Na contramão do Brasil, Lafaiete e região registram aumento de postos de trabalho; Congonhas lidera ranking

30

Depois de mais de 3 meses com saldo negativo, Lafaiete registrou nos 6 primeiros meses a abertura de 53 novas vagas de empregos formais. Os dados vêm a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que divulgou os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).
Enquanto o país perdeu 10,9 mil vagas de empregos formais em junho, a região registrou quase 500 novos postos de trabalho.
Somente Congonhas, registrou entre janeiro gerou 593 empregos, segundo de Lafaiete com 53. No mesmo período, Ouro Branco perde 167 postos de trabalho.
Confira o saldo das cidades.