Depois de 11 anos, comunidade do Alto Maranhão comemora reabertura de igreja histórica e celebra sua principal devoção

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Distrito, que é berço de Cogonhas, comemora a devoção do Nossa Senhora da Ajuda entre 6 a 15 de agosto

Capela tem 5 alaltares

Alto Maranhão, surge na primeira metade do século XVIII inserido na história como um dos primeiros arraiais do período aurífero da Colonização Mineira, sendo uma etapa marcante do Caminho Velho que ligava a capital da Capitania de Minas Gerais, Villa Rica ( atual Ouro Preto)  até o porto de Paraty no Rio de Janeiro.

Imensurável é sua participação e seu valor na constituição do município de Congonhas. Pertenceu à Vila Real de Queluz, (hoje município de Conselheiro Lafaiete), desde sua elevação à categoria de Vila, ainda no século XVIII, prevalecendo até a emancipação de Congonhas do Campo, de acordo com o Decreto Lei Estadual nº 1.058, de 31 de dezembro de 1943, já como Distrito, mas apenas cinco anos depois,  pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.058, de 31-12-1943, Alto Maranhão foi transferido do município de Conselheiro Lafaiete para o novo Município de Congonhas do Campo.

Possui vários pontos turísticos, embora não reconhecidos, mas que despertam a atenção para uma pequena parada dos forasteiros viajantes, que por ali, passam.

Com a lei nº. 723 de 30 de setembro de 1918 a denominação de Redondo foi alterada para Alto Maranhão,  um  distrito grandioso que englobava grande parte do atual município de Congonhas desde o nascimento de tais localidades no início do séc XVIII até o fins da república velha. O distrito era integralmente banhado pelos rios Maranhão e Paraopeba a partir de sua divisa com a outrora Queluz, conforme registram os mapas da Comarca de São José das Mortes e também o mapa do município de Queluz a quais comarcas pertenceu o Distrito.

Alguns historiadores e arqueólogos chegam a levantar a hipótese de que Alto Maranhão tenha sido Vila em algum momento da história. Assim é que o “Largo do Pelourinho”, atual Praça 15 de agosto, para onde confluem todas ruas da Sede do Distrito, inclusive a então Rua do Largo do Pelourinho  mais a histórica cadeia, ao contrário de mera especulação, nos conduzem a hipótese de que Foral de Vila fora constituído em algum momento histórico, restando aos pesquisadores o teste de tal hipótese através de descoberta de documentos escritos, uma vez que os arqueológicos já foram evidenciados.

Além das Ruínas de uma Cadeia, Ruínas da Casa do Capitão Zeca Moreira e a Fonte (com águas cristalinas, abençoadas com relatos de curas) se encontra uma belíssima Capela do século XVIII, um dos primeiros bens culturais que também compõe o grandioso Patrimônio de Congonhas e cuja invocação é atribuída a Nossa Senhora da Ajuda . Uma vez por ano, do dia 06 à 14 de agosto, milhares de devotos participam da novena que precede a gloriosa festa realizada no dia 15 de agosto, extremamente  exaltada pela manifestação de  devoção e fé.

Interdição

Depois de 11 aos, tempo será reaberto, mas ainda depende de noivos investimentos

A capela, após ter passado ao longo dos anos, por intervenções em sua arquitetura como também nos elementos artísticos, propicia a quem a contempla hoje, um novo olhar, principalmente nos 05 altares restaurados: laterais, colaterais e altar -mor. É pouca estudada, apesar de ser tombada pelo Município e pelo Estado.

