13 de abril de 2024 19:27

Câmara de Itaverava divulga nota de pesar e repúdio e pede rápida apuração de assassinato; esposa divulga vídeo por justiça

A Câmara de Itaverava (MG), através do Presidente Wagner de Carvalho Leão, divulgou nota joje (13), de pesar e repúdio pelo assassinato de Ricardo Lélis de Assunção, de 49 anos, ocorrido na tarde de sexta-feira (10), em seu sítio na localicade de Itaqui Alto. O Legislativo também enviou ofício a Polícia Civil de MInas Gerais pedindo empenho e celeridade na apuração rigorosa do crime e espera identificação e punição exemplar para os envolvidos.

Ricardo, conhecido pelo pseudônimo de Roberto de Carvalho, foi morto de forma cruel e fria, com um tiro na cabeça, quando um homem invadiu sua propriedade e atirou contra ele. A vítima foi socorrida ao posto de saúde mas não resistiu ao ferimento. Ricardo foi sepultado em São João Del Rei na tarde de sábado (11). A Polícia Civil investiga o crime. Segundo a PM, o autor chegou ao local do crime acompanhado com mais 3 pessoas. A vítima foi socorrida ainda com vida por uma equipe do SAMU, porém, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito durante os atendimentos. A Perícia Técnica compareceu no local para os trabalhos de praxe. A Polícia Militar segue em diligências na busca dos autores e esclarecimentos sobre a motivação do crime.

Ricardo tinha ampla visibilidade nas redes sociais por denunciar os desmandos, perseguições e supostas irregularidades na administração pública. Para amigos, o crime estaria ligado a “queima de arquivo”. Em Itaverava, assassinato sacudiu a cidade e seus moradores.

Nas redes sociais, sua esposa, Raquel Santos, divulgou um vídeo emocionante onde pediu justiça e enalteceu o legado de Roberto de Carvalho. “Tiraram a vida do meu esposo, meu marido. Ele deixou um legado, uma semente, continuem regando esta semente”, disse.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade