Drama: após agressão da mãe, criança foge de casa pela BR 040 em busca do pai, mas é localizada por frentistas de posto

38

Um caso de agressão e violência a uma criança pela mãe foi registrado no Conselho Tutelar de Lafaiete. Separado da mulher, com quem morou vários anos, o pai, de 40 anos, denunciou o crime ao órgão para as devidas providências imediatas diante da situação de risco. O caso chama a atenção, já que, segundo informações colhidas por nossa reportagem, a criança, de 11 anos, frequentemente é alvo dos ataques da genitora.

Esta semana a situação ganhou contornos mais dramáticos e angustiantes. O menino, após uma surra, fugiu de casa, no Bairro Linhazinha, sem a mãe perceber, e iniciou um percurso pela BR 040. Ele andou acompanhado por um cão, debaixo de um temporal, por vários kms, à margem da rodovia. Em choque pela agressão, sua intenção era ir de encontro ao refúgio e o abrigo pai que mora em Cristiano Otoni.

Em certa altura da BR, percebendo a situação de vulnerabilidade e perigo, um casal ofereceu carona, levando um menino até o Posto Trevão, no trevo de Queluzito. Eram por volta das 15:00 horas, os frentistas, em pânico, acolheram a criança e trocaram sua roupa. Insistentemente, o menino afirmava que desejava ir para a casa do pai. Os funcionários conseguiram acionar o genitor que foi ao local e recolheu o filho. Assustado e indignado com a situação, o pai chamou os militares que levaram de volta a criança a casa da mãe que tem a guarda do filho.

O caso deve ganhar repercussão esta semana já que o pai acionará a PM para registro de boletim de ocorrência e levar o caso a Justiça.