Apresentando toda estrutura abalada, agora no início do século XXI, exigiu-se, em caráter emergencial,  uma intervenção extremada para preservar o templo. Portanto, com a interdição da Capela Nossa Senhora da Ajuda no ano de 2008, foram suspensas as atividades religiosas em razão dos problemas que na edificação se encontravam, o que causava sérios riscos de danificação total na arquitetura ou até mesmo o desabamento da construção e perda de um monumento do século XVIII. Sendo assim, através do IEPHA e Munícipio, providências emergenciais e eficazes foram tomadas para garantir a estabilidade e a graciosidade da capela. Durante esses anos a Comunidade anseia para que a reabertura aconteça, de forma que, novamente, volte a desenvolver, ainda mais, sua devoção e fé. É um belíssimo templo que causa  encanto a todos que adentram-se em seu interior. Nesse sentido, concluindo uma etapa de sua restauração, as portas se abrirão, com uma entrega à comunidade, pelo órgão a que compete fazê-lo.

Dentro da programação da grande festa da padroeira a “Nossa Senhora da Ajuda”, a Prefeitura Municipal de Congonhas, através do Prefeito,  José de Freitas Cordeiro,  realizará a cerimônia de entrega, no 6 de agosto/ 2019, próxima terça-feira, logo após a celebração da Santa Missa, presidida pelo Pároco Eduardo Bastos. Haverá o levantamento do Mastro e a seguir, inicia-se a cerimônia. A Comunidade agradece aos Órgãos competentes que se empenharam nos trabalhos efetuados. O templo, uma vez entregue à comunidade, essa dará continuidade ao zelo necessário para manter viva, a história de um patrimônio admirado e amado por todos.

  • Maria da Paz Pinto- Historiadora e Coordenadora do CCP (Conselho Comunitário de Pastorais)

A novena

Na próxima terça feira, dia 6, inicia a novena de Nossa Senhora da Ajuda com a abertura da Igreja, missa e levantameto do mastro. Arté dia 15, acontecem com celebrações religiosas, terço, etc,.

PROGRAMAÇÃO

  • Dia 06 –– Terça – feira                                                                                                                                                                                                                                                                  18h – Saída da Bandeira:  Rua Pedro de Paula Pinto, 385.

                   19h – Celebração Eucarística , logo após, levantamento do Mastro, no adro da Igreja.                                                                                                               A

  • Dia 07 – Quarta – feira                                                                                                                                                                                                                            

19h – Celebração Eucarística.

  • Dia 08 –  Quinta – feira                                                                                                                             

       19h – Celebração Eucarística.                                                                                                          –

  • Dia 09 – Sexta –  feira                                                                                                                                         

      18h-  Recitação do Terço.

    19h – Celebração Eucarística.                                                                                                                                            A

  • Dia 10 – Sábado                                                                                                                                                            

18h – Recitação do Terço.                                                                                                                                                                                                                                                                                19h – Celebração Eucarística.

  • Dia 11 – Domingo                                                                                                                                                                                                                                                                              18h – Solene Procissão luminosa, com a Imagem de Nossa Senhora da Ajuda, percorrendo as ruas da comunidade.                                                                                                  19h – Celebração Eucarística.
  • Dia 12 –Segunda – feira                                                                                                                                         

18h – Recitação do Terço.                                                                                                                                                                                                                                                                                19h – Celebração Eucarística.

  • Dia 13 –  Terça – feira   

         18h – Recitação do Terço.                                                                                                                                                                                                                                                                                 19h – Celebração Eucarística.

  • Dia 14 – Quarta  – feira – Ladainha Festiva                                                                                             

09:30h:  Celebração Eucarística e UNÇÃO DOS ENFERMOS.

19h – Celebração Eucarística , Coroação e  Ladainha  Festiva.                                                                      A

 

  • Dia 15 – Quinta – feira – Solenidade da Assunção-  Salve Nossa Senhora da Ajuda!

06h – Ave Maria e Repicar dos sinos                                                                                                                                              

7h, 9h, 11h e 15h – Missas solenes, em honra a Nossa Senhora da Ajuda                                                                                                                            

13h – Leilões

Após a Celebração das 15h, descerramento do Mastro e encerramento da Festa.

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *