50% dos bairros de Barbacena já confirmaram COVID-19

18

Aconteceu no final da tarde de ontem (25/05), mais uma coletiva da Secretaria Municipal de Saúde (Sesap). A coletiva começou com o Dr. Herbert Fernandes, epidemiologista do Município, respondendo uma pergunta sobre uma compra de hidroxicloroquina feita pelo Município. “Lá em março quando começou-se a ventilar a ação da hidroxicloroquina era muito necessário que a gente se preparasse para caso essa medicação viesse mesmo a ter resultado, a gente tivesse o mínimo de estoque possível para fornecer aos pacientes. Nós nos adiantamos para fazer uma reserva, caso fosse necessário, mas sabendo que era muito importante que houvessem os estudos que comprovassem o uso da hidroxicloroquina. Naquela época nós sabíamos que funcionava em laboratórios. Desde então temos acompanhado diuturnamente todos os estudos cientificos que têm sido realizados, não só a hidroxicloroquina, mas todas as medicações que vem sendo ventiladas como possíveis tratamentos da COVID-19”,  afirmou o médico.

Maurício Becho, chefe da Vigilância Epidemiológica do Município confirmou que houve uma incidência de casos alta, ou seja, um número proporcional a 100 mil habitantes. “A gente tem aí 185 casos a cada 100 mil habitantes em Barbacena, fazendo com que Barbacena se torne a primeira cidade do estado com maior incidência de casos”, ressaltou.

Como já foi ressaltado em outras coletivas, o Município segue um protocolo de testagem, isso significa que apenas os sintomas mais graves e profissionais da linha de frente é que são testados. “Dos confirmados nós atingimos 50% dos bairros de Barbacena, mais isso não me preocupa tanto, o que mais me preocupa e que é importante vocês saberem e divulgarem, que o nosso número de notificados abrange 100% da nossa cidade”, destacou Mauricio Becho. (Folha de Barbacena)

Confira a coletiva na íntegra :