Que cidade queremos? Lafaiete se mobiliza para planejar seu crescimento para os próximos 20 anos

11
Lafaiete se mobiliza para planejar seu crescimento para os próximos 20 anos/CORREIO DE MINAS
Lafaiete se mobiliza para planejar seu crescimento para os próximos 20 anos/CORREIO DE MINAS

Atores e lideranças de diversos setores se reuniram ontem a noite, dia 27, na sede da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços (ACIAS) para retomar as discussões e reflexões sobre as ferramentas para elaboração do plano de desenvolvimento estratégico de Lafaiete para os próximos 20 anos.

Ao longo deste ano diversas reuniões, seminários e oficinas diagnosticaram o cenário, definiram objetivos, traçaram metas, levantaram as potencialidades e apontam as novas matrizes econômicas capazes de renovar e direcionar o crescimento integrado de Lafaiete.

Qual a cidade queremos? Responder a este questionamento é o desafio dos atores que se debruçam para elaborar as estratégias e os caminhos para o futuro da cidade. Neste processo estão envolvidos as lideranças do setor público, privado e sociedade organizada em um grande fórum de discussão e planejamento, sem contar as entidades envolvidas como Sebrae, Prefeitura de Lafaiete, Acias, CDL, Sindcomércio, Adecol, Clube do Cavalo, Villas e Fazendas, Sindicato dos Produtores Rurais, Amalpa.

Desde fevereiro, foram apontados 5 eixos principais para o desenvolvimentos nas quais envolvem a eficiência da gestão pública, empreendedorismo, polarização regional, economia criativa.  Foram levantadas diversas ações em desenvolvimento capazes de potencializar as vocações locais desde o início do planejamento como a inclusão de Lafaiete em roteiros turísticos (CRER e Caminho de São Tiago), a realização da Expoagro, Arranjo Produtor local (APL), tendo os equídeos como potencial econômico, a implantação do geo-referenciamento, visando aumento da arrecadação, a utilização de 100% do parque de exposições (master plan), entre outras ações em curso e outras ainda em gestação próximas de se concretizarem como a instalação do SENAI e monitoramento de câmeras.

Lideranças frisaram o caráter supra-partidário do planejamento estratégico que vai além de uma gestão ou de grupo político. Identificar oportunidades de negócios, inovação, qualificação, agregar valores, participação, empreendedorismo, fortalecer potencialidades, investir no potencial local, mobilização são alguns dos grandes desafios do plano de crescimento sustentável para consolidação de Lafaiete como polo regional.

Os participantes vão mobilizar a sociedade em torno das discussões e divulgação do plano estratégico buscando a ampla adesão e a efetiva participação.

Após a reunião, os participantes foram divididos em 4 grupos cujas propostas serão debatidas no próximo dia 11 de dezembro em nova rodada de discussões.

Marcaram presenças os pré candidatos Giovane Laporte e Selam Carvalho e o deputado Glaycon Franco (PV).