Cratera comemora um ano e sem uma data para solução

9
Cratera ameaça engolir rua e obra não tem data de início/Arquivo
Cratera ameaça engolir rua e obra não tem data de início/Arquivo

Depois de concluir a cratera da Santa Matilde, o prefeito Mário Macus (DEM) já tem outra obra para iniciar. O vereador Fernando Bandeira (PTB) cobrou do prefeito Mário Marcus (DEM) a retomada da obra de contenção da erosão nas ruas Dr. Zebral e Itacambira bem próxima ao Lar do Menor Amparado, o Larmena. Segundo Bandeira, a obra vai liberar uma importante via de ligação entre bairros.

A novela da cratera já dura mais de um ano e aos poucos vai engolindo a rua.

O projeto original previa a construção de um muro de gabião e, para auxiliar na contenção, a prefeitura iria captar as águas pluviais.

Na gestão anterior a obra deveria ficar pronta em meados de agosto de 2016. Estava prevista também a construção um passeio de no mínimo 1,50 metros para que possa ser dando maior segurança ao campo de futebol e a valorização no lote confrontante do passeio o Larmena.

O valor da obra está orçada em R$ 230 mil, mas pelo aumento do processo erosivo já deve ter triplicado o valor.

Vereador Fernando Bandeira/CORREIO DE MINAS

A prefeitura chegou promover a licitação e contratar a empresa e até mesmo dar início às obras, porém pelo o que foi apurado á época seus representantes afirmaram que não dispunham de recursos para tocar o projeto.

Esta como tantas outras são evidências que a cidade vive uma síndrome das obras inacabadas.