Desemprego: vereador Chico Paulo denuncia que lafaietenses não tem vez e são excluídos da contratação pelos Sines’ da região

22

Um assunto que casou certo atrito diplomático entre Lafaiete, Congonhas e Ouro Branco foi tema principal do discurso do vereador pestis Chico Paulo. Hoje, dia 14, durante a sessão da Câmara, e voltou a criticar os Sine’s das duas cidades vizinhas que priorizam contratação de mão de obra local, excluindo os lafaietenses. Ele contou que a 4 empreiteiras que trabalham para a CSN estão contratando trabalhadores, porém o recrutamento somente é realizado nas duas cidades vizinhas.

Câmara e prefeitura assinaram carta de intenção em que cobram igualdade de oportunidades na contratação de mão de obra n região
Chico Paulo voltou criticar os Sine’s de Ouro Branco e Congonhas

Ele cobrou do prefeito Mário Marcus (DEM) uma ação efetiva e resultado no cumprimento da carta de intenções assinada pelos vereadores em que cobram das empresas mineradoras, siderúrgicas e empreiteiras tratamento igualitário na contratação de mãos de obra. “Está na hora de alguém olhar pela nossa cidade. A assinatura da carta foi bonita e todos aparecerem nos jornais mas ainda nada de concreto aconteceu e nosso trabalhador está sendo jogado para escanteio. Lafaiete só fica com o ônus  e as outras cidades com o bônus”, desabafou.

Ele também cobrou do deputado Glaycon Franco (PV) uma atuação em favor da mão de obra lafaietense. “Tudo o que o deputado pede ao governador ele é atendido. Então temos que cobrar dele uma posição”, assinalou. Segundo Chico Paulo, de cada 3 pedidos, dois são para empregos.

Conselho

O vereador João Paulo Pé Quente (DEM) pediu o agendamento de uma reunião com as principais empresas da região, juntamente com o prefeito, para uma ação conjunta em favor dos trabalhadores lafaietenses.