24 de abril de 2024 19:02

Projeto Juntos para Servir apoia os Institutos Federais

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) é uma instituição pública de ensino, integrante da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, que oferta, principalmente, cursos técnicos e superiores e possui uma Reitoria (unidade administrativa) em Belo Horizonte, além de campi em 18 cidades.

O ano de 2023 reserva um momento importante para os Institutos Federais. Ocorrerá nos próximos meses a eleição para reitoria desses locais importantes para a educação local. Os desafios para os próximos anos serão enormes após anos de negação à educação e dificuldades ultrapassadas, como a pandemia. Agora, o investimento e foco na educação será retomada pelo governo federal e cada instituto terá investimentos suficientes para exercerem o seu papel com competência.
Sendo assim, nós do Projeto “Juntos para Servir”, formado pelos mandatos do deputado estadual Leleco Pimentel e o deputado federal Padre João, consideramos essencial o papel desses institutos que contribuem para a sociedade. Destaque especial para os campis de Ouro Preto, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Itabirito e Ponte Nova, que exercem um papel importante para a região dos Inconfidentes e Alto Paraopeba.

O Projeto estará acompanhando de perto o processo eleitoral e torce para que seja eleita a melhor opção para cada Instituto Federal. Também não podemos deixar de parabenizar cada reitor ou reitora que enfrentou seis anos de atraso para a educação. Foram momentos difíceis e cada um seguiu forte para gerir da melhor forma e oferecer uma educação de qualidade para cada aluno. Não bastasse o descaso do governo federal, viveram momentos complicados devido às imposições da pandemia do Covid-19.

Já destinamos mais de R$ 951 mil, nos últimos 3 anos, para o Instituto Federal de Minas Gerais. Nosso compromisso com a educação está no eixo do nosso projeto: a educação pública gratuita e de qualidade em todos os níveis e modalidades.

Os Institutos Federais, afirma o MEC, constituem um espaço fundamental na construção dos caminhos com vista ao desenvolvimento local e regional. A formação de profissionais técnicos capacita jovens para o mercado. Para tanto, devem ir além da compreensão da educação profissional e tecnológica como mera instrumentalizadora de pessoas para o trabalho determinado por um mercado que impõe seus objetivos.

A Educação Profissional e Tecnológica contribui para o progresso socioeconômico, principalmente para as regiões do Alto Paraopeba e Inconfidentes que possuem a maior concentração de atividades minerárias do Estado. As atuais políticas dialogam efetivamente com as políticas sociais e econômicas, dentre outras, com destaque para aquelas com enfoques locais e regionais, conforme define o documento do Ministério de Educação, produzido por Eliezer Pacheco.

Em 2008, o governo Lula iniciou o projeto dos Institutos Federais para transformar como política pública e presença no orçamento do estado, garantindo o investimento obrigatório do governo federal. Dos 679 campis de institutos federais que o Brasil tem hoje, 422 foram criados nos primeiros mandatos de Lula e de Dilma Rousseff. Para comparação, durante os últimos 6 anos, durante o governo Temer e Bolsonaro, foram criados somente 37 IFs.

O novo governo federal já mostrou o seu compromisso com a educação superior e do ensino técnico e profissional com investimento de R$ 2.44 bilhões extra para fortalecimento. Ao todo, 70% do montante (R$ 1,7 bilhão) será disponibilizado para a recomposição direta nas universidades e institutos. Desse valor, aproximadamente R$ 1,32 bilhão será direcionado para as universidades e R$ 388 milhões para os institutos federais. Os outros 30%, cerca de R$ 730 milhões, serão destinados para obras e outras ações que ficaram com as despesas descobertas na gestão anterior, como ocorreu com a residência médica e multiprofissional, e com as Bolsas Permanência para estudantes.

Seguimos ao lado da educação e principalmente dos Institutos Federais. Podem contar tanto com o deputado estadual Leleco Pimentel, quanto o deputado federal Padre João. Não faltará esforço para atuarmos por cada instituto. Estamos juntos para servir!

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade