Sociedade São Vicente de Paulo acusa morador de invasão de terreno

22
Sociedade São Vicente de Paulo acusa morador de invasão de terreno / DIVULGAÇÃO

A direção da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP) registou no início de julho uma denúncia contra um morador da comunidade de Bituri, situada na zona rural de Jeceaba.
Segundo o Boletim de Ocorrência, diversos integrantes da SSVP alegaram que a conferência administra um terreno onde está localizada a Capela de São Vicente de Paulo, construída no ano de 1937. Desde então a SSVP realiza a manutenção do local, porém por certo período a conferência ficou desativada e retornou as atividades há 0cerca de um ano.
Neste período em que a conferência ficou desativada uma morador apoderou-se de certa parte do terreno e através de um contrato de compra e venda vendeu para um congonhense que já cercou a área com muros.
Segundo SSVP, a capela já se tornou um patrimônio público da comunidade tendo em vista o tempo em que já foi construída. Após o registro do boletim, a conferência já acionou a justiça para reversão do terreno ao legítimo dono.
Segundo informações, militares, a secretaria de obras e presidente do Conselho Regional das SSVP informaram ao dono as consequências judiciais da continuação da obra.