João Paulo critica diretoria do Guarany e pede policiamento nos Moinhos e São Vicente

10
Vereador João Paulo/CORREIO DE MINAS

Usando a Tribuna ontem, dia 18, o vereador João Paulo Pé Quente (DEM) voltou a criticar a diretoria do Guarany Esporte Clube. Segundo ele, representantes do clube o criticaram por ter anunciando a reforma do estádio cujas parcerias ele teria sido um dos articuladores. Em 2013, o estádio foi reformado e os alambrados e arquibancadas retirados gerando inúmeras críticas. “Eu não estive nas negociações, mas aqueles que estão investindo condicionaram o investimento desde que alguns diretores não estivessem à frente do clube”, frisou. Ele citou que o ex prefeito José Milton, a seu pedido, vai emprestar gratuitamente as máquinas para a limpeza e retirada dos entulhos e até mesmo o alambrado será doado por um empresário.

Violência

João Paulo também fez cobranças por mais policiamento no bairro Moinhos e na comunidade São Vicente. Segundo ele moradores procuraram seu gabinete para reclamar do crescimento de assaltos e roubos. “Nos últimos 15 dias, foram 9 assaltos em casas e sítios quando os bandidos levaram roda de trator, vasilhames e até mesmo agrediram as pessoas”, afirmou. Ele comentou o assalto ocorrido na terça, feria, dia 16, quando um bandido invadiu a escola Meridional, no Morro da Mina. “Onde vamos parar com esta violência? Um bandido entrou em sala de aula e roubou celulares das professoras. Onde vamos chegar?”, questionou.