Depois de 45 horas, incêndio começa a ser controlado na Serra do Ouro Branco

15
Incêndio já dura mais de 45 horas e começa a ser controlado

Incêndio, que já dura mais de 45 horas, destrói parte da vegetação do Parque Estadual Serra do Ouro Branco. Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar de Conselheiro Lafaiete, o incêndio teve início no começo da tarde da última quinta feira (07) e rapidamente se espelhou tomando grandes proporções e se espalhando por extensas áreas do Parque. Devido a região onde estão concentrados os focos ser de difícil acesso, foram necessários a utilização de aeronaves e o apoio de brigadistas voluntários que aturaram juntos nos trabalhos para minimizar os estragos causados pelo fogo na vegetação.

Incêndio já dura mais de 45 horas e começa a ser controlado

Os trabalhos continuam intensificados nesta sexta feira (08), com o aumento no número de efetivos do Corpo de Bombeiros de Conselheiro Lafaiete, e de brigadistas voluntários. As aeronaves que estão sendo utilizadas na operação, pertencem ao Instituto Estadual de Floresta (IEF), e estão sendo abastecida com águas no Aeroporto das Bandeirinhas, em Conselheiro Lafaiete, por caminhões do Corpo de Bombeiros e de lá seguem em direção ao parque.

O Corpo de Bombeiros de Lafaiete que estão atuando em conjunto com o IEF para realizar debelar o incêndio, montaram um posto de comando na Praça de Eventos da cidade de Ouro Branco para facilitar os deslocamentos e apoio das equipes. Ao todo, cerca de 10 militares do Corpo de Bombeiros e aproximadamente 40 brigadistas, trabalham na operação. Além de três caminhões pipas e uma ABT e de demais veículos da corporação militar, a operação contou anda, com o apoio de 3 aviões e de dois helicóptero cedidos pelo IFF.

Aviões e helicóptero do IEF e 50 homens ajudam apagar o incêndio

O incêndio ai continua neste momento no Parque, porém, com menores proporções. O Parque Estadual Serra do Ouro Branco, foi criado em setembro de 2009, possui extensão de 7.520,7888 hectares, é considerado um importante divisor de águas de várias bacias e sub-bacias hidrográcas da região. Em suas partes mais altas, pode ultrapassar os 1.500 metros de altitude.