Homem é preso após filmar adolescentes em trajeto de escola e exibir órgão genital

10

Um homem, de 36 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (04), acusado de ter praticado ato obsceno em uma via pública, próximo a uma escola da rede estadual de ensino, localizada no Bairro do Campo, em Barbacena. A Polícia Militar foi acionada pelo diretor da escola o qual relatou que foi procurado por duas adolescente, de 16 e 17 anos de idade, as quais disseram que há algumas semanas vem sendo seguidas durante o trajeto de sua casa até a escola por um veículo VW Gol, de vidros escuros  durante o trajeto entre sua casa e a escola.

O motorista, que trajava boné  e utilizava óculos escuros,  em determinado momento abre o vidro da janela do passageiro e com o órgão genital pra fora da roupa  e segurando um aparelho celular começava filmá-las, ou a tirar fotos.

E que na manhã de hoje, por volta das 7:00 horas, quando passava próximo a um supermercado depararam com este veículo estacionado, tendo o condutor ao perceber a presença delas abriu a janela e passou a filmá-las. Ao olharem através do para-brisa do veículo visualizaram o condutor com o órgão genital por fora da roupa se masturbando e olhando para as vitimas.

As adolescentes  continuaram a seguir o trajeto até a escola, sendo novamente importunadas por várias vezes pelo condutor do veículo que passou a rodear repetindo a atitude praticada. Ao tomar conhecimento a cerca dos fatos, a inspetora da escola se deslocou onde visualizou o veículo apontado pelas vitimas  rodeando o quarteirão, momento em que confirmou que a placa do veículo estaria de acordo com a repassada pelas adolescentes.

A partir deste momento, policiais militares iniciaram rastreamento pelas imediações da escola, sendo o veículo localizado , o qual estava trancado. Após contatos com funcionários que trabalhava  em obra na construção de um prédio, foi constado que o acusado trabalhava no local como pedreiro o qual ao notar a presença dos militares empreendeu fuga em direção ao último andar da construção onde foi agarrado pelos militares tentando apagar as imagens que constava em seu aparelho celular.

Interrogado, o acusado confirmou a versão apresentada pelas vítimas e sobre a existência de vídeos com imagens delas. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e conduzido para a delegacia de Polícia Civil onde permaneceu à disposição da autoridade competente. Um pendrive e o celular do acusado, e ainda, o veículo de sua propriedade, foram apreendidos. Foi verificado que no aparelho do acusado continha várias imagens das adolescentes percorrendo o trajeto até a escola. As adolescente, acompanhadas por seus responsáveis legais, também compareceram à delegacia para prestarem maiores esclarecimentos a cerca do caso.

  • Vertentes Gerais