Escolas de Lafaiete e Ouro Branco são contempladas com mais de R$ 600 mil em projetos sociais voltados à educação pela Gerdau

15
Representantes e parceiros na EE Queiroz Júnior/Divulgação

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das comunidades em que atua, a Gerdau investiu mais de 600 mil reais no projeto “Apoio às Instituições de Ensino da Região”, realizado em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), prefeituras municipais e agências de desenvolvimento das cidades mineiras contempladas.

No dia 12 de dezembro, duas escolas de Conselheiro Lafaiete e três instituições de Ouro Branco foram entregues revitalizadas para a comunidade escolar.

“A educação é o principal valor para construirmos uma sociedade mais participativa e integrada. A Gerdau reconhece a importância dessas iniciativas como agentes transformadores nas comunidades onde atuamos e estamos satisfeitos com os resultados alcançados em cada uma das instituições”, destaca Hermenio Gonçalves, Diretor Executivo da Usina Ouro Branco e Mineração da Gerdau.

Localizadas em Gagé, distrito de Conselheiro Lafaiete, a Escola Estadual Queiroz Júnior e a Escola Municipal Romeu Guimarães receberam serviços de pintura, reforma das salas de aulas, instalação de bebedouros, adequações de segurança e acessibilidade, construção de banheiros, reparos hidráulicos e elétricos, incluindo a substituição da iluminação por LED. A ação beneficiou mais de 200 alunos, além de professores e funcionários. “Sempre acreditamos que juntos podemos fazer mais e melhor, e essa parceria entre os setores público e privado reforça ainda mais a importância dessas ações para a comunidade escolar. Atendemos cerca de 120 crianças e a alegria delas ao receberem a escola revitalizada foi emocionante”, afirma Rosarita Conceição da Silva Rodrigues, diretora da Escola Estadual Queiroz Júnior.

Ouro Branco

Parceiros e representantes das escolas beneficiadas em Ouro Branco/Divulgação

Em Ouro Branco, a Escola Municipal José Francisco Nogueira, a Creche Porta dos Sonhos da Associação São Francisco de Assis e o Projeto Vem Ser do Instituto Miguel Fernandes Torres foram beneficiados com reparos elétricos, incluindo a substituição da iluminação por LED, hidráulicos, serviços de pinturas, instalação de bebedouros, sistemas de segurança, toldos, forro no refeitório e manutenção de calhas. Cerca de 550 alunos, além de professores e funcionários das entidades, foram beneficiados com as melhorias.

Todas as atividades realizadas nas instituições foram acompanhadas pelas equipes da Agência de Desenvolvimento de Conselheiro Lafaiete (ADECOL) e da Agência de Desenvolvimento de Ouro Branco (ADEOB). As ações motivaram a parceria das prefeituras municipais, secretarias municipais de educação, Superintendência Regional de Educação e empresas locais.

Até o final do ano, outras instituições localizadas em Itabirito, Lobo Leite, distrito de Congonhas, Miguel Burnier e Mota, distritos de Ouro Preto serão entregues à comunidade.