Candidatos deixam de lado a disputa, trocam elogios e João Paulo antecipa que apoiará Bandeira para presidente em 2018

8
Vereador João Paulo/CORREIO DE MINAS

Cinco dias após a surpreendente vitória de Darcy José de Souza (SD), o Darci da Barreira, ao comando do Legislativo em 2018, ficou evidente que a disputa provocou um racha, tanto que surgiu o G7, formado pelos vereadores que elegeram o novo presidente e pretende protagonizar mudanças significativas no poder. Uma série de demandas está lista do grupo, entre as quais as alterações profundas no regimento interno.

 A semana foi de despedidas e o clima de Natal contagiou os vereadores, acalentando uma aproximação dos grupos Na última sessão de 2017. O vereador João Paulo Pé Quente (DEM) desejou sucesso ao novo presidente elogiando sua responsabilidade e independência. “Meus votos são para seu sucesso que serão nossos também”, disse na Tribuna.

Vereador Fernando Bandeira/CORREIO DE MINAS

Em seguida direcionou as palavras ao colega, Fernando Bandeira, onde antecipou que a aproximação com a sua pré-candidata Selma Rocha foi o estopim para que o grupo lançasse nome dele à presidência. “Nas próximas eleições você já pode contar com dois votos, o meu e o seu. Já digo, com antecedência, que irei te apoiar. Não guardo rancor e vamos olhar para frente”, assinalou.

O vereador Fernando Bandeira (PTB) viu com respeito as divergências entre ambos. “Eu respeito as diferenças políticas e não guardo mágoas. Com certeza que temos que somar já que unidos somos mais fortes. Pode ter certeza que temos que passar uma borracha em tudo e tirar lições das disputas e dos acontecimentos”, comentou.