Luto e dor: Câmara faz minuto de silêncio pela morte de 100 mil brasileiros de covid-19

23
Câmara faz minuto de silêncio pela morte de 100 mil brasileiros de covid-19 / DIVULGAÇÃO

O Brasil superou neste sábado (8), a grave marca de 100 mil mortos em decorrência da covid-19, provocada pelo novo coronavírus. Hoje (11), o Presidente da Câmara de Conselheiro Lafaiete (MG), o Vereador João Paulo Pé Quente (DEM), antes do início da sessão plenária, pediu um minuto de silêncio em solidariedade a todos os brasileiros afetados pela pandemia e às vítimas desta tragédia. “Temos aqui duas mortes em nossa cidade. Este é um momento doloroso para nossa nação”, disse. “O Brasil registrou 100 mil vidas perdidas para a covid-19”, arrematou.

Gastos em covid-19
Os valores gastos pelo Município de Lafaiete no combate ao enfrentamento do covid-19 foram alvos de uma longa discussão quando os vereadores cobraram mais transparência e clareza dos investimentos nestes 4 meses da doença. “No Portal da Transparência do Município tem um link onde estão as informações sobre gastos, mas de uma forma técnica. Tinha que vir com explicações detalhadas e compreensíveis ao cidadão comum como valores de emendas, verbas e gastos gerais”, sugeriu o Vereador Alan Teixeira (DC). “Muitas das vezes o cidadão nos questiona e a gente não sabe explicar”, concluiu. “O que não faltam são recursos para o covid-19”, assinalou o Vereador Pedro Américo (PT).
Já o Vereador Sandro José (PROS) pediu que a Secretaria de Fazenda disponibilizasse dados em planilhas para facilitar as informações repassadas a população. “Nunca vi tanto recurso que estão chegando para o covid-19”, comentou André Menezes (PP).
Ao longo das discussões, os vereadores cobraram o retorno de marcação dos exames e cirurgias especializadas. Segundo eles, a demora tem deixado os pacientes apreensivos. “Pode ser morrer de qualquer doença, de menos de covid-19”, finalizou Sandro José.