A sorte está lançada: foi dada a largada das eleições mais imprevisíveis; mulheres representam a maioria do eleitorado

14

Começou hoje a campanha eleitoral de 2018 quando os brasileiros definirão os rumos do país. O período se estende até dia 7 de outubro quando ocorrem as eleições. A campanha no rádio e na TV começa no próximo dia 31. No total serão cerca de 45 dias de período eleitoral. Em Lafaiete o clima é cercado de expectativa no xadrez político. No plano estadual são 6 pretendentes. Glaycon Franco (PV), que busca seu 3º mandato,  Geraldo Heleno (PPL),  Giovanny Laporte (PRTB) e Flávio Garcia (PDT) disputam a preferência do colégio eleitoral de mais de 93 mil eleitores. Aos candidatos, se juntam duas mulheres: a médica Selma Rocha (PHS) e a empresária e líder comunitária Neuza Mapa (PT).

Com candidatos a deputado federal foram confirmados: o vice-prefeito de Lafaiete, Marco Antônio Reis Carvalho (PHS),  o médico Antônio Kadar (PTB), Elisa Lopes (NOVO). O clima de apatia e desinteresse dominam o quadro político das eleições mais imprevisíveis dos últimos tempos ode ser misturam ingredientes explosivos de revolta  e atimento.

Eleitorado

Nos 22 municípios quem compõem as regiões das Vertentes, Alto Paraopeba e Vale do Piranga o eleitorado chega perto de 292 mil votantes. As mulheres assumiram a maior fatia do eleitorado chegando 51% do total contra 49% dos homens.

Proporcionalmente, Lafaiete é a cidade onde há o maior número de eleitoras com 52,76% e os homens representam 47,2% do eleitorado. Em seguida vem Congonhas com 20.909 (51,26%) mulheres e 19.866 (48,7%).

Ouro Branco é a 3ª cidade onde na proporção de mulheres votantes é maior em toda a região. Na cidade elas representam 50,73% contra 49,21% do eleitorado masculino.

Casa Grande, Desterro de Entre Rios, Jeceaba, Santana dos Montes e Catas Altas da Noruega onde os eleitores são a maioria.

Confira os dados: