Otimista, secretário diz que posto de coleta de sangue deve ser implantado ainda em janeiro

22
Secretário municipal de saúde, Alessandro Gláucio/CORREIO DE MINAS
Representantes do Hemominas estiveram visitando Lafaiete para instalação do posto de coleta de sangue/Reprodução

O secretário municipal de saúde, Alessandro Gláucio, disse durante audiência pública da saúde, que Lafaiete está bem próxima de receber o Posto Avançado de Coleta Especializada de Sangue (PACE). A declaração aconteceu ontem a noite, dia 7, durante audiência pública, na Câmara, que discutiu a saúde em Lafaiete. O evento coincidiu também quando os representantes da Fundação Hemominas, Luciana Barbalho (arquiteta), Maria José Trancoso (assessora técnica) e Heloisa Gontijo (da Gerência de Captação e Cadastro) visitaram 3 locais para a implantação do PACE disponibilizados pela secretaria de saúde nas unidades do Bellavinha, Vista Alegre e Linhazinha. Até na semana que vem o projeto de engenharia deve ser finalizado pelos técnicos para definição do local. Já o plano de trabalho deve ser aprovado ainda em janeiro. “Esclareço que o local é uma escolha técnica do Hemominas”, disse o secretário.

Além do local, o município investirá em mobiliário, insumos, energia, telefone, etc na manutenção do PACE que atenderá Lafaiete e demais cidades da região. A coleta será feira uma vez por semana. Outra conquista será a garantia do estoque mínimo regulador da agência transfusional que funciona no Hospital Queluz. Com o PACE, os doadores não terão que deslocar a São João Del Rei para a coleta.

Segundo o secretário foi um equívoco a declaração recente do Governador Pimentel (PT) de que Lafaiete não teria o PACE. “Ele desconhecia as negociações entre o Estado e Lafaiete que estavam avançadas com a articulação direta do deputado Glaycon Franco. Acredito que em janeiro de 2018 estejamos como o posto de coleta em funcionamento, bem antes de Barbacena”, comemorou.