Acordo judicial dá fôlego a Copasa para investimentos em obras; multas aplicadas serão revertidas em medidas compensatórias

14
A mais de 5 anos persiste o mau cheiro da ETE Bananeiras e empresa já foi multada pelo problema/Arquivo
Copasa está investindo mais de R$25 milhões na construção da ETE Ventura Luiz, porém prazo de conclusão previsto já venceu/Arquivo

Encurralada pelo Ministério público (MP), pressão dos consumidores e pela prefeitura, a Copasa fechou um acordo em que repactou os prazos de obras previstos no contrato assinado em 2014, como também um pacote de investimentos em Lafaiete.

O novo realinhamento de compromissos dá um fôlego a empresa concessionária alvo de recorrentes denúncia e reclamações no descumprimento de acertos firmados como também na queda da prestação de serviços.

Na última reunião da Federação das Associações de Bairros (Famocol), realizada no último dia 19, representantes da Copasa adiantaram que estaria em negociações um amplo acordo de investimento e repactou de prazos de obras, com conclusão da ETE Ventura Luiz, fim do mau cheiro da ETE Bananeiras, ampliação do acesso de comunidades rurais a água potável entre outros.

A mais de 5 anos persiste o mau cheiro da ETE Bananeiras e empresa já foi multada pelo problema/Arquivo

A empresa é alvo de pelo menos 5 ações movidas pelo Ministério público pelo descumprimento de prazos previstos no contrato que totalizam mais de R$ 5 milhões. Esses valores serão revestidos em investimentos em Lafaiete. Por outro lado, o Município aguarda como contrapartida pela assinatura do contrato um investimento de pouco mais de R$ 14 milhões em obras até agora protelado pela Copasa.

Acordo judicial entre Ministério Público, COPASA e Município foi assinado em Lafaiete por meio do qual foram detalhados uma série de compromissos de ordem ambiental e sanitária. Foram acertadas medidas compensatórias financeiras a serem revertidas em ações estruturais em Lafaiete.

O detalhamento do acordo será feito em entrevista coletiva a ser concedida na sede das promotorias de Justiça de Conselheiro Lafaiete hoje, dia 4, às 13 horas e contará com a participação do Prefeito Municipal, Mário Marcus (DEM) e da diretoria da COPASA.

A empresa ganha agora mais um voto de confiança e a população aguarda que m ais uma vez a Copasa não quebre os acordos firmados.