“Lava a Jato do Vale Piranga: Câmara de Piranga abre comissão processante para apurar possíveis fraudes em licitações

18

Por 7 votos favoráveis e 2 contrários, a Câmara de Piranga abriu, na tarde desta quarta feira, dia 11, uma Comissão Processante contra Carlos Araújo Silva (PMDB), mais conhecido como Carlinhos. O denunciante foi Edson Pedro de Souza, conhecido como Edinho de Pinheiros.

Operação apreendeu documentos de um suposto esquema fraudulento em licitações
Operação apreendeu documentos de um suposto esquema fraudulento em licitações

Votaram a favor: Lucimar da Farmácia (PCdoB), Inês da Vila (PR), Júlia Peixoto (PSDB), Nilson Barbosa (PDT), Geraldo Cesário (PSDB), Lucas de Miltinho (PTB) e Tarcísio (PSDB). Foram contrários a instalação da CPP: Gonzaga (PMDB) e Juquinha Marcolino (PMDB).

Comissão processante será instalada na próxima quarta-feira (18/05) e será formada pelos vereadores Geraldo Cesário (PSDB), Gonzaga (PMDB) e Lucimar da Farmácia (PCdoB). Na semana que vem serão escolhidos presidente, relator e revisor

A abertura tem como base a Operação Emboabas, deflagrada pela Polícia Civil, no início de fevereiro par apurar supostas fraudes em licitações. Foram quatro pessoas, sendo três servidores da prefeitura, ocupantes de cargos comissionados e um empresário, tinha como foco investigar fraudes em licitações.

A operação foi comanda pelo delegado de Piranga, Fábio Luiz Carvalho Moura de Oliveira, investigadores de Lafaiete que promoveram apreensões em residências, escritórios e repartições públicas. Foram apreendidos para averiguações documentos e notebooks.

Alcunhada como Operação Lava a Jato do Vale do Piranga, pela profundidade das investigações e dos fatos geradores, a Operação Emboabas pode levar, o já combalido prefeito, à cassação.

Fotos:Reprodução

Foto de capa:Antiga sede da Câmara de Piranga