Novo arcebispo enumera desafios e diz que tragédia de Mariana deve ser superada

11

Ele toma posse o próximo dia 23 e será o 14º comandante na linha sucessória da arquidiocese

primaz de Minas, criada em 1745, e a 6ª do Brasil

Ontem, dia 25, o Papa Francisco surpreendeu os católicos do Brasil, em especial de Minas, ao aceitar a renúncia pela idade de Dom Geraldo Lyrio e nomear Dom Airton José dos Santos como o novo arcebispo de Mariana. Ele toma posse o próximo dia 23 e será o 14º comandante na linha sucessória da arquidiocese primaz de Minas, criada em 1745, e a 6ª do Brasil.

Dom Airton assume o comando da Arquidiocese de Mariana no próximo dia 23

Com a nomeação, segue-se um ritual jurídico de passagem do comando quando Dom Geraldo Lyrio não é mais arcebispo de Mariana mas o administrador diocesano mas com as funções e faculdades da função. Caem os conselhos econômico, presbiterial e pastoral e permanece o Colégio de Consultores que dará posse ao Dom Airton José dos Santos.

Em nota, a Arquidiocese de Mariana agradeceu a Dom Geraldo pelo seu serviço pastoral ao longo de quase 11 anos de dedicação, deu as boas vindas a Dom Airton “desejando-lhe feliz pastoreio nesta Igreja particular e invoca para ambos a abundância das bênçãos de Deus”.

Os desafios

Dom Airton é mineiro de Bom Despacho e estava a frente da Arquidiocese de Campinas desde fevereiro de 2012. Em entrevista ontem a “TV Século XXI”, ele falou dos desafios ao assumir uma das mais importantes e tradicionais arquidioceses brasileiras e falou da surpresa do anúncio do Papa Francisco. “Temos que estar com coração aberto para as cosas que vão vir e a gente não sabe o que nos espera naquela igreja. É uma arquidiocese  enorme geograficamente maior do que aqui (Campinas), mas menor em população. Tem uma historia grande que é duas ou três vezes maior que a de Campinas”, resumiu.

Ao enumerar os desafios, Dom Airton tocou na tragédia de Mariana. “Temos de estar a disposição e com disposição de trabalho, para enfrentar os desafios. A tragédia foi muito grande, mas graças a Deus não aconteceu um desastre humano mas ecológico horrível que pode ser revertido com empenho e com boa vontade de todos. Este é um desafio, mas existem tantos outros que não aparecem”, assinalou.

Dom Geraldo Lyrio esteve a frente da arquidiocese por 11 anos

Ao tocar nas diferenças históricos, culturais e geográficas, ele disse que a “igreja é igreja em qualquer parte do mudo. O povo de Deus é povo de Deus em qualquer parte do mundo. Podem ser diferentes mas precisamos ajudar as pessoas a manter as esperanças”.

Surpresa

“Eu não esperava, mas a gente espera que um dia aconteça, mas não agora”, discorreu sobre sua nomeação. Dom Airton mandou um recado ao novo rebanho. “Peço as orações de todos não só para mim e mas pela arquidiocese de Mariana. Vamos fazer uma aproximação. Eles me conhecerem e eu conhecer a arquidiocese. Vamos nos aproximar. Precisamos de empenho e estou livre e a disposição para acolher e conhecer as pessoas e a Igreja de Mariana”, comentou, afirmando que nos próximos dias prepara um mensagem aos 79 municípios que compõem a arquidiocese de Mariana. “Um abraço a todos habitantes da arquidiocese e espero encontrar a todos pelos caminhos. Uma saudação especial a todos os que habitam a arquidiocese”, finalizou a entrevista.

História

Atualmente a arquidiocese de Mariana possui uma área de aproximadamente 22.666 km² e uma população estimada em 1.115.531 habitantes. Compreende 79 municípios mineiros e possui 123 paróquias. O clero diocesano é formado por 162 presbíteros e há também aproximadamente 30 presbíteros de diversas congregações religiosas.

 

Foto Capa: reproduçãoo You Tube