Processo perdido pela Gerdau pode chegar a R$ 700 milhões

24
Empresa foi multada referente a processos decorrentes de representação de dois sindicatos de construção civil de São Paulo

Segundo o Santander, a derrota da Gerdau (GGBR4) em uma decisão da 2ª instância, pela 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, referente a processos decorrentes de representação de dois sindicatos de construção civil de São Paulo, alegando que ela e outros produtores de aços longos no Brasil teriam infringido a legislação antitruste, de R$ 417,8 milhões, pode chegar a R$ 700 milhões considerando os ajustes para os valores atuais.

O Tribunal condenou na quarta-feira (13) a Gerdau ao pagamento de multa equivalente a 7% do faturamento bruto do exercício anterior à instauração do Processo Administrativo, no ano 2000, excluídos impostos. O número corresponde a 3% do valor de mercado da Gerdau e 13% do Ebitda estimado pelo banco para 2018.

Empresa foi multada referente a processos decorrentes de representação de dois sindicatos de construção civil de São Paulo

“Embora essa possível saída de caixa não esteja provisionada e deva ter efeito negativo no desempenho da GGBR4, a nosso ver, mantemos a Gerdau como nossa principal recomendação no universo de M&M, pois continuamos a considerar que a empresa está em boa posição para captar a melhoria nos números operacionais nos EUA e a gradual implementação dos aumentos no preço do aço no mercado doméstico”, explica o analista Renato Maruichi em um relatório enviado a clientes hoje (14). A recomendação é de compra e o preço-alvo projetado de R$ 16.

De acordo com a Gerdau, a decisão ainda não foi formalizada e a empresa continuará buscando todos os remédios jurídicos cabíveis para defesa de seus direitos. “A Companhia esclarece, finalmente, que suas práticas comerciais são fundamentadas nos princípios da transparência e da livre concorrência, as quais foram consolidadas ao longo de sua história de 117 anos no Brasil, período em que construiu uma cultura empresarial ética e de respeito a todos os públicos”, informou a siderúrgica.

Fonte: Money Times