fbpx
21.5 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 28 outubro 2020
Início Regional Justiça doa veículo à Apac de Conselheiro Lafaiete

Justiça doa veículo à Apac de Conselheiro Lafaiete

Kombi será usada para transporte dos recuperandos

Mulher entrega chave de carro a homem, tendo fórum ao fundo. A diretora do foro, juíza Célia Corrêa, entrega as chaves ao juiz da Vara de Execuções Penais, Paulo Roberto da Silva
Está enganado quem acha que uma Kombi transporta apenas pessoas e materiais. Para os recuperados da Apac de Conselheiro Lafaiete, o veículo vai além de um simples meio de locomoção. O novo veículo será destinado ao transporte coletivo e servirá de apoio logístico às atividades laborativas, especialmente no deslocamento dos recuperados para o trabalho. Além disso, o coral da Apac, bastante requisitado na região, utilizará a Kombi para chegar a seus locais de apresentação.
Em 15 de setembro de 2020, o Judiciário estadual mineiro formalizou a doação da Kombi à Associação de Proteção e Assistência (Apac) de Conselheiro Lafaiete. O automóvel até então utilizado na comarca foi substituído por um mais moderno.
A formalização da entrega contou com a presença da juíza diretora do foro, Célia Maria Andrade Freitas Corrêa, do juiz da 2ª Vara Criminal e de Execuções Criminais, Paulo Roberto da Silva, do gerente de secretaria Hélio Alves Nogueira, do presidente da Apac, Rafael Cássio Veloso, dos supervisores Ricardo Emanuel Nonato e Hélida Inácia Oliveira Fonte Silva e do motorista Ronaldo de Oliveira.

A diretora do foro, juíza Célia Corrêa, entrega as chaves ao juiz da Vara de Execuções Penais, Paulo Roberto da Silva /DIVULGAÇÃO/TJMG

Mãos estendidas para a reinserção social

Os presentes manifestaram agradecimentos à Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em especial ao corregedor-Geral de Justiça, desembargador Agostinho Gomes de Azevedo. Por ocasião do pedido, o magistrado era superintendente de Transportes da Casa.
Pessoas de máscara em estacionamento do fórum, ao lado de KombiEquipes do TJMG e da Apac comemoraram a chegada da Kombi à unidade
A equipe ainda ressaltou a colaboração de outros colegas e servidores que contribuíram para a concretização dessa aquisição, no âmbito do TJMG e da comarca, a voluntários e à comunidade que apoia as iniciativas.
“Essa doação é de fundamental importância para a Apac de Conselheiro Lafaiete, já que a instituição não tinha um veículo utilitário, apropriado para apoio logístico relevante não só no transporte coletivo de pessoas, mas de equipamentos e materiais. Agradeço a todos os integrantes e servidores do Tribunal de Justiça que colaboraram para que essa cooperação ocorresse”, completou o juiz Paulo Roberto da Silva.
Para um projeto futuro, a associação pretende ampliar convênio já vigente com a prefeitura de Conselheiro Lafaiete, empregando o veículo para transportar blocos de concreto e profissionais que se encarregarão da mão de obra para a pavimentação das vias públicas da cidade.

Mãos estendidas para a reinserção social

A comarca conta com centros de reintegração social para mulheres e homens que beneficiam cerca de 300 pessoas. Inicialmente, a Kombi será utilizada apenas pela Apac masculina, mas eventualmente poderá atender também a necessidades da unidade das mulheres.

O espaço da Apac feminina tem capacidade total para 60 recuperadas. A unidade conta com celas, cozinha industrial, dois refeitórios e quatro oficinas (costura, artesanato, fábrica de chinelo e marcenaria).

O coral é uma das atividades desenvolvidas na Apac local para remição de pena/MINA DO MOURA /TJMG

Mulheres de uniforme cantam em solenidade na ApacO coral é uma das atividades desenvolvidas na Apac local para remição de pena.
A Apac masculina, além das celas e de refeitórios, é dotada de horta, padaria e lanchonete, serralheria, marcenaria, oficina de artesanato, uma fábrica de pré-moldados e tijolos. Abriga ainda atividades da Escola Estadual Professor Astor Viana, onde são oferecidas turmas do ensino fundamental ao médio, e cursos superiores na modalidade ensino à distância (EAD).

Com cerca de 250 recuperados do regime fechado, a unidade mantém frentes de trabalho em obras do município e desenvolve atividades intramuros, tanto laborativas quanto culturais, visando à ressocialização.

Mais lidas

Jovem médica e bebê morrem em parto

Com pesar comunicamos que faleceu na madrugada de ontem, 10/10, no hospital Bom Jesus em Congonhas, por complicações no parto, a...

Centenas de médicos de todo o mundo assinam uma declaração alertando que a Covid-19 “é a maior fraude de saúde do século 21”

Pedem o fim do clima de terror, irracionalidade, manipulação e mentiras ligadas ao“ maior golpe de saúde do século 21 ”