Prefeito Zelinho assume presidência da AMIG

114

Em reunião realizada nesta segunda-feira, 20, em Belo Horizonte, o prefeito Zelinho foi eleito, por unanimidade, novo presidente da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais (AMIG), com um mandato de dois anos. É a primeira vez que um prefeito de Congonhas preside a entidade, que atua como representante de 29 municípios que desenvolvem atividade mineradora no estado.

Estavam presentes representantes dos municípios de Barão de Cocais, Belo Vale, Brumadinho, Conceição do Mato Dentro, Itabira, Itabirito, Itaúna, Mariana, Rio Piracicaba, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo.

Segundo Zelinho, as cidades mineradoras detêm parte da economia de Minas de Gerais. No entanto, a queda do valor do minério tem prejudicado a receita dos municípios. “Em 2011, o minério estava sendo vendido a 191 dólares. Agora, está em torno de 50. A situação está muito difícil. Todas as cidades mineradoras estão passando por dificuldades”, explica.

Para o prefeito de Itabira, Damon Lázaro de Sena, a mudança de gestão é positiva. “Percebemos que o prefeito Zelinho é uma pessoa empenhada, que tem demonstrado, nas várias reuniões que são realizadas, ser um parceiro fiel às causas municipalistas. Temos a certeza de que Congonhas, com a história que tem, terá um prefeito, hoje à frente da AMIG, que vai nos representar muito bem, com muito brio. Com certeza serão muitas conquistas”, completa.

Marco Regulatório da Mineração

O prefeito assume a presidência da AMIG focado em debater o Marco Regulatório, projeto que está em pauta no Congresso Nacional e que deve ser votado em agosto. “A nossa proposta é passar o CEFEM (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais), o royalty do minério, de 2% para 4% sobre o valor bruto. Hoje, é 2% do valor líquido. Fica muito pouco para as cidades mineradoras”, destaca.

Uma reunião com o diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Celso Luiz Garcia, será realizada no próximo dia 28, em Brasília, para discutir a aprovação do projeto.

Fotos:divulgação

aula