Em jogo emocionante, Cristianense levanta a o tri campeonato da Taça Vertentes

16
Critianense chegou o 3º título

“Está fechado o caixão”. Assim narrava o locutor Carlos Alberto, da Rádio Queluz FM, ao comentar o gol do atacante Caixeta, que assinalou o segundo tento vitorioso do Cristianense. O gol sacramentou a justa vitória de 2 a 1 sobre o Aliado na decisão da XXIV da Taça Vertentes em partida disputada agora há pouco em Santana dos Montes.

Critianense chegou o 3º título

O gol da conquista veio aos 33 minutos do segundo tempo após cobrança de falta de Lalado que tocou o atacante do Cristianense por azar do goleiro Juniel. O Cristinanse chegou ao tri campeonato e o técnico Pedro Tucano, conhecido domo papa como “papa título”, levantou a 6ª conquista do torneio. Tucano foi o último campeão em 2014 pelo Cristianense. Após o jogo uma grande festa tomou o estádio e deve se continuar em Cristiano Otoni.

O jogo

O

O trio de arbitragem: Murilo Francisco Nissin Júnior – CBF, Leonardo Henrique Pereira – CBF e Douglas Almeida Costa – CBF

Cristianese saiu a frente aos 20 minutos do primeiro tempo com um gol de Lalado. Na comemoração, ele levou cartão amarelo. Aos 17 minutos, do segundo tempo, o goleiro Juninho, do Cristianense, defendeu a cobrança de pênalti. Dois minutos depois, em nova cobrança de pênalti, Didico empatou a partida. Nos dois lances, Denerson foi o autor das faltas que resultaram nas cobranças.

Aos 35 minutos, e Caixeta, que substituiu Tifá,  sob protestos do atacante do cristianense, deu números finais a partida, quando o Cristianense levantou a Tala do tri campeonato. Após a partida aconteceu a cerimônia de premiação quando Charles, do Mineiro, foi o artilheiro.