fbpx
17.3 C
Conselheiro Lafaiete
terça-feira, 20 outubro 2020
Início Economia Abono extra de R$ 2.000 aos segurados do INSS confirmado? Veja aqui!

Abono extra de R$ 2.000 aos segurados do INSS confirmado? Veja aqui!

Proposta está em análise pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado e prevê o pagamento do benefício até o fim do ano.

Aposentados, pensionistas ou cadastrados no Benefício de Prestação Continuada (BPC) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem receber um abono extra no valor de R$ 2 mil durante o estado de calamidade pública. O grupo é considerado vulnerável economicamente, visto que ficou de fora dos repasses referentes ao auxílio emergencial.

A medida faz parte da sugestão legislativa (SUG) nº 15/2020, criada por Jefferson Brandão Leone – BA,  e que já está em análise pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal. O projeto foi oficializado em junho e recebeu mais de 26 mil assinaturas por meio de um abaixo assinado virtual.

Quem terá direito?

O critério utilizado para as concessões terá como premissa a renda dos segurados. Nesse caso, o benefício será voltado para quem recebe até três salários mínimos. 

Se aprovada, a ajuda se juntará às outras medidas de enfrentamento à pandemia de coronavírus. Isso porque um dos grupos mais afetados foi justamente daqueles que recebem algum benefício de transferência de renda ou aposentadoria. No site do Senado é possível acompanhar todos os trâmites relacionados ao projeto.

Justificativa da proposta

O texto da SUG tem como objetivo proporcionar o pagamento do abono extra de R$ 2 mil para quem é aposentado e pensionista ou recebe o BPC do INSS. A medida deve prevalecer até o fim do decreto que determinou estado de calamidade pública em todo o país, com encerramento para dezembro deste ano.

Novo projeto prevê abono de R$ 1.045

Outra proposta de abono emergencial foi apresentada, desta vez na Câmara por meio do Projeto de Lei nº 4644/20, de autoria da deputada Sâmia Bomfim (PSOL – SP) e de outros representantes do partido.

A ideia é pagar em cota única o benefício no valor de R$ 1.045 a trabalhadores formais que atendam as condições estabelecidas, aposentados e pensionistas do RGPS (Regime Geral de Previdência Social), beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e da RMV (Renda Mensal Vitalícia).(EDITAL CONCURSOS)

Mais lidas

Jovem médica e bebê morrem em parto

Com pesar comunicamos que faleceu na madrugada de ontem, 10/10, no hospital Bom Jesus em Congonhas, por complicações no parto, a...

Grave acidente entre carros e carreta deixa vitimas na BR 040

ATENÇÃO! Itabirito, BR 040 km 587, ambos os sentidos, pista parcialmente interditada devido a acidente envolvendo 02 autos de passeio e...