Garimpando – Um Bairro Encantado – 7

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

GARIMPANDO NO ARQUIVO JAIR NORONHA

                                                        Avelina Maria Noronha de Almeida

                                                      [email protected]

 

UM BAIRRO ENCANTADO – 7

 

Bordar leva tempo, requer capricho, cuidado e simplicidade. Cada bordadeira tem a sua caligrafia, seu jeitinho de dimensionar os pontos. E é isso que torna cada bordado único e valoroso. Silvâna Frância

 

            Queridos leitores: que interessante a coincidência! Justamente no dia desta semana que é de publicar os meus artigos no Correio de Minas, comemora-se o “DIA INTERNACIONAL DA MULHER”.

            Assim, coloco a minha homenagem às MULHERES LAFAIETENSES nas pessoas das queridas e admiráveis BORDADEIRAS DO BAIRRO SÃO BENEDITO.

            Para isso, vou apresentar um poema que, em homenagem às bordadeiras, compôs minha amiga Valdirene de Paula Beato que, juntamente com Silvana de Francia e eu, é admiradora delas:

 

PARA AS BORDADEIRAS DO SÃO BENEDITO

                     Val de Paula Beato

Bordar vai muito além do ato de ornamentar tecidos

com diferentes fios.

Uma dança de agulhas e tramas,

Que aos poucos recobrem riscos e formas,

Esboçadas com zelo por mãos ágeis,

Criando a graciosa valsa das cores,

Trazendo a alegria que faz morada na alma!

Meninas artistas de idades sortidas

E experiências vividas

Brindam o encontro feliz

Nos presenteando com a arte impressa

De suas próprias vidas,

Trazendo-nos alegrias perpetuadas,

Pelos movimentos das falanges dos dedos

Nos orgulhando ponto a ponto.

 

Vejam na foto abaixo as bordadeiras em plena atividade


Todas as fotos são do acervo de Silvana de Francia

Hoje não há necessidade de falar mais para expressar o meu afeto e a minha admiração ao homenagear as Bordadeiras do Bairro São Benedito, pois as belas imagens já falam tanto!!!

            Já dizia o sábio filósofo chinês Confúcio (Chiu Kung, que viveu entre 552 e 479 a.C, conhecido como Mestre Kung pelos seus sábios provérbios) transmitindo a ideia do poder da comunicação através das imagens.

 

Fátima Paixão

Para concluir, as palavras de Silvana de Frância homenageando especialmente Fátima Paixão, na foto logo acima, que iniciou todo o trabalha há quatro anos, fundando a “Associação das Bordadeiras”, do Bairro São Benedito, em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais:

            Bordar leva tempo, requer capricho, cuidado e simplicidade. Cada bordadeira tem a sua caligrafia, seu jeitinho de dimensionar os pontos. E é isso que torna cada bordado único e valoroso. Parabéns, Fátima Paixão! Parabéns Bordadeiras do Bairro de São Benedito!  

                                                                                  (Continua)

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *