Marco de Chegada do projeto “Caminhos de São Tiago” é inaugurado e projeto se solidifica na região

12
Prefeito de São Tiago Denilson e a presidente do Circuito Villas e Fazendas Clarissa Alves/Reprodução

Um dia de sol, gente na praça, crianças brincando, banda de música, seresta e o lançamento do marco de chegada de um projeto que terá um grande futuro! Assim terminou ontem a Festa de Julho que comemorou os 69 anos de emancipação de São Tiago. O evento contou com a participação de autoridades de vários municípios e representantes de instituições como o Sebrae, Senac e Amver, dentre outras.

O dia começou com a celebração de uma missa em ação de graças na Matriz, um momento especial que terminou com as instituições são-tiaguenses se apresentando ao público.

Em seguida, houve o plantio de uma muda de ipê, árvore símbolo do projeto Caminhos de São Tiago. O hasteamento das bandeiras foi realizado pelo prefeito Denilson Reis, representando o Circuito Trilha dos Inconfidentes e pelos representantes dos Circuitos do Ouro e Vilas e Fazendas, Celso Vaz e Clarissa Alves, ao som da banda de música do 11º Batalhão de Infantaria. Em seguida, os convidados se dirigiram ao forno na praça para os pronunciamentos sobre o “Caminhos de São Tiago” e inauguração do marco de chegada do projeto. Na ocasião, várias autoridades foram presenteadas com uma pequena escultura do símbolo do projeto, juntamente com uma caixa personalizada com biscoitos do município.

O prefeito Denilson chamou a atenção sobre a necessidade da participação dos cidadãos no projeto, “a responsabilidade é enorme, em função de tantos municípios e instituições envolvidos. Eu tenho a missão de fazer com que os são-tiaguenses abracem e participem efetivamente conosco”. O gestor da Trilha dos Inconfidentes, Marcus Januário, disse que o projeto nasceu da forma mais correta e assertiva, “porque está sendo construído coletivamente. Estamos inovando. É a primeira vez que os municípios é que estão gerindo técnica e financeiramente um circuito turístico e isso faz toda a diferença”. A presidente do Circuito Vilas e Fazendas, Clarissa Alves, concordou: “é um projeto de várias mãos. Desde o início, as prefeituras estão envolvidas e participando de todas as decisões”.

Um dos representantes dos municípios do Circuito do Ouro, o vice-prefeito de Ouro Branco, Celso Roberto Vaz, enfatizou a necessidade de Minas Gerais investir em turismo, “Minas precisa encontrar caminhos, a situação é complicada. Nosso minério está chegando ao fim, precisamos caminhar através do turismo. De Ouro Preto a São Tiago, vamos resgatar o caminho e os sonhos dos inconfidentes”.

O dia terminou com o tradicional bolo de aniversário e os parabéns com show pirotécnico. O Clube da Seresta embalou a noite de lua cheia. E os sonhos que caminham pelos “Caminhos de São Tiago”.