20 de abril de 2024 08:15

MP prende 12 pessoas envolvidas em organização criminosa

Além das prisões, foram apreendidos dinheiro, drogas, armas de fogo, munições, carros e motocicletas usada pelos suspeitos

Doze pessoas suspeitas de envolvimento com uma organização criminosa foram presas nessa terça-feira (6/7) em operação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), nas cidades de Visconde do Rio Branco e Rio Pomba, Região da Zona da Mata Mineira.

Foram cumpridos 30 mandados judiciais, sendo 17 de busca e apreensão e 13 de prisão temporária. Duas dessas foram em flagrante e em apenas uma os agentes não conseguiram localizar o investigado. De acordo com o MP, um ex-taxista de Visconde do Rio Branco, suspeito de transportar indivíduos ligados à disputa de facções na região, foi preso. 

Arma aprendida na operação Égide(foto: MPMG/Divulgação)

Outras pessoas que participavam da organização criminosa, financiando e movimentando dinheiro e armas de fogo para os traficantes e fornecendo drogas e celulares para o interior de unidades prisionais também foram presos.

Também foram apreendidos dinheiro, drogas, armas de fogo, munições, carros e motocicletas usados pelos investigados para a prática de crimes.

Carros e motocicletas utilizados pelos investigados também foram apreendidos(foto: MPMG/Divulgação)

A operação Égide, como é chamada, tem o objetivo de desmantelar a organização criminosa investigada pela prática de tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídios, porte de armas de fogo, assaltos, latrocínio, corrupção de menores e outros crimes violentos na região da Zona da Mata mineira.

A ação foi realizada através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Zona da Mata, em conjunto com a Promotoria Criminal de Visconde do Rio Branco e com as polícias Militar e Penal de Minas Gerais.

FONTE ESTADO DE MINAS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade