fbpx
21.5 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 28 outubro 2020
Início Economia LIBERADO o lucro do FGTS em 2020 com ESTES valores! Veja a...

LIBERADO o lucro do FGTS em 2020 com ESTES valores! Veja a tabela

Dinheiro já foi distribuído de forma proporcional ao saldo das contas vinculadas. O valor referente ao lucro foi depositado no final de agosto e já disponível na conta.

Os trabalhadores com conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vão poder receber o lucro obtido pelo fundo em 2019. Serão distribuídos, ao todo, R$ 7,5 bilhões aos trabalhadores, valor equivalente a 66,2% do lucro do FGTS no ano passado.

Esse dinheiro vai ser distribuído de forma proporcional ao saldo das contas vinculadas. O valor referente ao lucro já foi depositado.

Veja os valores que serão distribuídos ainda em 2020:

Saldo em 31 de dezembro de 2019Rendimento total de 2019: correção monetária paga mês a mês (3% ao ano) + lucro de 1,84% em 2019Lucro de 1,84% que será pago em 31 de agosto
R$ 1.000R$ 48,40R$ 18,40
R$ 5.000R$ 242R$ 92
R$ 10 milR$ 484R$ 184
R$ 20 milR$ 968R$ 368
R$ 50 milR$ 2.420R$ 920
R$ 100 milR$ 4.840R$ 1.840

O conselho informou que havendo a distribuição do lucro do FGTS, o rendimento anual do fundo chegará a 4,9%, que ultrapassa à inflação do ano passado, que foi de 4,31%. Com isso, os trabalhadores terão ganhos reais. O percentual se refere ao rendimento anual do fundo somando à distribuição do lucro. 

Rendimento

O rendimento anual do FGTS, por lei, é de 3%. Com a distribuição dos lucros, o rendimento do fundo referente a 2019 passa para 4,9%.

Dessa forma, sem esse salário, para cada R$100,00 que o trabalhador tinha na conta no começo de 2019, ele teria, ao final do período, o montante de R$103,00. Após distribuição dos lucros, o saldo seria de R$104,90.

Ou seja, na prática, o trabalhador vai receber o valor de R$1,90 para cada R$100 que ele tinha no FGTS no dia 31 de dezembro. O depósito na conta será feito no dia 31 de agosto.

De acordo com informações da CAIXA, os valores serão depositados em 167 milhões de contas, ativas e inativas, que receberão crédito da distribuição de resultados. O valor médio distribuído por conta FGTS será de R$ 45.

O valor do crédito poderá ser consultado no aplicativo FGTS, site da caixa (fgts.caixa.gov.br) ou internet Banking Caixa.

Quem sacou o FGTS

Vale destacar que o rendimento é referente ao ano de 2019, mesmo ele sendo pago. Dessa forma, os depósitos serão feitos considerando o valor nas contas em 31 de dezembro de 2019.

Quem sacou o valor do FGTS após 31 de dezembro, seja por demissão ou aquisição da casa própria, por exemplo, não perde o rendimento.

Quem fez o saque antes do dia 31 de dezembro, vai receber o dinheiro proporcional ao que tinha na conta no dia 31.

Como sacar

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

O valor extra referente aos rendimentos será depositado nas próprias contas do FGTS dos trabalhadores. O saque e os pré-requisitos para os saques não se alteram com o novo depósito por parte do FGTS.

Os trabalhadores demitidos sem justa causa, que terminaram contrato por prazo determinado, deem entrada em moradia própria ou na aposentadoria têm acesso ao saldo total do recurso.

Rendimento acima da poupança

O rendimento do FGTS foi superior ao da poupança, que rendeu 4,26%, e também à inflação – que teve alta de 4,31% em 2019.

Lucro FGTS

O lucro do FGTS não é novidade para 2020. Acontece que no ano passado foi distribuído 100% do lucro do fundo de 2018, levando a rentabilidade das contas do FGTS para próximo dos 6%.

Em 2017, a mesma lei que liberou os saques das contas inativas do FGTS também determinou a distribuição de 50% do lucro do fundo.

Mais lidas

Jovem médica e bebê morrem em parto

Com pesar comunicamos que faleceu na madrugada de ontem, 10/10, no hospital Bom Jesus em Congonhas, por complicações no parto, a...

Centenas de médicos de todo o mundo assinam uma declaração alertando que a Covid-19 “é a maior fraude de saúde do século 21”

Pedem o fim do clima de terror, irracionalidade, manipulação e mentiras ligadas ao“ maior golpe de saúde do século 21 ”