Lesma Editores: lançamentos de livros enriquecem a literatura regional

13
Ana Helena e o pai Waidd/duardo Sacramento
Ana Helena e o pai Waidd/duardo Sacramento
Ana Helena e o pai Waidd/Eduardo Sacramento

A Lesma Editores está lançando neste mês de dezembro mais dois títulos. “Paisagem Interior – Roteiro Sentimental do Bairro Santo Antônio” é um desses livros. Escrito a quatro mãos, Waidd Francis e Ana Helena (pai e filha) descortinam sensibilidade através da memória e da imaginação. Juntos eles produziram um livro de poemas e textos onde Waidd revisita a infância passada no bairro Santo Antônio, um dos mais tradicionais bairros de Conselheiro Lafaiete. O autor também publica, nesta obra, poemas e textos afetivos fazendo da literatura um meio efusivo de transportar sensações através da sensibilidade.

Ana Helena é uma menina de oito anos que escreve e desenha aquilo que invade a sua fértil imaginação infantil. São textos leves, lúdicos e delicados incrementados com o doce delírio de uma mente vivaz e em formação. O livro é enriquecido pelo trabalho do fotógrafo Eduardo Sacramento, amigo pessoal do autor. Textos de Avelina Noronha, da pedagoga Istael Oliveira Dutra, que foi professora e é grande incentivadora do trabalho de Ana Helena; da jornalista Kátia Matos e do sogro e avô dos autores, o também escritor Luis Gonzaga Milagres completam esse projeto literário.

Leci Romualdo com a filha Flávia e o esposo Herbert/Eduardo Sacramento
Leci Romualdo com a filha Flávia e o esposo Herbert/Eduardo Sacramento

A beleza da obra repousa na lírica metáfora da união familiar por meio dessa singular experiência literária. “Paisagem Interior – Roteiro Sentimental do Bairro Santo Antônio” será lançado no dia 2 de dezembro, em Conselheiro Lafaiete.

“AS LINDAS FLORES DO ESCURO VALE”

A outra obra a ser lançada tem como título “As lindas flores do escuro vale”. Trata-se de um testemunho de vida escrito por Leci Romualdo. Ela nasceu e reside em Congonhas e é membro da Igreja Batista Renovada. O livro traz sua trajetória desde a infância, família, a formação evangélica sendo, portanto, obra de cunho autobiográfico. O livro narra ainda um período em que Leci enfrentou um longo processo depressivo. Nesse sentido, o texto reflete o testemunho de superação da doença por meio da fé com o auxílio das ciências médicas, familiares e amigos.

O livro “As lindas flores do escuro vale” será lançado no dia três de dezembro na cidade vizinha de Congonhas.