Gerdau vai investir mais de R$ 2 bilhões em Minas até 2021

22

Uma das maiores empresas brasileiras produtoras de aço, a Gerdau vai investir mais de R$ 2 bilhões em Minas até o fim de 2021. O montante integra um plano de ações para o triênio de 2019 a 2021 em todo o mundo. Os valores serão empenhados em modernizações de importantes usinas, como a de Ouro Branco, na região Central do Estado.

O investimento também deve impactar na geração de empregos em Minas, lembra o diretor de mineração e matérias-primas, Wendel Gomes. “Aumenta a competitividade das nossas usinas. Posteriormente, com as modernizações finalizadas, a produção será expandida”, disse.

Gerdau
Diretor de mineração e matérias-primas Wendel Gomes/Lucas Prates
Diretor de mineração e matérias-primas Wendel Gomes

Relembre

Dentro dos valores previstos para este ano, a Gerdau assinou um acordo definitivo para a aquisição da Siderúrgica Latino-Americana S.A. (Silat), em Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza (CE). A transação, de mais de 110 milhões de dólares, ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Gerdau passará a deter 96% das ações da Silat, que possui 233 empregados, entre próprios e terceiros. A capacidade instalada anual de laminação é de 600 mil toneladas.

“Essa aquisição faz parte da nossa estratégia de servir cada vez melhor nossos clientes. A Gerdau já possui uma importante operação no Estado do Ceará, o que possibilitará ganhos e sinergias com a operação da Silat. Continuamos acreditando na retomada do mercado interno e essa aquisição reforça o nosso otimismo com a economia brasileira”, disse o CEO da Gerdau, Gustavo Werneck.

Empresa

A Gerdau é uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. A companhia está presente em dez países e conta com mais de 30 mil colaboradores. Além disso, é a maior recicladora da América Latina.