais, o cometa deve começar a se tornar visível a partir do próximo domingo (5), após o pôr-do-sol, ainda baixo e junto ao horizonte norte do céu.

“A lua cheia atrapalhará a visão, visto que o cometa deverá ser um astro um pouco acima do limite da capacidade humana em vê-lo. Desta forma, o uso de binóculos, mesmo de pequeno aumento, será fundamental”, explicou o professor e astrônomo da UNIFEI, Gabriel Hickel.

A partir deste mês, o cometa ficará cada vez mais alto no céu e a lua, caminhando para minguante, não será um problema.

“Entretanto, na medida que o tempo passa, ele ficará mais distante do Sol e da Terra, ficando mais fraco. Assim, só o veremos de forma espetacular, se sua taxa de emissão de gases e poeira, aumentarem de forma inesperada, o que é pouco provável.”

Nos dias 10 e 11 deste mês, o cometa estará, aparentemente no céu, junto ao planeta Marte, que é fácil de ser notado. Embora já bem mais alto no céu, sem a presença da lua para atrapalhar e com uma boa referência para ser encontrado, dificilmente ele será um astro visível a olho. Binóculos ou mesmo um pequeno telescópio, serão ferramentas úteis para encontrá-lo.

O cometa deve permanecer localizável no céu até o dia 10 de fevereiro.

FONTE ITATIAIA

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade